Jump to content
djsync

 notícia Pesquisa mostra que pirataria pode ser boa para indústria do entretenimento

Rate this topic

Recommended Posts

Um estudo realizado pela Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, chegou a uma conclusão que muitas pessoas da indústria do entretenimento podem descordar: a pirataria, além de não ser tão nociva assim para esse mercado, pode ser boa para os negócios.

28190534925065-t1200x480.jpg

 

É claro que a indústria do entretenimento – do cinema, da música, dos games e muitos outros – tenta enfrentar a pirataria com unhas e dentes, propondo medidas muitas vezes impossíveis de serem realizadas, para impedir que seus lucros sejam diminuídos pelo consumo “alternativo” de seus produtos.

 

Porém, o estudo liderado pelo pesquisador Antino Kim mostra que a pirataria pode, em muitos casos, ter um impacto positivo no mercado de entretenimento. Em diversos casos, inclusive, o combate duro contra essa prática pode até ser contraproducente para essa indústria.

 

Quando os bens de informação são vendidos aos consumidores através de um varejista, em certas situações, um nível moderado de pirataria parece ter um impacto surpreendentemente positivo nos lucros do fabricante e do varejista enquanto, ao mesmo tempo, aumenta o bem-estar do consumidor, conta Kim e seus colegas pesquisadores da Universidade de Indiana.

 

Melhorando contra a pirataria

 

A série Game of Thrones, recordista de pirataria nos últimos anos – principalmente via torrent – mostra bem como isso funciona, criando uma espécie de “competição invisível”. Os grandes números de downloads ilegais impedem que a produtora e as operadoras de TV a cabo aumentem seu preço para evitar uma quantidade ainda maior de pirataria.

Compreender melhor como os esquemas ilegais funcionam, como o consumidor pensa e como isso tudo pode ser usado de maneira positiva

 

Para enfrentar esse problema, as empresas precisam melhorar o serviço e tornar o acesso legal a esse conteúdo mais barato, o que obviamente diminui a pirataria, pois o acesso ao conteúdo é muito mais fácil (e com maior qualidade) dessa maneira.

 

Um bom exemplo disso é como serviços como Netflix, Spotify e outros similares diminuíram a pirataria de filmes e música respectivamente – ou seja, é mais fácil pagar um pouquinho por um serviço realmente bom do que baixar tudo ilegalmente.

 

É claro que tudo isso tem um limite e nem sempre funciona – os pesquisadores não estão afirmando que as empresas devem “adotar” a pirataria como uma ferramenta para serem mais bem-sucedidas.

Porém, compreender melhor como os esquemas ilegais funcionam, como o consumidor pensa e como isso tudo pode ser usado de maneira positiva é uma arma que as companhias têm para melhorar o mercado.

 

fonte:

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Edited by djsync
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...