Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'notícia'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Notices, News and Rules
    • How does the forum work? (Portuguese)
    • How does the forum work?
    • How does the forum work? (Spanish)
    • File manager
    • News
    • Disassembling of Notebooks, Smartphones and etc ...
  • Electronics
    • Eletrônica em Geral
    • TV Receivers
    • Arduino
    • Treinamento Eletrônica
    • Ferramentas para eletrônica
    • Projetos, Montagens e Mecatrônica
    • TVs de PLASMA, LCD, LED e CRT
    • Vídeo Games
    • Aparelhos de Som, GPS, Gadgets e Tecnologia
    • Celulares, Smartfones e Câmeras fotográficas
    • Tablet, Ipad
    • Fontes & No-Breakes
    • Eletrônica Automotiva
  • Computing
    • Notebook's
    • Motherboards, PCs, All in One & Cia
    • Recuperação de Arquivos e Mídias
    • Monitores e Projetores
    • Impressoras e Copiadoras
    • Redes e Internet
  • Software
    • Webmaster
    • Linux - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Windows - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Mac OS - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Segurança antivírus
  • Diversos
    • Trocas, Vendas e Promoções
    • Jogos
    • ELetrotreco
    • Apresentações
    • Assuntos Diversos
    • Sugestões para Melhoria
    • Filmes, séries, animes e músicas
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Samsung washing machine panel repairópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Error codes E8
  • Repair of large household appliances, white goods's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Hello !

Categories

  • All in One - Wiring Diagrams
  • All in One - Bios
    • AOC
    • Asus
    • Miscellaneous
    • Dell
    • Lenovo
    • LG
    • Positivo
    • HP & Compaq
  • Handbooks generally
    • Arduino
    • Apple MacBook
    • Various
    • Datasheets
    • Electronics
    • Electrical and Industrial Electronics
    • Fonts & Nobreaks
    • Computing
    • Printers
    • Linux
    • Monitors
    • Network, Routers and Modems
    • Software
    • Satellite Receivers Cable
    • Tablets, Cell Phones and GPS
    • Plasma, LCD, Led and CRT TVs
    • Vídeo Games
  • Apple MacBook
    • Applications
    • Bios
    • Schemas
  • Desktop - BIOS
    • Asus
    • DFI
    • Dell
    • ECS
    • Foxconn
    • Gigabyte
    • HP e Compaq
    • Intel
    • Megaware
    • MSI
    • Others
    • PCWare
    • Positivo
    • Phitronics
  • Desktop - Schemas
    • ABIT
    • Asus
    • Biostar
    • Miscellaneous
    • ECS
    • Foxconn
    • Getway
    • GIGABYTE
    • Intel
    • MSI
  • Hard Disk (HD) - BIOS
    • Corsair
    • Hitachi
    • Kingston
    • Maxtor
    • Sandisk
    • Seagate
    • Samsung
    • Toshiba
    • Western Digital
  • Consumer electronics in General
    • Audio
    • Miscellaneous
    • Home appliances
    • Electronic equipment
    • Firmwares
    • Projectors
    • Video & Image
    • Diversos
  • Automotive Electronics
  • Fonts & Nobreaks
  • Printers
  • Inverters
  • Monitors - Schematics
  • Monitors - Bios
  • Manuals - Notebook & Desktop
  • Notebook - BIOS
  • Notebook - Drivers
  • Notebook - Schematics
  • Video Cards
  • Programs & Softwares
  • Satellite Receivers, Cable, DVR and HDVR
  • Routers and Modems - Bios
  • Tablets, Cell Phones and GPS
  • TV - Schemas and Manuals
  • TV - Software & Flash
  • Vídeo Games
  • Montagens, projetos e afins
  • cicero's Downloads

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.

Product Groups

  • VIP Subscriptions
  • Free Downloads
  • Access to resolved cases
  • Secret Areas of the EBR
  • Life Subscriptions
  • Promotions

Calendars

There are no results to display.

