Jump to content
Kerbergabriel

notícia Celular arrecada R$ 84 milhões em 15 segundos; conheça o Oppo Find X3

Rate this topic

Recommended Posts

Celular arrecada R$ 84 milhões em 15 segundos; conheça o Oppo Find X3

 

Novo smartphone da Oppo traz ficha técnica de ponta, câmera quádrupla e bateria de 4.500 mAh.

 

image.png.a92f8646288625ad49485de58f0341d7.png

 

As vendas do novo Oppo Find X3 começaram oficialmente na China na última sexta-feira (19) e geraram uma receita de 100 milhões de yuans (cerca de R$ 84 milhões em conversão direta) em apenas 15 segundos. O smartphone de ponta traz conjunto de câmera quádrupla, tela com taxa de atualização de 120 Hz e processador Snapdragon 870.

O Oppo Find X3 foi anunciado no dia 11 de março com preço sugerido a partir de 4.499 yuan, cerca de R$ 3.800. A linha conta ainda com o modelo Find X3 Pro, que traz mais memória RAM e chip de cinco nanômetros. Ainda não há previsão de chegada do smartphone no Brasil. A seguir, conheça todos os detalhes e ficha técnica do lançamento.

 

image.png.17bd850ed73c205fd0aaa57fbc60f816.png

Oppo Find X3 arrecadou R$ 84 milhões em 15 segundos — Foto: Divulgação/Oppo

 

Tela e design

O Oppo Find X3 chega com display AMOLED curvado de 6,7 polegadas, resolução de 3126 x 1440 pixels e suporte para até 1 bilhão de cores na tela. O painel conta com taxa de atualização de até 120 Hz, que se adapta ao conteúdo e tipo de atividade para preservar energia, podendo chegar a apenas 5 Hz. Um pequeno recorte no canto superior esquerdo da tela abriga a câmera de selfies.

O aparelho tem acabamento em vidro espelhado e três opções de cores: preto, azul e branco. Na parte traseira, o dispositivo se curva em uma pequena saliência onde ficam alojadas as câmeras.

 

image.png.0f435e5a30b76ad4b8527f4c974c8918.png

O Oppo Find X3 tem tela AMOLED e acabamento espelhado — Foto: Divulgação/Oppo

 

Câmeras

O Oppo Find X3 traz conjunto de quatro câmeras na traseira que seguem a seguinte disposição:

  • Principal: 50 MP e abertura f/1.8
  • Ultra wide: 50 MP e abertura f/2.2
  • Teleobjetiva: 13 MP e abertura f/2.4
  • Microcâmera: 3 MP e abertura f/3.0

 

image.png.3fd0c8133c80f19050f6edb190b386ed.png

Oppo Find X3 conta com sistema de câmera quádrupla — Foto: Divulgação/Oppo

 

A câmera principal e a ultra wide utilizam o mesmo sensor Sony IMX 766 de 50 MP. Completam o conjunto fotográfico traseiro a lente teleobjetiva com zoom híbrido de até 5x e uma micro câmera, que seria como um sensor macro, porém mais poderoso. Capaz de ampliar a imagem em até 60x, a microcâmera traz um anel de flash LED ao redor e promete capturar detalhes invisíveis a olho nu. Em termos de vídeo, o aparelho captura gravações em 4K e a 30/60 fps.

Na parte frontal, uma câmera de 32 MP pode ser usada para fazer selfies e vídeo chamadas.

 

 

image.png.0cbaf5a43de2ac99699578c8f1baf99f.png

A micro câmera do Oppo Find X3 captura detalhes invisíveis a olho nu — Foto: Divulgação/Oppo

 

Desempenho

O Oppo Find X3 traz processador Snapdragon 870, um octa-core com velocidade de até 3,2 GHz. O smartphone tem memória RAM de 8 GB e duas opções de armazenamento interno de 128 GB ou 256 GB. É importante destacar que o aparelho não tem entrada para cartão microSD.

 

Bateria

A capacidade da bateria do Oppo Find X3 é de 4.500 mAh com suporte para carregamento Super Vooc de 65 W, que promete 40% de carga em 10 minutos. O dispositivo também suporta carregador sem fio Air Vooc de 30 W e carregamento reverso.

Diferente das rivais Apple e Samsung, que tomaram a polêmica decisão de tirar o carregador da caixa, o Oppo Find X3 acompanha o acessório.

 

image.thumb.png.7ec4773635ad33a7008d3b6032fbe55f.png

 

Android e recursos adicionais

O Find X3 roda Android 11, que funciona sob a interface ColorOS 11.2, desenvolvida pela Oppo. Dentre os recursos disponíveis, o destaque fica por conta do suporte à internet 5G. Em termos de biometria, o dispositivo traz leitor de impressões digitais sob a tela. O Oppo Find X3 traz suporte ao NFC, Bluetooth 5.2 e entrada USB-C. O dispositivo acompanha carregador e fone de ouvido na caixa.

