Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Harvorax

duvida de funcionamento de pwm

Avalie este tópico:

Posts em destaque

Harvorax    121

Ola, acho q ja fiz essa pergunta mas estou confuso ainda sobre pwm

 

no caso do pwm da foto ele q gera o 3va e 5va.

mas q tipo de sinal ele precisa para esta com esses 5 e 3v e oq poderia fazer ele para de gerar, tirando esses problemas de diodo ou capacitor em curto e fets, falando diretamente do pwm

ate agora estou vendo q ele precisa ter o IN q é do VIN 19V apartir dai ele ja gera os 5va e 3va?

mas vi q ele tem o vcc de 5v q provavelmente é gerado do 5va como funciona, claro é uma tensao pra ligar uma função do pwm, mas oq ?

esse ON tbm como ele funciona ele tem um retorno para o pwm mas parece q ele recebe 5va

em fim, gostaria de tirar um pouco de duvida com os amigos do forum pra melhorar meus estudos.

para melhor visão vou deixar o datasheet do mesmo

Conteúdo oculto

 

image.php?di=FW0V

 

dados do esquema eletrico

HP G42 G62 CQ42 - QUANTA AX1 INTEL - DA0AX1MB6H1

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Irving_Ramos    40

Tenho uma base de como funciona e o que testar para determinar se o defeito é o pwm em questão ou não. porém também gostaria de ver uma explicação detalhada dos amigos que entendem mais sobre leitura de esquemas e eletrônica.  :)

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Harvorax    121

Tenho uma base de como funciona e o que testar para determinar se o defeito é o pwm em questão ou não. porém também gostaria de ver uma explicação detalhada dos amigos que entendem mais sobre leitura de esquemas e eletrônica.  :)

compartilha ai amigo ^^

gostaria muito de saber

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Irving_Ramos    40

Bom pelo menos ao que eu entendo após verificar a alimentação, deve-se verificar o terminal 7 Low Dropout. caso não esteja com 5V já é um indicio de que o pwm está com defeito. após verificar os sinais de ON1 e ON2, VDD os sinais de referência e as filtragens das linhas que podem estar com problema também.

 

Vale lembrar que cada pwm tem suas características e os terminais a verificar mudam de acordo com o modelo. porém é o que eu acho que pode-se testar. porém também tenho minhas dúvidas se está correto e gostaria de ver uma explicação dos amigos que temos no forum e sabem bastante sobre o assunto.

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Harvorax    121

Bom pelo menos ao que eu entendo após verificar a alimentação, deve-se verificar o terminal 7 Low Dropout. caso não esteja com 5V já é um indicio de que o pwm está com defeito. após verificar os sinais de ON1 e ON2, VDD os sinais de referência e as filtragens das linhas que podem estar com problema também.

 

Vale lembrar que cada pwm tem suas características e os terminais a verificar mudam de acordo com o modelo. porém é o que eu acho que pode-se testar. porém também tenho minhas dúvidas se está correto e gostaria de ver uma explicação dos amigos que temos no forum e sabem bastante sobre o assunto.

 

Abraço!

entao, ate te dei um aplauso pela dica

mas se é o pwm q gera o +5va pq tomar ele como referencia ? *_* heheheh sou cheio dos pq ^^ apaixonado por eletronica quando n entra na cabeça uma coisa ja viu ne.

vamo ae pessoal se alguem tiver disposição de explicar ficaria muito grato

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Irving_Ramos    40

Bom pelo menos ao que eu entendo após verificar a alimentação, deve-se verificar o terminal 7 Low Dropout. caso não esteja com 5V já é um indicio de que o pwm está com defeito. após verificar os sinais de ON1 e ON2, VDD os sinais de referência e as filtragens das linhas que podem estar com problema também.

