Jump to content

notícia Novo drone pode ser carregado em fios de alta tensão durante voo

Rate this topic


djsync
 Share

Recommended Posts

Posted (edited)

cropped-400kV.thumb.png.6d2a7027f0552978da90e80d40efb793.png

 

Pesquisadores da Universidade do Sul da Dinamarca (SDU) divulgaram recentemente um novo tipo de tecnologia que poderá representar uma revolução, tanto para os serviços de inspeção em concessionária de energia elétrica quanto para a autonomia da indústria de veículos aéreos não tripulados (UAVs). Trata-se de um drone que pode recarregar suas baterias durante o voo, usando fios de alta tensão.

 

E2T0IvCXMAIo0q2.thumb.jpg.fa8329d516a44728e6c91193e602dfce.jpg

 

Embora os UAVs sejam apontados como o futuro paradigma para a solução de inspeção de infraestruturas civis, a vida útil reduzida de suas baterias tem se constituído em uma limitação de sua operacionalização definitiva.

E2T0IvIWUAEw8dg.thumb.jpg.b50bac3a4e61af4aada9d87973ae0f1c.jpg

 

Por isso, a solução de reabastecimento durante o voo, principalmente se estendida a diversos modelos de equipamentos, pode ser implantada em um tempo relativamente curto para inspecionar linhas e torres de energia elétrica, pontes e ferrovias, entre outras.

 

Como funcionam os drones autorrecarregáveis da Dinamarca?

A pesquisa da SDU utilizou aeronaves produzidas pela empresa Drones4Energy, um consórcio de grupo dinamarqueses que investem em uma operação autônoma e regular de aprendizado de máquina, para impulsionar enxames de UAVs a trabalhar na manutenção dos 7 mil quilômetros de linhas de energia naquele país.

 

Um dos autores do estudo "Microsserviços para inspeção autônoma de UAV com simulação de UAV como serviço", publicado no mês passado na revista Simulation Modelling Practice and Theory, o pesquisador Emad Samuel Ebeid explica que a primeira missão dos novos drones será colocar sensores para inspeção dos cabos de alta tensão, uma tarefa que implica atualmente no corte temporário da eletricidade.

 

A expectativa da Drones4Energy é que a implantação definitiva dos drones autorrecarregávies acelere a hoje lenta tarefa de instalação de sensores. Esse tipo de monitoramento remoto, por sua vez, poderá reduzir a própria frequência dos voos de inspeção. A relevância da nova tecnologia deverá se traduzir em exportações do equipamento para o mundo inteiro.

 

fonte: tecmundo

Edited by djsync
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

confesso que fiquei em duvida em relação da maneira que será carregado, como vai conseguir um diferencial de potencial (não imagino que ele vá entrar em contato nas duas fases para tal feito) será que será por indução? é gerado um enorme campo eletromagnético nessas torres, principalmente em momentos de alto uso!

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...