Jump to content
GNMilasi

notícia Vírus incomum consegue atacar tanto Windows quanto Linux

Rate this topic

Recommended Posts

20191211032602_1200_675_-_7_dicas_de_seguranca_do_fbi_para_se_manter_longe_de_hackers.jpg

 

Vírus incomum consegue atacar tanto Windows quanto Linux

 

 

Ransomware chamado Tycoon tem atuação diferente de outras ameaças e direciona ataques a alvos bastante específicos

 

 

Pesquisadores de segurança encontraram um novo vírus que consegue atacar computadores tanto com Windows quanto com Linux. Chamado Tycoon, ele aparentemente foi criado por cibercriminosos altamente especializados que são extremamente seletivos ao definir seus alvos.

 

Encontrado por pesquisadores da BlackBerry em parceria com analistas de segurança da KPMG, o vírus é capaz de sequestrar sistemas e exigir uma recompensa para liberá-los - prática conhecida como ransomware. E, mesmo dentro do universo dos ransomwares, o Tycoon atua de maneira bastante diferente de ameaças comuns.

 

Os primeiros registros encontrados do Tycoon em ação são de dezembro de 2019, e seus alvos são principalmente organizações de educação e software. O vírus parece ser projetado com detalhes específicos para seus alvos. Ele ainda foi escrito em uma linguagem incomum para ameaças do tipo e atua de maneira bastante diferente de outros ransomwares.

 

Segundo os pesquisadores, o Tycoon foi escrito em Java e atua a partir de uma versão modificada do Java Runtime Environment. Os códigos estão compilados em uma imagem de formato Jimage que esconde as intenções maliciosas do vírus.

 

Em seu primeiro estágio de ação, ele acessa redes a partir de servidores RDP inseguros, e se mantém dentro do sistema modificando configurações e ganhando novos níveis de acesso. Para finalizar, a rede é criptografada e os hackers exigem pagamento de uma recompensa em bitcoins para liberá-la.

 

Apesar dos pesquisadores não saberem ainda a origem exata do Tycoon, eles acreditam que o ransomware tenha relação com outro vírus conhecido como Dharma ou Crysis - ambos contam com informações parecidas em arquivos criptografados e códigos.

 

Os analistas de segurança ainda dizem que, apesar do Tycoon atuar com métodos incomuns, não é preciso fazer grandes mudanças em sistemas de segurança para prevenir ataques. Medidas comuns já empregadas por empresas são o suficiente para manter sistemas seguros - isso inclui instalação de patches de segurança, backup de rede e uso de senhas fortes.

 

 

Fonte

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ou seja, o fator humano ainda é a melhor proteção contra essas pragas, senhas fortes e atualizações, atualizações, atualizações.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By VandilsonMSI
      Olá Galera!
      Estou querendo um esclarecimento aqui. Tenho um PC bem simples para tarefas do cotidiano e que cumpre muito bem essa função, mas tem dificuldade em reproduzir vídeos, pois da algumas travadas.
      Estou pensando em mudar a versão do Windows 7 que esta nele para outra mais leve, para ver se dar uma melhorada na reprodução de vídeos e até mesmo de desempenho geral.
      Ele tem as seguintes configurações: Intel Pentium 4 631 / 3 GB de ram / Placa Mãe P5GC-MX/CKD/POST/SI / sem placa de vídeo / Windows 7 Ultimate 64 bits
      Queria um conselho para saber se é adequado voltar para 32 Bits e Mudar a versão do Windows, ou outras sugestões. 
      Desde já agradeço!
    • By eliasgirardi
      A ilustração mostra uma camada monoatômica cristalina de ouro sob grafeno (antracita). A estrutura eletrônica da camada de ouro e o grafeno (verde) é mostrada acima. [Imagem: Stiven Forti]
       
      Metal vira semicondutor
       
      Químicos conseguiram pela primeira vez produzir camadas cristalinas monoatômicas de metais preciosos - similares metálicos do grafeno, da molibdenita e tantos outros materiais 2D.
       
      E como o ouro e a prata estão entre os melhores condutores de eletricidade que se conhece, qual não foi a surpresa dos pesquisadores quando as camadas monoatômicas desses dois metais apresentaram uma identidade inusitada: elas são semicondutoras.
       
