Jump to content
SystSoftPcCelTv

 notícia Capacitores 3D impressos no sistema DragonFly da Nano Dimension

Rate this topic

Recommended Posts

Capacitores 3D impressos no sistema DragonFly da Nano Dimension.

 

image.png

 

 

 

A Nano Dimension desenvolveu capacitores impressos em 3D usando o pioneiro sistema de fabricação de aditivos DragonFly da empresa.

 

Esses capacitores foram incorporados ao corpo das placas de circuito impresso (PCBs) fabricadas de maneira aditiva, economizando espaço e eliminando a necessidade de montagem. Esse avanço na fabricação aditiva de eletrônicos valida a aplicabilidade de fabricação de

capacitores embutidos em PCBs impressas usando o sistema DragonFly, o único sistema de fabricação aditiva de precisão desse tipo.

 

Os extensos testes da Nano Dimension com capacitores de diferentes dimensões 3D mostraram resultados consistentes com dados estatisticamente validados. Os resultados da repetibilidade mostram variação menor que 1%. A tecnologia usa os mesmos traços dielétricos e metálicos dos capacitores de produção de PCB aditivos, com faixa de capacitância de 0,1nF a 3,2nF.

 

Esses resultados são baseados em mais de 260 testes com 30 dimensões diferentes de capacitores fabricados de maneira aditiva.

 

Ao integrar capacitores usando manufatura aditiva, os designers e fabricantes de eletrônicos poderão evitar o que costuma ser um processo demorado e de montagem em várias etapas, pois o DragonFly imprime todo o capacitor e PCB em um único trabalho de  impressão. Isso permite que as empresas reduzam o tempo de fabricação e superem muitos dos desafios impostos pelas técnicas tradicionais de produção.

 

A fabricação aditiva de capacitores nas camadas internas dos circuitos também pode liberar espaço para atender à crescente tendência de miniaturização e planicidade de dispositivos eletrônicos para aplicações industriais, militares e de consumo. Com espaço extra, os designers poderão compactar mais funcionalidades na placa de circuito e diminuir o tamanho dos componentes - tudo sem comprometer a confiabilidade.

 

Os capacitores desse tipo são usados principalmente para filtrar ruídos elétricos e ondulações de tensão em uma ampla gama de aplicações, incluindo linhas de transmissão de RF, processamento de áudio, recepção de rádio e condicionamento de circuitos de potência.

"Os resultados dos testes mostram claramente que, com o sistema DragonFly, nossos clientes podem obter repetibilidade comparável à dos processos tradicionais na fabricação de capacitores em curto prazo usando impressão 3D", disse Amit Dror, CEO da Nano Dimension. "Juntamente com alta precisão, miniaturização e economia de espaço na placa, esses são fatores-chave no processo de produção de eletrônicos e nas aplicações de próxima geração de eletrônicos."

 

fonte

  • Like 2
  • Nice 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

a ideia e boa...mas fiquei com uma duvida...esses capacitores q ficaram entre as camadas, se eles queimarem perde-se o equipamento? pois nessa situacao penso eu q nao haverá como realizar reparo desses componentes. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao duvido muito disso de ser um aparelho sem reparo, ja vemos muito disso hj em dia com placas q o processador controlam tudo.Quanto mais barato ficar a produçao mais dinheiro eles ganham e menos os produtos duram

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conectividade , inteligencia artificial , miniaturização, tecnologia verde, imagem em utra definição, tudo em nuvens é a tendencia do futuro. E a eletrônica vai acompanhar isso com tecnologia capaz não de montar um circuito, mas de desenha-lo., talvez a solda seja aposentada, porque se os componentes são desenhados na placa o ponto de solda talvez deixa de existir. A micro solda talvez não faça sentido neste novo mundo de miniaturização onde a montagem perde espaço para o desenho sobre a placa.Um cabo de guerra entre estes dois processos - montagem versus desenho, que talvez resulte em uma completa substituíção  ou quem sabe em um subsistência.  Mas isto não é pra hoje não podemos saber ainda , pois as novas descobertas que são potencialmente capazes de revolucionar a Eletrônica ainda não são completamente dominadas e vai levar um tempo ainda até que se aperfeiçoe . Mas ela já se esboça dentro dos centros de pesquisa e tem avançado rápido.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

dai sim é pra acabar de vez com os reparos se isso virar moda 😳

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao tem com o que se preocupar.
somos ninjas.
Se der defeito, a gente fura o capacitor onboard  na placa utilizando a micro-retífica (isola ele) , e solda outro capacitor por fora.
15 anos atrás o Nec Tokin chegou "causando", e demos um jeito!
 

  • Nice 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...