Jump to content

Rate this topic


 Share

Recommended Posts

Olá, bom dia/boa tarde/boa noite. Sou estudante do curso técnico em mecatrônica e estou encontrando alguns empecilhos no desenvolvimento do meu projeto de conclusão de curso. O projeto consiste numa lixeira seletiva automática e funcionaria da seguinte maneira*:

Haveriam 4 sensores pelo lado de fora, o usuário iria aproximar o lixo (um por vez) nesses sensores e eles iriam identificar o material. Logo após a identificação, a portinha abriria e a pessoa jogaria o lixo (um por vez) dentro de uma espécie de caixinha (similar a um vagão de trem) que teria o fundo inclinado e uma barreira que impedisse que o lixo caísse. Depois, essa caixa iria se mover em direção ao reservatório correspondente ao lixo e a barreira abaixaria, permitindo que o caia dentro do reservatório.

Estamos encontrando empecilhos nos seguintes tópicos: 

-Como vocês sabem, o Brasil é um país que infelizmente não é muito consciente em relação a reciclagem de materiais. Em um cenário possível, uma determinada pessoa poderia simplesmente jogar dois materiais ao mesmo tempo, não respeitando a regra de um por vez. 

-Outro empecilho, é em questão a materiais relativamente leves, no caso do papel. Caso o papel esteja engordurado ou molhado, ele poderia facilmente parar no meio da rampa da caixa e não cair dentro do reservatório.

 

Acham viável investir nesse projeto, ou recomendam que eu troque de ideia? Caso concordem com o primeiro caso, teriam alguma sugestão de melhoria? 

 

Agradeço desde já a ajuda 🙂 😘

Edited by AdrielliLima
Link to comment
Share on other sites

Boa tarde,

 

Primeiramente venho lhe parabenizar pelo empenho, creio que no panorama atual, o mundo pede por mais soluções sustentáveis.

 

Em relação ao seu projeto, você já definiu seu escopo? Já possui em mente as preliminares e de que modo o faria?

Procurou se já existem soluções similares atualmente? Um dica,  seria otimizar um sistema já existente, mas de todo modo sua ideia é boa.

 

Bom trabalho.

Link to comment
Share on other sites

Então, os brasileiros tem mesmo um comportamento meio idiota relativo a reciclagem, mas aqueles que procuram por espaços corretos de descarte tendem a ser menos imbecis.

Se a ideia for colocar um seletor como este em cada esquina de todas as cidades logo de cara, melhor encontrar outra ideia, já se a ideia for colocar um grande seletor em pontos específicos das cidades, principalmente naquelas em que ainda não contam com a coleta seletiva, dando a opção de pessoas com algum esclarecimento destinarem melhor o seu lixo aí me parece uma ideia inteligente.

 

Remodelei a tua ideia de equipamento na minha cabeça veja aí se é aceitável...

 

Podes utilizar seja lá qual for a tecnologia que estas usando para identificar os materiais em conjunto com balanças, para saber qual o peso dos objetos em questão.

Pensei que seria mais fácil utilizar um mecanismo de toneis com abertura no topo, sendo assim, o cidadão coloca o produto de descarte no local onde será identificado e pesado, ao determinar o descarte correto para o item o tonel adequado abre sua tampa, a pessoa joga o item dentro do tonel, um sensor poderia ser utilizado para averiguar a passagem do objeto ou dos objetos, que cairiam numa cesta com balança, a balança compararia o peso total com o peso aferido no mecanismo de identificação, não havendo incongruências o material cai da cesta aonde deveria, caso o sensor detecte mais de um objeto ou caso a balança discorde do peso em questão teria que bolar um mecanismo de devolução (inicialmente pensei em abrir uma porta lateral e jogar o lixo de volta nos pés do cidadão, mas isso não incentivaria o uso do equipamento huauaeuauhea, então seria melhor encontrar outra solução).

Lembrando que materiais contaminados não podem ser reciclados e precisam de um contêiner apropriado, e caso o seletor seja dotado da capacidade de falar, ele poderia alertar o usuário sobre isso. 

Sem maiores detalhes da pretensão de uso, o que eu pude pensar foi isso aí. 

Link to comment
Share on other sites

6 horas atrás, Jack O'Neo disse:

Então, os brasileiros tem mesmo um comportamento meio idiota relativo a reciclagem, mas aqueles que procuram por espaços corretos de descarte tendem a ser menos imbecis.

Se a ideia for colocar um seletor como este em cada esquina de todas as cidades logo de cara, melhor encontrar outra ideia, já se a ideia for colocar um grande seletor em pontos específicos das cidades, principalmente naquelas em que ainda não contam com a coleta seletiva, dando a opção de pessoas com algum esclarecimento destinarem melhor o seu lixo aí me parece uma ideia inteligente.

 

Remodelei a tua ideia de equipamento na minha cabeça veja aí se é aceitável...

 

Podes utilizar seja lá qual for a tecnologia que estas usando para identificar os materiais em conjunto com balanças, para saber qual o peso dos objetos em questão.

Pensei que seria mais fácil utilizar um mecanismo de toneis com abertura no topo, sendo assim, o cidadão coloca o produto de descarte no local onde será identificado e pesado, ao determinar o descarte correto para o item o tonel adequado abre sua tampa, a pessoa joga o item dentro do tonel, um sensor poderia ser utilizado para averiguar a passagem do objeto ou dos objetos, que cairiam numa cesta com balança, a balança compararia o peso total com o peso aferido no mecanismo de identificação, não havendo incongruências o material cai da cesta aonde deveria, caso o sensor detecte mais de um objeto ou caso a balança discorde do peso em questão teria que bolar um mecanismo de devolução (inicialmente pensei em abrir uma porta lateral e jogar o lixo de volta nos pés do cidadão, mas isso não incentivaria o uso do equipamento huauaeuauhea, então seria melhor encontrar outra solução).

Lembrando que materiais contaminados não podem ser reciclados e precisam de um contêiner apropriado, e caso o seletor seja dotado da capacidade de falar, ele poderia alertar o usuário sobre isso. 

Sem maiores detalhes da pretensão de uso, o que eu pude pensar foi isso aí. 

 

Boa tarde amigo, excelente suas orientações.

 

Percebi que da maneira relatada, o projeto ficará semelhante ao "Projeto LISA: Lixeira Inteligente Seletiva Automática" da UFPB. Caso o autor do tópico tenha interesse, vale a pena pesquisar e estudar alguns artigos sobre o tema.

 

Abraço.

Edited by fernandohf
Link to comment
Share on other sites

8 horas atrás, fernandohf disse:

Boa tarde,

 

Primeiramente venho lhe parabenizar pelo empenho, creio que no panorama atual, o mundo pede por mais soluções sustentáveis.

 

Em relação ao seu projeto, você já definiu seu escopo? Já possui em mente as preliminares e de que modo o faria?

Procurou se já existem soluções similares atualmente? Um dica,  seria otimizar um sistema já existente, mas de todo modo sua ideia é boa.

 

Bom trabalho.

Temos um escopo sim, já bolamos uma estrutura também. Só tivemos esses empecilhos e por isso pedi a opinião de outras pessoas, pra entender se é ou não uma boa ideia. No mais, agradeço os elogios😉

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...