 

Preço e disponibilidade

Apresentado em 11 de março, o Oppo Find X3 começou a ser vendido oficialmente na China no dia 19. A versão de 128 GB de armazenamento está disponível por 4.499 yuan (cerca de R$ 3.800), enquanto o modelo de 256 GB custa 4.999 yuan (cerca de R$ 4.250). Não existe previsão de chegada do dispositivo em território brasileiro.

Ficha técnica do Oppo Find X3

  • Tamanho da tela: 6,7 polegadas
  • Resolução da tela: 3126 x 1440 pixels
  • Painel da tela: AMOLED
  • Câmera principal: quádrupla, 50, 50, 13 e 3 MP
  • Câmera de selfie: 32 MP
  • Sistema: Android 11
  • Processador: Snapdragon 870
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento (memória interna): 128 e 256 GB
  • Cartão de memória: não
  • Capacidade da bateria: 4.500 mAh
  • Cores: azul, branco e preto.

Com informações de GizmoChina e GSM Arena

 

Link: https://www.techtudo.com.br/noticias/2021/03/celular-arrecada-r-84-milhoes-em-15-segundos-conheca-o-oppo-find-x3.ghtml

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Po.. o preço de smart phone so SoBe...

Jajá os telefones mais baratos, serão da positivo e custará uns 2mil..kkkkkkkkkkkkk 

O dinheiro só desvaloriza!

 

 

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By vagner12
      meu globalsat gs120 esta travado em boot e nao aceita recovery usb
       
    • By leo1405
      Início » Aplicativos e Software » Windows 11: Microsoft dá nova pista em vídeo de 11 minutos antes do evento
      Windows 11: Microsoft dá nova pista em vídeo de 11 minutos antes do evento
      Vídeo da Microsoft reproduz sons de inicialização do Windows 95, XP e 7 em velocidade reduzida; Windows 11 pode chegar em breve
       
      A Microsoft deve apresentar o sucessor do Windows 10 no fim do mês. Mas enquanto o suposto Windows 11 não chega, a companhia publicou uma compilação com os sons de inicialização do Windows 95, XP e 7 em velocidade reduzida no YouTube nesta quinta-feira (10). O vídeo, que deixa novos rastros sobre a próxima geração do sistema operacional, tem 11 minutos de duração.
       
      O teaser reúne uma sequência com os sons que são reproduzidos ao ligar computadores com Windows 95, XP e 7, nesta ordem. Além de juntá-los, a Microsoft reduziu a velocidade de reprodução dos áudios em 4.000%. O resultado foi um vídeo de 11 minutos dedicado ao próximo evento da empresa.
      “Está tendo problemas para relaxar porque está muito animado para o Evento da Microsoft de 24 de junho?”, afirmaram na descrição do vídeo. “Faça uma viagem lenta pela linha da memória com os sons de inicialização do Windows 95, XP e 7 desacelerados para uma velocidade meditativa e reduzida em 4.000%”.
      Ao final, a Microsoft faz um convite para acompanhar a coletiva. “Assista à transmissão ao vivo”, afirma o vídeo junto à data do evento que acontecerá no fim de junho.
      Microsoft deve apresentar Windows 11 em junho
      A expectativa é de que a Microsoft apresente a nova versão do sistema no dia 24. As apostas giram em torno do Windows 11, o sucessor do Windows 10 que deve chegar com mudanças no visual, como cantos arredondados em janelas, e outras novidades. Mas há quem espere, também, que o software se chamará somente Windows.
      No fim de maio, o CEO da companhia, Satya Nadella, informou que a próxima geração do Windows 10 já está a caminho. “Em breve, compartilharemos uma das atualizações mais significativas do Windows na última década para abrir maiores oportunidades econômicas para desenvolvedores e criadores”, disse na conferência Build 2021.
      O evento da Microsoft está marcado para 24 de junho de 2021.
       
      Com informações: The Verge
       
       
       
       
       
       
      Windows 10 não terá novas prévias antes de anúncio do Windows 11
      Próxima geração do Windows 10 chega em breve, diz CEO da Microsoft
      Windows 11: Microsoft dá indícios de nova geração do sistema operacional
      Windows 10: ex-Microsoft conta por que som de inicialização fica inativo
      Windows 10 ainda é uma atualização grátis, diz funcionária da Microsoft.
    • By elias.girardi
      Ao longo dos últimos meses, a Microsoft e toda a imprensa mundial se referia à atualização do Windows 10 pelo codinome “Sun Valley”. Agora, novas informações dão conta de que o Sun Valley pode ser na verdade o novo Windows e que a gigante do software pode adotar o apelido como nome oficial do sistema em vez do tradicional numeral.
       
