Jump to content

Rate this topic

Recommended Posts

Posted (edited)

imagem-de-destaque-91.png

O objetivo deste artigo é definir os princípios da comunicação SPI, quais são suas vantagens e onde esses dispositivos são utilizados. Também vamos analisar os fundamentos básicos de hardware.

 

Tipos de Comunicação Serial

 

Uma vez que os equipamentos eletrônicos vêm agregando mais e mais funções, a utilização de diversos circuitos integrados torna-se cada vez mais comum. No entanto, não é mais possível estender longos barramentos de comunicação paralelos, pois tornariam as placas de circuito impresso caras e muito grandes. Logo, uma comunicação serial entre esses dispositivos se torna necessária.

 

Diversas tecnologias de interligação serial entre dispositivos foram desenvolvidas, podendo ser separadas em duas grandes categorias, a comunicação síncrona e a comunicação assíncrona. Dentre os métodos de comunicações mais conhecidos, destacam-se três:

 

UART: Universal Asynchronous Receiver Transmitter;

SPI: Serial Peripheral Interface;

I2C: Inter Integrated Circuit.

 

Tipos_de_comunicacao.png

 

Já estamos bastante familiarizados com a comunicação serial assíncrona pelo uso do padrão UART (RS232). No entanto, existem grandes vantagens no uso de uma comunicação serial síncrona em detrimento da assíncrona.

 

Além disso, há grandes diferenças mesmo entre os protocolos síncronos. Apesar do padrão de cada protocolo definir limites máximos de taxas, cada fabricante possui a liberdade de desenvolver dispositivos com suas velocidades. Abaixo temos um comparativo entre diversos padrões dispositivos seriais:

 

Sem título.jpg

 

Como um exemplo de que esses limites podem ser ultrapassados, temos AT45BD0100D da Adesto. Essa memória SPI pode chegar até 66MHz (66Mbps) de taxa de transferência. Para o I2C, o 24FC64 da Microchip pode chegar a 1MHz (1Mbps).

 

Na comunicação serial síncrona definimos também o conceito de Mestre-Escravo. Normalmente o gerador do sinal de sincronismo é definido como o Mestre (Master) da comunicação. Para os dispositivos que utilizam do sinal de sincronismo gerado damos a definição de Escravo (Slave). A ligação mais comum desse tipo de comunicação é um Master e vários Slaves.

 

master_slave.png

 

Comunicação SPI

 

A comunicação SPI possui algumas características básicas. Primeiramente os sinais de comunicação possuem uma direção fixa e definida. Isso significa que sempre existem dois transistores definindo o estado de um pino (Push-Pull). Essa característica é uma das grandes diferenças entre outras comunicações seriais como I2C e OneWire, que possuem um mesmo barramento de dados para os sinais de entrada e saída através do esquema de dreno-aberto (Pull-Up).

 

PushPull_PullUp.png

 

Apesar de utilizar dois sinais de comunicação de dados em vez de um, é possível atingir velocidades maiores de comunicação. Isso porque há pouca deformação do sinal.

Outra característica é que toda troca de dados acontece sempre em ambas as direções. Em outras palavras, cada bit trocado entre o Master e um Slave trás um bit do Slave para o Master. Dessa forma, definimos que a comunicação é sempre full-duplex.

 

Os pinos básicos de comunicação entre dispositivos SPI e o esquema padrão de ligação são dados conforme abaixo:

 

Sem título1.png

 

esquema_padrão.png

 

O sinal de SS funciona como Seleção de Escravo (Slave Select). É um sinal ativo em nível baixo, o que significa que o dispositivo é selecionado quando este pino se encontra em nível baixo. No entanto, muitos dispositivos utilizam este sinal como sincronismo de frame. Dessa forma, é um sinal importante que deve ser respeitado.

 

O Dispositivo

 

O princípio básico de um dispositivo SPI é o Shift-Register. Esse tipo de dispositivo faz a conversão de um registrador paralelo para sinais seriais de acordo com clock. Cada borda recebida no terminal de clock do dispositivo significa um bit transferido. Da mesma forma esse tipo de dispositivo é capaz de receber dados vindos de maneira serial e convertê-los para um valor em um registrador paralelo.

 

ShiftRegisterSemParalela-315x67.gif

 

A SPI não apenas é capaz de fazer essa conversão serial/paralelo, como também possui o gerador de clock, o controle para a troca do frame e o slave-select. Dessa forma, tornando ele um dispositivo de comunicação completo. Na figura abaixo podemos observar como ele se dispõe.

 

device.png

Forma de Onda

 

Por padrão a comunicação SPI permite a configuração das bordas de comunicação do clock através de sua polaridade e fase. A configuração da polaridade se dá através de CPOL (Clock Polarity), e a configuração da fase se dá através de CPHA (Clock Phase). Seus modos possíveis são:

 

Sem título3.jpg

 

Outra característica fundamental na comunicação é a definição da posição do bit mais significativo (MSB). Através de DORD é possível definir que o bit mais significativo será o primeiro (DORD = 0) ou o último (DORD = 1) bit trocado. É possível observar todas essas características através das duas imagens abaixo:

 

cpol_1.jpg

cpol_2.jpg

 

Conclusão

 

Pudemos observar as principais características da comunicação SPI, além de um comparativo de hardware com outros tipos de comunicação. Observamos diagramas do funcionamento do dispositivo e entendemos como se dá a forma de onda.

 

Não esqueça de dar um Joinha! ;) 

 

Escrito por: Francesco Sacco.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

 

Edited by Linuxsc Marchetti
  • Nice 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...