Jump to content

Uma empresa quer proibir a venda de quase todos os smartphones Android

Rate this topic


FLAVIOTECH
 Share

Recommended Posts

Android.jpg

 

Quem já ouviu falar em uma empresa chamada Creative levanta a mão! Você não levantou, né? Não é surpresa, já que a companhia de Cingapura é bem pouco reconhecida, tendo como principal destaque os produtos de áudio e a linha Zen de media players. Esta empresa desconhecida quer tirar quase todos os smartphones Android de circulação dos Estados Unidos.

 

Exatamente. A empresa recorreu à ITC (Comissão Internacional do Comércio dos EUA, na sigla em inglês) e registrou uma queixa alegando que, basicamente, todos os smartphones Android no país estão infringindo suas patentes relacionadas aos produtos Zen enquanto reproduzem música. Mais especificamente, a reclamação é pelo fato de os aparelhos usarem um sistema de menu hierárquico para exibir listas de músicas e álbum. Por isso, todos devem ser banidos.

 

Na acusação, a empresa tenta proibir a venda dos smartphones da Samsung, da Motorola, da Lenovo, da LG, da Sony, da HTC, da Lenovo, da BlackBerry e até da ZTE. Em teoria, todas as maiores empresas do mercado deveriam ser proibidas se a reclamação for acatada.

 

No entanto, na prática a história é outra. Em casos como esse, é bem pouco provável que a empresa realmente queira banir os produtos das outras; um objetivo muito mais plausível é tentar arrancar dinheiro das outras companhias, preferencialmente com indenização e royalties sobre a comercialização de celulares.

 

Acha que a reclamação da Creative é infundada? O processo pode ser maluquice, mas esse tipo de coisa pode ter sucesso. A empresa já foi atrás da Apple há uma década exatamente pelo mesmo motivo e conseguiu um acordo de US$ 100 milhões. Como o ecossistema Android inclui muito mais empresas e aparelhos, o potencial de estrago deste processo é maior, possivelmente causando o banimento de vários modelos, mas o mais provável é que o acordo seja mais caro.

 

Se a reclamação for julgada procedente, será bem difícil para as empresas acusadas criarem uma forma de driblar a patente da Creative, por ser muito genérica. Esse é o propósito de um processo como esse: forçar as empresas a pagarem pela licença de uso de algo muito simples e básico, mas que não pode ser evitado.

 

A questão que fica é quanto tempo vai demorar para surgir um resultado destas acusações. O Android Central explica que a ITC vai investigar o caso e costuma demorar para agir, e isso pode só ter efeito em alguns anos. Se o órgão julgar procedente a reclamação, também é provável que a questão se arraste por mais anos em tribunais.

 

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/noticia

 

Gostou? Retribua com um j+  8):)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...