      A metadescrição HTML de uma página específica da Microsoft na web trouxe os seguintes dizeres: "Aprenda sobre gerenciamento de aplicativos no Windows 10 e no Windows Sun Valley". Esse era um nome interno e poderia ter subido para o site por engano, sem que houvesse a atualização, tanto que o conteúdo foi logo removido do ar.
       

      Parece que o Windows 11 será chamado de Sun Valley (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
       
      Essa mudança de rumo significaria adeus à nomenclatura sequencial das versões anteriores do Windows. Historicamente, as atualizações do Windows são contabilizadas em números tais como 3.11, 95, 98, 7, 8, 8.1 e o Windows 10 — com exceções, como as versões Millenium, XP e Vista.
       
      Windows Sun Valley x Windows 11
       
      Com o grande evento da Microsoft agendado para 24 de junho, definido para revelar o futuro do sistema operacional, o que circula na web é um teaser da luz do sol ultrapassando o logotipo do Windows para formar um número onze abaixo dele. Isso fez com que as pessoas pensassem se tratar do nome do sistema, mas poderia ser apenas uma referência.
       
      Sun Valley significa Vale do Sol, em tradução livre, por isso faria sentido usar uma imagem dos raios emitidos pelo Astro-Rei atravessando uma janela para se referir ao novo Windows.
       
      A única coisa que se pode concluir desse suposto vazamento é que a Microsoft deve trabalhar o novo Windows como algo autônomo e desvinculado da versão atual. Antes, esperava-se que o Sun Valley fosse apenas uma atualização específica do Windows 10, e um suposto Windows 11 fosse algo à parte. Agora, parece que ambos são a mesma coisa e que o mundo estará diante de uma versão 100% independente.
       
      O jeito é ficar ligado para conferir novos vazamentos e esperar, com ansiedade, a chegada do dia 24 de junho de 2021. Como está a sua expectativa para o anúncio da Microsoft? Deixe a sua opinião nos comentários.
       
      Fonte: https://canaltech.com.br/windows/windows-11-pode-ser-oficialmente-chamado-de-windows-sun-valley-sugere-vazamento-186936/
       
    • By elias.girardi
      Recentemente, o processador Intel Core i7-1195G7 apareceu em testes de desempenho do Geekbench e surpreendeu nos resultados. Desenvolvido para notebooks ultraleves, o modelo obteve uma pontuação comparável com o desempenho encontrado em processadores para desktop, tais como o Core i5-11600K e até mesmo o poderoso Ryzen 9 5950X, da concorrente AMD.
       
      O que mais chamou atenção nos resultados do Core i7-1195G7 foi seu desempenho nos testes de um único núcleo — também conhecidos como "testes single-core". Mais especificamente, o processador da 11ª geração da Intel, Tiger Lake, alcançou a média de 1680 pontos nesta categoria e contou com uma frequência base de 2,89 GHz e uma máxima de 4,98 GHz para realizar o feito.
       
      Apesar do Core i7-1195G7 ter obtido um resultado semelhante ao encontrado em processadores de desktop na performance de testes single-core, vale ressaltar que esse feito possivelmente não será replicável pelos consumidores.
       
      Isso acontece devido à natureza dos testes de estresse, que não apenas exigem uma grande quantidade de energia elétrica para alcançar o máximo desempenho dos modelos, mas também liberam uma grande quantidade de calor como consequência do processo. Sem a precaução e refrigeração adequada, o equipamento pode sofrer danos irreparáveis.
       

      Resultados do Core i7-1195G7, no modelo protótipo NV4XMJ, da CLEVO. (Fonte: VideoCardz / Reprodução)Fonte:  VideoCardz 
       
      Desempenho em testes multi-core
       
      Tratando-se de seu desempenho em testes de múltiplos núcleos, o Core i7-1195G7 alcançou a média de 6005 pontos e não desaponta, mas também não pode ser comparável ao resultado encontrado nos processadores para desktop. Por exemplo, o Core i5-11600K alcançou a média de 6955 pontos nesta categoria, enquanto o Ryzen R9 5950X ultrapassa com facilidade a faixa dos 17000 pontos — um aumento médio de 15% e 183%, respectivamente.
       
      Mesmo assim, o Core i7-1195G7 ainda se destaca e continua impressionando com o seu desempenho, especialmente ao considerar seu nicho. O modelo foi lançado recentemente pela Intel e em breve deve estrear em notebooks ultraleves.
       
      Fonte: https://www.tecmundo.com.br/produto/218937-novo-intel-core-i7-1195g7-aparece-testes-surpreende.htm

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...