 

Vale lembrar que cada pwm tem suas características e os terminais a verificar mudam de acordo com o modelo. porém é o que eu acho que pode-se testar. porém também tenho minhas dúvidas se está correto e gostaria de ver uma explicação dos amigos que temos no forum e sabem bastante sobre o assunto.

 

Abraço!

 

entao, ate te dei um aplauso pela dica

mas se é o pwm q gera o +5va pq tomar ele como referencia ? *_* heheheh sou cheio dos pq ^^ apaixonado por eletronica quando n entra na cabeça uma coisa ja viu ne.

vamo ae pessoal se alguem tiver disposição de explicar ficaria muito grato

 

estes 5V que me referi são gerados internamente no pwm. os 3.3 e 5v que passam pelas bobinas ele vai gerar controlando os gates dos mosfets de alta e baixa. aí já é outro esquema...rs

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites

os 5v e o 3v3 , neste caso são gerado pelo CI, isso uma tensão referencia ..... e o mesmo ci por sua vez gera um pulso "PWM" que vai para o gate dos mosfet .... regulando os 19v para 5v e 3v3 respectivamente ..... pois são essas fontes com uma amperagem maior alimenta os perifericos da placa , como HD  etc e tals ....

 

o grande lance pra mim, e uma duvida frequente são os VAI E VEM destas tensões e pulsos ...... tipo ela manda um pulso pro I/O e o I/O da um retorno pra ver se pode liberar os 3 e 5 ... (Claro não são em todas as  placas) .... e por outra vez , recebe um sinal da BIOS ..... e depois manda para chipset .... pra em fim deixar a maquina em ponto de START ...... queria entender melhor ..... não acho nada parecido na internet ... com essas explicações .....

 

 

 

Exemplo: tenho em minhas mãos a dias uma placas de um ACER , LA - 6901P .... me desafiei a consertar .....

 

1- tenho todas as fontes,

2- BIOS Ok

3 - o chipset , já tirei duas vezes de maquina em funcionamento, e uma delas voltei e o chip ta perfeito ... troquei tbm ...

4- o Ci responsável pelos pulsos PWM do CPU ISL95831

 

 

E a maquina ainda continua sem gerar video .... o CPU fica frio .... JÁ postei , pedi ajuda, altas pessoas tbm não arrumam .... e o segredo vai ser ... conhecer de onde vem as informações do CPU para onde vai , como vai ....

 

se alguém quiser estudar comigo eu topo....

aqui estar o tópico :

Conteúdo oculto

 

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Paulo    521

Ao meu ver não há nada melhor pra entender um CI que seu datasheet.

A dica que dou é baixar alguns e ler bastante, acho muito complexo um componente que possui facilmente 15~20 páginas ser explicado em um post!

 

Vai verificar que apesar de nomeclaturas e algumas características distintas, eles se assemelham bastante  entre si, estudando um ISL ou  Maxin por exemplo vai ver muita coisa similar em suas diferentes séries.

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
infosquad    2.107

O datasheet do componente é como o manual dele e lá você pode encontrar todos os detalhes de funcionamento do mesmo, muitas vezes ficamos com o pé atrás pela quantidade de informações que vemos nas suas páginas (que também não são poucas) mas prestando atenção em apenas alguns detalhes já podemos descobrir muita coisa.

 

Vejo que existe uma duvida sobre que tensão aparece e quando aparece, certamente este quadro pode responder muitas questões.

 

 

PS: O Paulo foi mais rápido no enter, mas aproveito para deixar o complemento  8)

rt8206_start.jpg.00628f2aafb94f5fc3d986df1fb0fb78.jpg

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
alejeff    103

Minha sugestão para que vc domine o assunto, é montar o circuito...

Para isto vc só precisará uma ProtoBoard, o CI PWM, uma fonte externa de tensão variável para gerar o VIN no CHIP e lógicamente o DATASHEET que normalmente tem as Aplicações com esquemático para poder  adicionar os componentes auxiliares de polarização de entrada (resistores, capacitores) e os de saída (transistores e bobinas "coil" )

Se você tiver um o  Osciloscópio será o ideal....