      O fato de que camadas monoatômicas de metais se comportem como semicondutores é mais uma demonstração de que os elétrons se comportam de modo diferente em camadas bidimensionais do que costumam fazer no material bruto 3D - as propriedades eletrônicas do grafeno são muito diferentes daquelas do grafite, de onde o material se origina.
       
      E, como ouro e prata estão largamente presentes na indústria microeletrônica, esta descoberta tem potencial para ser explorada em novas aplicações dentro e fora dos chips, além de sensores.
       
      Metais bidimensionais
       
      Embora o grafeno tenha sido retirado do grafite usando uma fita adesiva, fabricar camadas monoatômicas de metais não é fácil.
       
      "Com os métodos clássicos de deposição, os átomos de ouro, por exemplo, se aglomerariam imediatamente em cachos tridimensionais," explicam Philipp Rosenzweig e Ulrich Starke, do Instituto de Pesquisas do Estado Sólido, na Alemanha.
       
      A dupla então trabalhou com um método diferente que eles mesmos criaram, chamado intercalação. O processo começa com uma pastilha de carbeto de silício, sobre a qual é depositada uma camada de grafeno. Quando um vapor de ouro é aplicado sobre essa pastilha em ambiente de vácuo, os átomos de ouro acomodam-se entre as camadas de carbeto de silício e grafeno.
       
      A equipe já repetiu os experimentos com germânio, cobre, gadolínio e prata - e a prata também se torna semicondutora.
       

      Esta é a coisa real, vista por um microscópio de tunelamento. As flutuações de brilho ocorrem porque o ouro e o grafeno interagem, formando uma super-rede, conhecida como rede de Moiré. [Imagem: MPI for Solid State Research]
       
      Aplicações tecnológicas
       
      Como todas as teorias diziam que o ouro continuaria um excelente condutor metálico na forma 2D, a descoberta de seu comportamento semicondutor foi uma surpresa. "Interações entre os átomos de ouro e, ou o carbeto de silício ou o grafeno, obviamente desempenham seu papel aqui. Isso influencia os níveis de energia dos elétrons," arrisca Starke.
       
      A descoberta abre a possibilidade de aplicações tecnológicas porque pequenos ajustes no método de fabricação definem se a camada monoatômica será condutora ou semicondutora: qualquer coisa maior do que uma camada, seja em toda a extensão do material, ou em pontos específicos, faz o ouro voltar a se tornar condutor. Assim, pode-se projetar componentes eletrônicos usando-se alternadamente mono e bi-camadas de ouro, obtendo funcionalidades usando um único material.
       
      Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=ouro-prata-viram-semicondutores-escala-atomica&id=010165200701#.XwYoE6FKgdU
    • By JCCandido
      ~Saudações!
      Sou estudante do terceiro período do curso Técnico em Eletrônica do Instituto Federal da Bahia (IFBA) em Vitória da Conquista. cidade onde moro. Também sou eletricista automotivo e trabalho na oficina fundada por meu pai e meu irmão em 1991.
      Minha experiência profissional é em Eletro-Eletrônica automotiva mas tenho interesse em qualquer área relacionada a tecnologia e eletrônica geral.Além disso, tenho familiaridade com microcontroladores, Arduíno, prototipagem, programação e Linux. Atualmente estou focado em Telecomunicações e desenvolvendo protótipos para Sistemas Embarcados usando Linux.
       
      Conheci o site EletrônicaBR a partir de uma postagem no YouTube. Lá havia um link para um livro que gostei bastante e tenho vontade de adquirir. Como este livro está escasso no momento, só consegui encontrá-lo para baixar no site do EletrônicaBR. Muita sorte!
       
      * Em 2011 entrei para cursar Engenharia Elétrica também no IFBA mas por razões diversas tive que trancar o curso.  
       
    • By Jack O'Neo
      ---Novidades: 26/02/20 # Projeto Terminado #
       
      Sei lá por que cargas d'água resolvi pesquisar na internet sobre o flashrom e o CH341 novamente pouco mais de 1 ano depois, e encontrei um tópico  onde o membro deste outro fórum, achando muito trabalhoso participar da nossa comunidade para arrecadar créditos (it's not so hard bro, you're welcome to participate here ) resolveu modificar o flashrom ele mesmo para dar suporte ao kb9028, ao que parece a experiência dele não foi muito bem sucedida, pelo menos assim entendi em leitura dinâmica do tópico (de olho naquele código lindo que reluzia no meio do texto hahahaha), no entanto apesar dos pesares parece que ele conseguiu o código que faltava para que pudêssemos adicionar suporte ao KB9028 e sendo assim prontamente compilei uma nova versão do flashrom para windows capaz de gravar os agora 3 chips suportados, KB9012, KB9022, e KB9028. Como de costume estou disponibilizando o novo executável no mesmo link para download.
       