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Facebook Profile


Twitter username


Sexo


Website URL


Location


Personal text


About Me

Found 712 results

  1. Testemunhos de sondagem recolhidos 122 metros abaixo do fundo do mar (5,7 km de profundidade) revelam uma grande população de bactérias aeróbicas. A rocha de basalto aparece em cinza, os minerais da argila em alaranjado e as células bacterianas são as esferas verdes. [Imagem: Suzuki et al. 2020, DOI: 10.1038/s42003-020-0860-1, CC BY 4.0] Bactérias abaixo do fundo do mar A vida está impregnada na Terra de uma forma que parecia impensável há poucos anos. É bom não esquecer que, há poucas décadas, os cientistas defendiam que não haveria vida nos oceanos apenas algumas centenas de metros abaixo da superfície porque, teorizavam eles, nenhum ser vivo suportaria as pressões e nem poderia viver na ausência de luz. Mal sabiam eles que nem mesmo o fundo sólido do mar representaria um limite para a vida. Biólogos e geólogos japoneses encontraram colônias enormes e prósperas de bactérias vivendo não no fundo do mar, mas no interior de rochas recolhidas 122 metros abaixo do solo oceânico. Eles usaram um navio de pesquisa que ancorou acima de três locais no Pacífico Sul e usou um tubo de metal com 5,7 quilômetros de comprimento para alcançar o fundo do oceano. Uma broca perfurou 125 metros abaixo do fundo do mar e retirou amostras, cada uma com cerca de 6,2 centímetros de diâmetro. Os primeiros 75 metros abaixo do fundo do mar são sedimentos e lama, mas os pesquisadores conseguiram coletar outros 40 metros de rocha sólida. As bactérias foram descobertas vivendo em pequenas rachaduras nessas rochas depois que os pesquisadores aperfeiçoaram um novo método de cortar rochas em fatias ultrafinas para estudar sob o microscópio. A equipe estima que as rachaduras nas rochas abrigam uma comunidade de bactérias tão densa quanto a do intestino humano - cerca de 10 bilhões de células bacterianas por centímetro cúbico. Para comparação, a densidade média de bactérias que vivem em sedimentos de lama no fundo do mar é estimada em 100 células por centímetro cúbico. A comprovação das bactérias nessas rochas profundas consumiu 10 anos de aprimoramento das técnicas de análise das rochas. [Imagem: Caitlin Devor/University of Tokyo] Vida em Marte E, tão logo comprovaram a existência de vida nas profundezas rochosas da Terra, a equipe imediatamente voltou seus olhos para o céu - mais especificamente, para Marte. Ocorre que os minerais de argila, ou silicatos, que preenchem as rachaduras nas rochas profundas do oceano têm semelhanças com os minerais encontrados nas rochas de Marte. "Essa descoberta da vida onde ninguém esperava, em rochas sólidas abaixo do fundo do mar, pode mudar o jogo para a busca pela vida no espaço," afirmou o professor Yohey Suzuki, da Universidade de Tóquio. "Os minerais são como uma impressão digital de quais condições estavam presentes quando a argila se formou. Níveis neutros a ligeiramente alcalinos, baixa temperatura, salinidade moderada, ambiente rico em ferro, rocha de basalto - todas essas condições são compartilhadas entre o oceano profundo e a argila da superfície de Marte," completou ele. Os resultados já chamaram a atenção NASA. A equipe anunciou que está discutindo uma colaboração com o Centro Espacial Johnson para projetar equipamentos e técnicas para examinar rochas coletadas da superfície de Marte pelos robôs marcianos. "Eu estou com uma super-expectativa para encontrar vida em Marte. Se não encontrarmos, então pode ser que a vida dependa de algum outro processo que Marte não possui, como placas tectônicas," ponderou Suzuki. Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=descoberta-vida-rocha-abaixo-fundo-mar-reacende-esperanca-vida-marte&id=010125200403#.XotbjUBKjIU