Aí é só ter muita determinação para ler o Datasheet para poder ir trocando componentes de polarização e ver o resultado acontecer.

Conforme vc pode ver o Datasheet tendo o VIN, o próprio chip gera o restante (se devidamente polarizado com componentes externos)

O verdadeiro projetista foi o carinha que fez o CHIP, a nós cabe somente interpretar o DataSheet e fazer as polarizações..e se você puder ir integrando mais CHIPS, você consegue fazer uma infinidade de aplicativos.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Harvorax    121

Pessoal matei o defeito ... :o

opa

pelo q eu vi o seu problema seria facilmente resolvido se a gente tivesse nossao q pulso é esse q o pwm tem q receber para controlar o gate dos fets. ja é um inicio

agora com seu diagnostico vimos q quem manda é o i/o

amanha de noite vou estudar o datasheet e ver se essa minha logica tem fundamento

qualquer um q queira me corrigir ou acrescentar fique a vontade

muito produtivo topicos assim. estou gostando

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
frankfox    33

Vamos ver se eu fiz a lição de casa

 

Para o pwm funcionar ele recebe um sinal de onda quadrada do Super i/o

 

O circuito após o pwm é composto por 2 Mosfets, 1 Bobina e Capacitores, para que os mosfets sejam acionados o pwm manda uma frequência para o Gate dos mosfets que assim acionam a passagem de corrente, porém quando o modelo de pwm não fornece corrente suficiente para o mosfet é colocado um driver entre o pwm e o mosfet, nesse caso precisa ver no esquema se tem ou não o driver

 

No pwm tem duas saidas High-Side e Low Side, com um frequencimetro pode-se medir essa frequencia em que High-Side vai ter uma frequência maior que Low_Side

 

Anexei duas imagens retiradas de um curso X

 

É isso?

pwm.jpg.f9354fcb73a5f56f5eaea18076b86bce.jpg

pwm2.jpg.2ff9421b226ab0383a612322e591cb11.jpg

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Paulo    521

Na verdade existem alguns outros pontos a serem considerados, e que vão depender de que tipo de PWM estamos tratando, por isso volto a frisar que o ideal para entendimento completo do componente é a leitura do seu  datasheet. Um PWM de Vcore será diferente e terá características que irão variar  de um charge, de um responsável pelas fontes primárias ou outro de  fontes secundárias. T

 

Existem dados importantes a serem levados em consideração, entre eles (mas não só isso):  referências, habilitação, comparação, feedback, monitoramento de corrente, duty cicle etc..

 

 

 

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Ruivo    85

O PWM é a modulação por largura de pulso, ou seja, quanto maior a largura da onda maior a alimentação entregue a carga. No nosso caso, notebooks, os PWM(s) são os responsáveis em controlar  a voltagem bem como a corrente dos transistores Mosfets das fontes; primárias e secundárias.  O multi i/o só liga ou desliga o PWM através do PGOOD, não tem qualquer participação na modulação do pulso fornecido aos Mosfets.

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Harvorax    121

O PWM é a modulação por largura de pulso, ou seja, quanto maior a largura da onda maior a alimentação entregue a carga. No nosso caso, notebooks, os PWM(s) são os responsáveis em controlar  a voltagem bem como a corrente dos transistores Mosfets das fontes; primárias e secundárias.  O multi i/o só liga ou desliga o PWM através do PGOOD, não tem qualquer participação na modulação do pulso fornecido aos Mosfets.

entao se o pgood estiver com problema, e o pwm devidamente alimentado, o i/o q esta com problema?

se eu estiver certo o q posso fazer para ter certeza sem ser trocando o i/o

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
infosquad    2.107

Power good no caso de um PWM é um sinal que sai do mesmo para avisar que esta tudo funcionando devidamente, ele costuma estar "interligado" com os power good das demais fontes de maneira que se alguma fonte falhar o sinal terá um valor baixo (L).