      Visto que não houve interesse da comunidade em providenciar os códigos ausentes (KB9010 KB9016 KB9018), dou o projeto por encerrado a partir de hoje, uma pena que não fomos bem sucedidos em completar a missão.
       
      Se você que está lendo isso faz parte da equipe do flashrom e quer adicionar os outros 2 chips para os quais códigos foram providenciados aqui e em outros sites na internet, eles estão abaixo, faço votos de que no futuro vocês encontrem os outros 3.  
      Eu provavelmente não segui os protocolos que a equipe do flashrom tanto preza pelo que li no passado, por este motivo não estou oferecendo o código modificado, acredito que vocês farão um trabalho melhor adicionando estes códigos fornecidos abaixo, e também os outros chips com códigos ausentes quando vierem a ser divulgados.
      Toda a comunidade técnica agradece o vosso empenho em manter o flashrom funcionando tão bem, e durante tanto tempo, por favor continuem.  
       
      ene.h
      #define ENE_KB9012_HWVERSION 0xc3 #define ENE_KB9012_EDIID 0x04 #define ENE_KB9022_HWVERSION 0xb1 #define ENE_KB9022_EDIID 0x07 #define ENE_KB9028_HWVERSION 0xc0 #define ENE_KB9028_EDIID 0x07  
      Grato a todos que participaram do tópico, testaram, e deram um duro danado pra chegarmos até onde foi possível.
      Agradecimento especial ao Paul Kocialkowski's, que possibilitou ao flashrom e ao CH341 uma nova vida, ajudando toda a comunidade técnica no processo, bem como também a minha aventura averiguando e modificando o flashrom para fazer algo tão simples como adicionar novos ID de chips, e compila-lo no windows, tendo em vista que já não programo nada útil a mais de 10 anos foi um enorme desafio, e foi bem divertido confesso.
       
      Abraços.
      Jack O'Neo.
       
      ---Novidades: 08/02/19
       
      Então pessoal, como o pessoal do flashrom não se coçou eu resolvi me coçar, compilei duas novas versões que estão disponíveis pra download no mesmo link.
      Uma que grava apenas o kb9022 que já foi testada pelo @Donini II onde deve-se usar exato o mesmo comando, vejam as mensagens no tópico, e depois fuçando mais compilei uma versão que em teoria é capaz de gravar tanto o kb9012 quanto o kb9022 neste caso deve-se alterar o parâmetro de ID do chip para KB9022 (EDI) quando for gravar este chip essa versão ainda precisa ser testada, conto com vocês.

      Agora que achei uma maneira de implementar a adição dos outros chips precisamos que voluntários forneçam o ID dos chips que ainda faltam serem adicionados. KB9010 KB9016 KB9018 KB9028. 
      É muito fácil de conseguir os códigos, tendo feito as conexões conforme as instruções no tópico, basta executar o comando de leitura do chip exato como descrito no tutorial, o flashrom vai dizer que não encontrou o chip KB9012 e vai exibir o código do chip que encontrou, temos fotos e mensagens explicando isso nas respostas do tópico, assim que alguém postar os códigos dos chips aqui eu adicionarei eles ao programa o mais rápido possível. Não tenho mais este gravador, acabei presenteando a um amigo que estava sem, e por isso dependo exclusivamente de vocês para poder dar continuidade nesta empreitada. Com a ajuda de vocês podemos disponibilizar uma versão do flashrom capaz de gravar toda a linha ENE de KBCs no windows, algo que ninguém disponibilizou ainda na internet até onde sei.
      No entanto se o tópico ficar sem respostas neste sentido durante um longo tempo é provável que eu esqueça como fiz as mudanças, e aí não garanto a agilidade na hora de implementar os novos códigos no programa. 
       