  2. Não é difícil conseguir joinhas. Basta participar ativamente do fórum, ajudando os colegas ou compartilhando dicas. Cada joinha recebido equivale a 10 Créditos. = 10 Créditos Aqui estão 5 dicas para ganhar muitos joinhas: 1-) Fique antenado nas últimas postagens no fórum e ajude a galera! Clique no menu superior “Atividades”. 2-) Não tenha medo/vergonha de sugerir algum teste por mais simples que possa ser, se ele não foi citado anteriormente nos testes feitos, pode ter passado desapercebido pelo autor do tópico e outros usuários. 3-) Sempre que possível crie tópicos com tutoriais e dicas, são sempre bem vindos. 4-) Crie tópicos de notícias! Tópicos bem feitos podem ser divulgados na página inicial do fórum e ganham muitos joinhas. Clique Aqui para mais informações. 5-) Uploads bios e esquemas geram muitos joinhas. Clique Aqui para mais informações. Notas: -> Naturalmente, para quem está começando agora, não é possível fazer downloads. Mas até pra isso tem solução. Abra um novo tópico na área correta, e receberá toda a ajuda que precisa. Se precisar de um arquivo, os próprios colegas que estarão ajudando no seu tópico poderão fornecer meios para obter este arquivo, de acordo com as regras do fórum. Se estiver nesta situação por favor leia este tópico: Preciso de um Arquivo mas não tenho Créditos... -> Evite pedir joinhas nos tópicos. Eles virão normalmente, de forma proporcional a ajuda que oferecer. Quem merece joinhas? Clique Aqui!
  3. Estão aparecendo em nossa comunidade vários técnicos especialistas em lavar e assar placas e chipsets, usando esta técnica como solução para todos os problemas. Com isso estão tirando a seriedade do fórum. Estas técnicas podem até funcionar por um curto período de tempo, só que o problema sempre volta. Acredito que isto está acontecendo por causa destes vídeos do Youtube ou estes professores que só querem dinheiro ensinado estas porcarias. O pior é que estes churrasqueiros e lavadores acabam inutilizando as placas e inviabilizando qualquer tipo de reparo posterior. Alguns exemplos de usuários que estão fazendo este tipo de serviço porco: https://eletronicabr.com/forums/topic/37852-alguem-tem-algum-tutorial-ou-maneira-de-testar-bga-ponte-norte-e-sul https://eletronicabr.com/forums/topic/38338-placas-que-ligam-e-não-dão-video https://eletronicabr.com/forums/topic/8887-reballing-em-forno-caseiro-placa-de-vídeo-ou-note-mito-ou-verdade https://eletronicabr.com/forums/topic/1538-utilização-de-forno-elétrico https://eletronicabr.com/forums/topic/20736-conserto-de-notebook-rapido-para-novatos https://eletronicabr.com/forums/topic/1538-utilização-de-forno-elétrico https://eletronicabr.com/forums/topic/37564-lavar-ou-não-lavar-uma-placa-mãe-eis-a-questão Se utilizarem a busca do fórum vão encontrar mais um monte. Gostaria lançar a campanha: Fora Churrasqueiros e Lavadores de placas
  4. A evolução das probabilidades e os fenômenos "impossíveis" da Mecânica Quântica podem ter suas origens na Teoria Especial da Relatividade - pelo menos tudo fica menos estranho. [Imagem: FUW] Unificação da Mecânica Quântica com a Teoria da Relatividade Por quase cem anos, a Mecânica Quântica aguarda uma teoria mais profunda para explicar a natureza de seus fenômenos misteriosos. E, sonho de todos os físicos, talvez uma teoria que a unifique com a Teoria da Relatividade. Se o raciocínio apresentado agora pelos físicos Andrzej Dragan (Universidade de Varsóvia) e Artur Ekert (Universidade de Oxford) resistir ao escrutínio de seus colegas de todo o mundo, a história pode estar muito bem prestes a pregar uma peça cruel em todos esses físicos, de todas as gerações desde Einstein. A "teoria desconhecida" procurada há décadas, explicando a singularidade da Mecânica Quântica - com o perdão do trocadilho -, seria derivada da Teoria da Relatividade, e não o contrário. Hoje, a maioria dos físicos aceita que a descrição da realidade feita pela Mecânica Quântica seria mais fundamental, e que a Teoria da Relatividade teria que ser ajustada a ela. Dragan e Ekert propõem que não, que as características mais importantes do mundo quântico podem resultar da Teoria Especial da Relatividade, que até agora parecia ter pouco a ver com a Mecânica Quântica. A velocidade da luz ainda é um campo intrigante de pesquisas: pode ser possível superar a velocidade da luz e a velocidade da luz cai a zero em "pontos excepcionais", por exemplo, sem contar que diminuir a velocidade da luz