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Ruivo    85

Power good no caso de um PWM é um sinal que sai do mesmo para avisar que esta tudo funcionando devidamente, ele costuma estar "interligado" com os power good das demais fontes de maneira que se alguma fonte falhar o sinal terá um valor baixo (L).

 

Sim, os Pgood1 e Pgood2 chegam no Multi I/O, e se houver alteração, o multi i/o desarma as outras fontes.

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Alex    288

eu acho que a dúvida do colega é acerca de como funciona um ci regulador pwm em geral.

 

então, concordo plenamente com o colega paulo, quando ele indica o estudo de alguns datasheets como exemplo, porque o funcionamento dos reguladores pwm é muito semelhante entre eles. depois de percebermos o funcionamento de dois ou três modelos, torna-se fácil compreender as diferenças, que dependem de um contexto, ou seja, da sua função no circuito, como por exemplo no circuito de charge, etc.

 

ou seja, por exemplo, não me parece importante numa primeira fase sabermos de onde vem o primeiro sinal de on/en/shdn, etc., mas sim que o regulador pwm necessita de um sinal de nível alto nesse pino para ser activado, assim como também depois de receber os respectivos sinais de feedback, ele envia sinais de nível alto de powergood, etc.

 

porque depois desta fase, o que queremos aprender a seguir é como se processa o circuito de tensão. e depois, esses sinais enable podem vir do s/io, da ps, do powergood de outro regulador, etc. mas para compreendermos isso, precisamos de entender também os power states, como são libertados, por que ordem, etc.

 

e há algo muito importante a ter em conta. quem manda no circuito de tensão é invariavelmente a ps - o s/io é um subordinado dela e neste contexto ele só cumpre as suas ordens. dependendo das arquitecturas, a ps pode delegar algumas tarefas, mas no fim, o seu resultado tem sempre de ser-lhe comunicado pelo s/io. esta noção de hierarquia expressa pelo diagrama em blocos é muito importante e temos sempre de a ter em mente.

 

parabéns a todos pela contribuição neste tópico. depois vou distribuir joinhas 8)

 

p.s. por vezes uma imagem vale mil palavras e acho que, no datasheet deste pwm, os gráficos com medições com osciloscópio podem ajudar a perceber algumas partes do seu funcionamento.

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
jubadasilva    148

poxa legal

pra mim os 5va era gerado so nos fet depois do pwm

muito obrigado

 

Em primeiro lugar, quando suspeito de um componente, procuro o datasheet e verifico a tabela de funcionamento, quais os sinais que precisa para funcionar. Ligo o osciloscópio e mão a obra. vale lembrar que esses componentes recebem habilitações de outros e muitas vezes o problema é periférico.

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
diaulasjr    210

Os joinhas vão comer na alta aqui, pessoal disposto a ajudar sempre...

 

Parabéns a todos os participantes no forum que estao de prontidão a ajudar, esclarecer duvidas...

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Ruivo    85

Bom dia a todos, gravei esse vídeo na bancada, com um celular, e estou postando para os colegas observarem o pulso de chaveamento(pwm) das fontes de 3v e 5v do notebook HP G42, conforme a duvida do colega Harvorax.

Espero ajudar.

Obrigado,

Ruivo

 

Conteúdo oculto

  • Joinha 1

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Harvorax    121

Ruivo, vc foi praticamente uma mae agora, obrigado por investir o seu tempo pra dispor esse material aqui.

joinha merecido e bota merecido nisso ^^

essa onda é quadrada ou triangular ?

lindo seu osciloscópio *_*, to na luta pra comprar um logo.

so n intendi esse ciclo de 1% a 99% onde vc viu isso no osciloscópio?, seria a porcentagem da largura do pulso ?

Compartilhar este post


Link para este post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está bloqueado e não pode receber novas mensagens.

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×