      ---Método novo, usando flashrom no windows.---
      Olá pessoal.
      Olhem que ótima notícia, recentemente eu consegui deixar as coisas mais fáceis, agora podemos usar o flashrom modificado do PaulK no windows, para a leitura e gravação dos KBCs Kb9010 / kb9012 / kb9022 etc...  
       
      O único inconveniente é ter que instalar um driver que eu gerei aqui, e que sobrescreve o driver original do aparelho, ou seja, se não for usar o flashrom como programa padrão do ch341A, cada vez que for usar com o programa original, ou com o flashrom, vai ter que reinstalar o respectivo driver, outra opção é instalar um windows 7 numa VM para usar com o flashrom, desta forma evitarás ter que ficar instalando drivers dependendo do uso que for fazer.
       

       
      Extraia a pasta que contém o Flashrom.exe e a DLL para um local de fácil acesso.  
       
      Para instalar o driver é só clicar no InstallDriver.exe e ele vai sobrescrever o driver antigo sozinho caso já esteja instalado, a instalação demora um bocadinho, tenha paciência é normal, foi testado no windows 7 32 e 64 bits, no entanto pode ser que funcione em windows mais novos, talvez precise forçar a instalação ou desativar a exigência de assinatura no driver, quem testar em windows mais novos por favor deixe um comentário dizendo se conseguiu ou não.
      Caso você mude a porta USB pode acontecer do windows instalar o driver antigo na nova porta, se isso acontecer rode a instalação do driver de novo. hehehe
       
      Os comandos utilizados para leitura e gravação etc, são os mesmos utilizados no linux, no entanto esta compilação foi feita para deixar o ch341a como dispositivo padrão de gravação, então podemos omitir nos comandos a seleção do gravador ( -p ch341a_spi ).
       
      Pressione windows+R digite "cmd" e pressione "Enter" navegue até a pasta onde extraiu o flashrom.exe e então é só usar os comandos como abaixo.
      Apesar do flashrom rodar na interface de texto ele é compatível apenas com windows, não tem como executar ele em DOS puro porque o gravador é ligado na USB. 
       
      exemplo:
      No linux:          flashrom -p ch341a_spi -c "KB9012 (EDI)" -r bkpkb90xx.bin -V
      no Windows:  flashrom -c "KB9012 (EDI)" -r bkpkb90xx.bin -V
      Se você tiver optado pelo pacote 1.0 mais atual, o que foi dito sobre o ch341A ser o gravador padrão não se aplica, esqueci de setar isso na hora de compilar, utilize os mesmos comando do linux por favor.
       
       
      Todo o resto do processo é igual na versão original do tutorial que segue abaixo. 
       
      Espero que isso facilite para todos que estavam tendo dificuldade com o linux.
      Abraços.
       
      Eu testei aqui os dois pacotes disponíveis para windows, no 7, 32 e 64 bits, fiz leitura de chips de bios comuns, e também do KB9012 na placa LA-9532p.
      Vou deixar alguns prints e fotos que fiz ao longo dos processos, em ordem cronológica no final do tópico, leitura, verificação, zerar, e gravação de um novo arquivo.
      Funcionou 100% ok, tão bem quanto no linux.
       
      ---Original, usando flashrom no linux.---
      Então pessoal, eu finalmente consegui executar a façanha de ler e gravar os KB90xx sem desembolsar uma nota preta, e estou compartilhando o método pra ajudar.
      Há um artigo na internet explicando como gravar estes chips usando patches para o flashrom que dão suporte a EDI criados por Paul Kocialkowski's, acontece que estes patches já não existem mais para download, impossibilitando seguir o passo a passo exposto lá, penei durante algum tempo até sacar como deveria fazer para contornar a situação, e abaixo sem mais delongas segue:
       
      O que você vai precisar?
      ---------------------------
      1 - Pc com linux Mint 18.1 instalado. (Posso usar um live cd/dvd/usb do mint, ubunto, etc? Pode, mas a perda de tempo será gigantesca cada vez que quiser gravar um KBC.)
       
      1 - Gravador CH341A (O que funcionou aqui é o da placa preta com acabamento dourado, mas imagino que os outros vão funcionar também.)
       