já é um fato corriqueiro. [Imagem: ICFO] Velocidade da luz Desde o início, a Mecânica Quântica surpreende com sua peculiaridade, tão difícil de entender e conciliar com o que estamos acostumados no mundo cotidiano: Por que uma partícula passa por duas fendas simultaneamente? E por que uma partícula "tunela", atravessando uma barreira sólida, quando nós sempre damos dolorosamente com a cara na parede? E o que realmente incomoda os físicos desde a elaboração da Mecânica Quântica e da Teoria da Relatividade é a incompatibilidade desses três conceitos - três, uma vez que existem duas teorias da relatividade: a especial e a geral. Os dois físicos desenvolveram um modelo no qual eles provam matematicamente que as características da Mecânica Quântica que determinam sua singularidade e seu exotismo não-intuitivo - teoria que é aceita, além do mais, com base em axiomas, que muitos físicos preferem chamar de "fé" - podem ser explicadas dentro da estrutura da Teoria Especial da Relatividade, dispensando qualquer fé em pressupostos. Einstein baseou a Teoria Especial da Relatividade em dois postulados. O primeiro é conhecido como o princípio da relatividade galileano (que, é importante notar, é um caso especial do princípio copernicano). Aquele princípio afirma que a física é a mesma em qualquer sistema inercial, isto é, seja em repouso ou em movimento retilíneo uniforme. O segundo postulado, que Einstein considerava crucial e que foi formulado com base no famoso experimento Michelson-Morley - aquele que fez com que os físicos deixassem o éter de lado - impôs a exigência de uma velocidade constante da luz em todos os sistemas de referência. Vários experimentos já questionaram a sequência de causa e efeito no reino da física quântica. [Imagem: Universidade de Viena] Causas sem efeitos e efeitos sem causas A Teoria Especial da Relatividade é uma estrutura coerente que permite três tipos de soluções matematicamente corretas: um mundo de partículas se movendo a velocidades subluminais (abaixo da velocidade da luz), um mundo de partículas se movendo à velocidade da luz e um mundo de partículas se movendo a velocidades superluminais (acima da velocidade da luz). Esta terceira opção sempre foi rejeitada porque, pela própria teoria, ela não teria nada a ver com a realidade, dado o pressuposto da velocidade máxima permitida no Universo, a da luz - exatos 299.792.458 metros por segundo. "Nós nos colocamos a seguinte questão: O que acontece - por enquanto, sem entrar na fisicalidade ou não fisicalidade das soluções - se levarmos a sério não uma parte da Teoria Especial da Relatividade, mas toda ela, incluindo o sistema superluminal? Esperávamos paradoxos de causa-efeito. Em vez disso, o que vimos foram exatamente aqueles efeitos que formam o núcleo mais profundo da Mecânica Quântica," escrevem Dragan e Ekert. Inicialmente, os dois físicos consideraram um caso simplificado, como é comum nessa parte da ciência: Um espaço-tempo com todas as três famílias de soluções, mas consistindo em apenas uma dimensão espacial e uma dimensão temporal (1 + 1). Nesse modelo, uma partícula em repouso em um sistema de soluções parece mover-se superluminalmente no outro, o que significa que a própria superluminosidade é relativa nesse quadro ampliado. Em um continuum espaço-temporal construído dessa maneira, eventos não-determinísticos ocorrem naturalmente. Se, em um sistema no ponto A, houver a geração de uma partícula superluminal, mesmo completamente previsível, emitida em direção ao ponto B, onde simplesmente não há informações sobre os motivos daquela emissão, então, do ponto de vista do observador no segundo sistema, eventos se desenrolam do ponto B ao ponto A, de forma que eles emergem de um evento completamente imprevisível. Acontece que efeitos análogos também aparecem no caso de emissões de partículas subluminais. Os dois físicos também demonstraram que, quando se levam em conta soluções superluminais, o movimento de uma partícula em múltiplas trajetórias simultâneas surge naturalmente, e uma descrição do curso dos eventos exige que se introduza uma soma de amplitudes de probabilidade