      X - Fios e ou flats para conectar o CH341A à placa mãe.
      (Na pressa de testar e já não havendo tempo hábil pra sair e comprar os flats eu usei fios de um cabo ide de 80 vias, isso cada um vai fazer como achar melhor e prudente, afinal somos todos técnicos né? Este tutorial tem por objetivo solucionar o problema de ter um programa capaz não só de gravar mas também ler os KBC ENE kb90XX, nada impede que a gente ajude com outros detalhes do procedimento a medida que dúvidas forem surgindo, mas pensem e tentem resolver os problemas encontrados para chegar aqui com as dúvidas certas, imagino eu que vou abordar todas as etapas de forma clara.)
       
      A versão de Paulk do flashrom que está disponível no acervo do fórum em:
       
      e que deve ser baixada no linux após a instalação para evitar contratempos, de falta de crédito para refazer o download, ou ter que transferir de outro local o arquivo.
      ---------------------------
       
      Concluí a instalação do Mint 18.1 editado: (64 bits) no pc, e agora?
      Abra seu firefox e acesse o fórum pelo linux para poder copiar os comandos e evitar perda de tempo.
       
      Agora você abre um terminal e digita -> "su" <- (sem as aspas) e entra com a senha que forneceu durante a instalação.
       
      em seguida digite: -> "apt-get update" <- (isso demora um bocadinho, não lembro se pede respostas mas se pedir é "y" e enter.)
       
      quando concluir: -> "apt-get upgrade" <- ( isso demora bastante, mas fique atento pois algumas vezes o processo para esperando por respostas suas, a resposta é sempre "Y" seguido de enter)
       
      Finalmente o upgrade do apt-get terminou e agora?
       
      Agora você vai digitar  -> "apt-get install libusb-1.0" <-
       
      Quando concluir digite -> "apt-get install libusb-dev" <-
       
      Extraia o flashrom na "Área de trabalho" (atenção as letras maiúsculas e minúsculas não lembro se o T era maiúsculo ou minúsculo)
      Acesse a pasta do flashrom na "Área de trabalho" usando o comando "cd Á" após digitar o Á e antes de digitar o enter pressione tab no teclado e ele vai completar, depois digite "cd flash" e tab e enter.
      Dentro da pasta tudo que você tem a fazer é digitar "make install" e se não obtiver uma mensagem de erro o programa já está pronto para ser usado.
       
      -----------------------------------
       
      Posso ter esquecido de algum detalhe, mas acredito que não, se você tiver problemas com mensagens de erro de compilação por favor certifique-se de que tudo correu bem na instalação da libusb1.0 e da libusb-dev, se estiver tudo certo, por favor digite no terminal "apt-get install build-essential", depois digite "make" e depois "make install", não acho que alguém vai precisar fazer isso mas... né? mer*as acontecem.
       
      -----------------------------------
       
      E agora que temos o pc no linux com o flashrom modificado por Paulk instalado o que fazer?
       
      Agora você precisa fazer as conexões entre o gravador e a placa com o KB90xx, esse procedimento varia de placa pra placa, varia também do material escolhido para efetuar as conexões, fios, ou flats com fios soldados, e cada um deve fazer como achar melhor. No meu caso as duas placas usadas para o teste do procedimento eram LA-7912P rev 1.0 uma com chipset SLJ8C e outra com SJTNV as ligações eram idênticas portanto, mas o conteúdo do kb9012qf A3 era diferente.
       
      Abaixo deixo imagens de um outro tópico aqui do fórum mesmo, que mostram as ligações feitas com duas exceções, na imagem o colega sugere aterrar KSO3 e KSO2 sendo que o correto é aterrar apenas o KSO3 que neste caso é o pino4 do conector de teclado, e na imagem não consta a ligação do pino4 do gravador ao terra da placa mãe. (As imagens abaixo servem direitinho para a placa supracitada. Sorte a minha me poupou bastante tempo, elas foram retiradas do tópico: que foi elaborado pelo colega ao qual agradeço pelas imagens e dou o devido crédito. OBS: corrigi uma das fotos para que as ligações fiquem exatamente de acordo com as necessidades do tutorial. 
       

       
      Prestem atenção a um outro detalhe, vocês podem usar os pinos em volta do soquete do gravador levando em conta as equivalências deles com o soquete, eu já tinha fios de um flat de 80 vias soldados naquele adaptador que acompanha o CH341A que usei no passado para testes de gravação de bios direto na placa com o TL866A motivo pelo qual utilizei desta forma, mas teria preferido usar os pinos em volta do soquete caso não tivesse o adaptador pronto.

       
       
      Se aterrarmos também o KSO2 o chip ativa o modo de gravação da Main BIOS SPI, "FlashDirectAccess" conforme orientação do datasheet nesta última imagem abaixo, e neste caso não é isso que desejamos.

       
      -------------------------------------------
      Algumas sugestões de como efetuar a conexão entre o gravador e a placa:
       
      1- No tópico abaixo o @Paulo Noce mostra o uso de uma placa que ele fez para efetuar as conexões do gravador com a placa mãe, nas mensagens abaixo do vídeo tem o esquema da pcb, para que possam replicar.
       
       
      2 - Vocês podem também adquirir estes dois kits prontos que na realidade do meu ponto de vista deveriam ser 1 só, difícil entender o que se passou na cabeça de quem optou por 2 kits...


      Notem que quem for usar esta placa exclusivamente no ch341a pode soldar a barra de pinos que acompanha pelo lado de cima que facilita absurdamente as ligações com a placa, no mesmo estilo 
      Para ligar esta placa dos kits acima no gravador, é só usar os pinos em volta do conector zif do gravador levando em conta as equivalências, e para isso pode usar jumpers femea femea.
      Detalhe Importante: coloquei os links dos kits aí acima, pra poderem ver o que é preciso, mas nunca comprei nada desse site, não me responsabilizo por nada, a minha placa veio no kit do rt809h.
       
      3 - Faça flats como este que o cidadão fez:  
       
      4 - Solde os fios diretamente a placa, como fiz no início, da mais trabalho mas funciona da mesma maneira. 
       
      ------------------------------
       
      -Neo... Eu fiz todas as conexões necessárias o que faço agora?
       
      Confira todas as ligações pelo menos mais uma vez, verifique de acordo com o datasheet e o esquema da placa que vai ler/gravar, se todos os pinos interligados do gravador à placa estão bem soldados e se não há curtos, não esqueça de interligar o terra do gravador com o terra da placa pino4 do soquete 25xx do gravador ou pino GND que varia de acordo com o modelo do gravador.
       
      Se estiver tudo ok, plugue o gravador na porta usb do pc e conecte a fonte do note na placa, use o "dedômetro" para verificar se o gravador esta esquentando, se sim desligue a fonte da placa e re-cheque as conexões, caso não esteja esquentando provavelmente tudo correu bem até aqui e você esta com tudo pronto para usar o flashrom no terminal, e se tudo correu bem na primeira tentativa meus parabéns.
       
      Digite no terminal: (Caso tenha fechado o outro terminal digite "su" e a senha novamente, e entre na pasta do flashrom novamente.)
       
      Para ler o conteúdo do KBC: flashrom -p ch341a_spi -c "KB9012 (EDI)" -r bkpkb90xx.bin -V
      Para apagar o conteúdo    : flashrom -p ch341a_spi -c "KB9012 (EDI)" -E -V
      Para gravar novo conteúdo: flashrom -p ch341a_spi -c "KB9012 (EDI)" -w novoconteudo.bin -V
      Para verificar se deu certo : flashrom -p ch341a_spi -c "KB9012 (EDI)" -v novoconteudo.bin -V
       
      Apesar do tamanho ínfimo do arquivo os processos demoram alguns minutos, tenha paciência.
       
      Se você leu até aqui antes de começar a botar a mão na massa não deve ter passado nenhum apuro, e deve estar comemorando o procedimento realizado com sucesso. ( Assim espero. )
       
      Mas como nada é perfeito, você pode ter enfrentado algum problema, e eu terei prazer em ajudar no que eu puder, apenas queria lembrar que de linux eu não manjo quase nada, e foi o meu amigo André Cúrcio que me auxiliou com a parte que para mim foi a mais complicada, compilar o flashrom do PaulK a partir do snapshot do git dele, então quanto a isso não prometo ser muito útil, e ao André fica aqui registrado meu mais sincero muito obrigado, que se estende também para o Paul Kocialkowski's cujo o trabalho possibilitou a façanha.
       
      - Neo... agora me diga... Quanto tempo demoram os processos?
      A Leitura do KB9012 demora algo entre 6 e 7 minutos.
      Apagar mais uns 10 minutos, mas é desnecessário fazer isso pois quando mandas gravar novo arquivo ele zera o chip primeiro.
      Não calculei bem certo o tempo da gravação, (porque demorou) mas acredito que ficou em torno de uns 15 a 20 minutos.
       
      Abaixo deixo fotos e prints feitos ao testar o processo no windows:
       
      As duas primeiras abaixo são as ligações feitas entre o gravador e a placa.

      Nesta abaixo o processo de bkp do kb9012 acabou de começar, percebam que o segundo led acendeu. 

      Essa abaixo é a tela que deverás ver se tudo correr bem quando mandares ler o chip.

      Abaixo nota-se que  processo foi concluído com exito.

       
      Abaixo uma comparação entre os arquivos lidos com Ch341A e com o RT809H, coincidem 100%.

      Abaixo, é a primeira tela que verás quando mandares apagar ou gravar o chip.

       
      Ele repete isso ai um bom tempo, apaga setor por setor sequencialmente. 

       
      Abaixo a conclusão do processo.

       
      Esta abaixo é a tela que verás quando mandares gravar novo conteúdo no chip.

       
      Quando termina de gravar ele automaticamente começa a verificação do arquivo.

       
      Concluída a verificação sem erros, isso significa que tudo correu bem.  

       
      Aqui eu li novamente o conteúdo do chip pra poder comparar com o arquivo que gravei no cygnus e mostrar que não existem diferenças.

      Alguns dos arquivos salvos e utilizados no processo, renomeei alguns pra facilitar minha vida, e também coloquei o arquivo novo a ser gravado dentro da pasta do flashrom pra não ter que digitar um caminho enorme indicando o arquivo, mas fica a critério de cada um, só não esqueça, o programa diferencia maiúsculas de minúsculas, e se for digitar um caminho tipo c:\bios\notebooks\acer\la 9532p\kb9012 - la9532p - OK.bin, não esqueça das " ", as aspas são necessárias caso exista espaço no nome do arquivo ou das pastas.

       
      Abaixo a última comparação que se dá entre o arquivo que gravei com CH341A e o que foi lido novamente no fim do processo. 

      Acompanhando a sequência de fotos acima é possível ver que todas as etapas começando com a leitura, passando pela gravação, e terminando com a verificação foram concluídas com exito.
      Acho que com todas essas imagens fica bem ilustrado o processo por inteiro. ( Não é história de pescador... ) huaeuhaehuaUEEHAUa
       
      Abraço pessoal, e boa sorte.
       
      OBS:
      ---------------------------------------
      Lista de possíveis erros e soluções, se alguém quiser compartilhar algum basta postar aqui que vou acrescentando.
       
      Em uma das placas ao tentar ler o kb9012 o flashrom informou que não conseguia localizar o mesmo, a placa em teoria estava ok hehehe mas no fim apesar de ter os 19v não estava gerando as fontes primárias, com a re-solda do pwm o defeito foi sanado e foi possível ler normalmente o kbc.
      ---------------------------------------
       
      Links para os arquivos extraídos desta forma:
       

       

      You are not allowed to view links. Sign in or sign up.  
      ---------------------------------------
       
       
      Por favor, se você utilizou o procedimento acima e obteve sucesso deixe um comentário pra gente. 
      Um simples ( Funcionou pra mim! ) é suficiente.
      Se encontrou algum problema que resolveu por conta própria em qualquer uma das etapas, deixe pra gente nos comentários a solução encontrada, outros membros podem passar pelas mesmas dificuldades, e isso seria de grande ajuda pra todos.
      Quem disponibilizar informações úteis tem joinha  garantido.
      Abraços.
       
      P.S: Recentemente o suporte aos chips da ENE foi integrado a versão padrão do flashrom, atualmente no GIT do flashrom, já constam os arquivos do PaulK.
      Agora ta mais mole ainda, podemos inclusive compilar a versão mais atual e provavelmente melhor e mais funcional do código, compilei e anexei no mesmo link do download para windows anterior, quem quiser o mais atual escolha: Driver + Flashrom 1.0 for windows by Neo.rar ao clicar em download.
       
      Editado: várias vezes para correções de ortografia, concordância, pontuação, gramática, e adição de conteúdo.
       
       
    • By junioribje
      bom dia , pessoal estou com Windows ele começa trava quando esta atualização esta disponível , porem já tentei de tudo e nao consigo instalar
      minha placa é uma mahobay

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...