combinadas que indicam a existência de superposição, um fenômeno até agora associado apenas à Mecânica Quântica, em que uma partícula pode estar em vários lugares ao mesmo tempo. Os físicos estão usando metamateriais para saltar entre dimensões na estrutura do espaço-tempo. [Imagem: Cortesia Vytautas Navikas/EPFL] Três dimensões do tempo No caso do espaço-tempo com três dimensões espaciais e uma dimensão temporal (3 + 1), ou seja, correspondendo à nossa realidade física, a situação é mais complicada. O princípio da Relatividade em sua forma original não é preservado - os sistemas subluminal e superluminal são distinguíveis, sem superposição. No entanto, os dois físicos notaram que, quando o princípio da Relatividade é modificado para uma forma definida como "A capacidade de descrever um evento de maneira local e determinística não deve depender da escolha de um sistema de referência inercial", então isso limita as soluções àquelas nas quais todas as conclusões da consideração no espaço-tempo (1 + 1) permanecem válidas. "Nós notamos, aliás, a possibilidade de uma interpretação interessante do papel das dimensões individuais. No sistema que parece superluminal para o observador, algumas dimensões espaço-temporais parecem mudar seus papéis físicos. Somente uma dimensão da luz superluminal tem um caráter espacial - aquela ao longo do qual a partícula se move. As outras três dimensões parecem ser dimensões do tempo," contou Dragan. Princípio quântico da Relatividade Uma característica das dimensões espaciais é que uma partícula pode se mover em qualquer direção ou permanecer em repouso, enquanto em uma dimensão temporal ela sempre se propaga em uma direção - é o que chamamos de envelhecimento na linguagem cotidiana. Assim, três dimensões temporais do sistema superluminal com uma dimensão espacial (1 + 3) significariam que as partículas envelheceriam inevitavelmente três vezes simultaneamente. O processo de envelhecimento de uma partícula em um sistema superluminal (1 + 3), observado a partir de um sistema subluminal (3 + 1), teria a aparência de uma partícula movendo-se como uma onda esférica, levando ao famoso princípio de Huygens (todos os pontos em uma frente de onda podem ser tratados eles próprios como uma fonte de uma nova onda esférica) e ao dualismo onda-partícula, cernes da teoria quântica. E isso não é mais estranho do que a própria Mecânica Quântica, dizem os dois físicos. "Toda a estranheza que aparece quando consideramos soluções relacionadas a um sistema que parece superluminal acaba por não ser mais estranha do que o que a teoria quântica geralmente aceita e experimentalmente verificada tem dito há muito tempo. Pelo contrário, levando em conta um sistema superluminal, é possível - ao menos teoricamente - derivar alguns dos postulados da Mecânica Quântica a partir da Teoria Especial da Relatividade, que não são geralmente aceitas como resultantes uma da outra, mas de outras razões mais fundamentais," concluiu o Dr. Dragan. Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=eventos-acima-velocidade-luz-unificacao-fisica-quantica-relatividade&id=010130200403#.Xoc4dEBKjIU
  5. O USB4 está chegando! Veja o que muda com a nova geração de conectividade A próxima versão do USB está chegando. O USB Implementers Forum (USB-IF), que autentica esse padrão de conectividade, publicou as especificações do USB4 e as velocidades são comparáveis ao Thunderbolt 3. Isso não é uma coincidência, pois a Intel ajudou a desenvolver a novidade cedendo o protocolo do Thunderbolt. O USB4 deve operar a até 40 Gigabits por segundo (Gbps). Isso é o dobro do máximo atual do USB 3.2 Gen 2 × 2. Como em outras versões, USB4 é compatível a partir do USB 2.0 e também pode funcionar com entradas de Thunderbolt 3 em alguns dispositivos. Contudo, pode haver alguma confusão inicial com relação às diferentes velocidades que ele deve oferecer. Além de poder chegar ao máximo de 40 Gbps, há uma segunda opção a 20 Gbps, e uma terceira a 10 Gbps — essa última seria destinada à retrocompatibilidade. Não está claro como isso deve se chamar; contudo, nos bastidores vem sendo denominado Ger 3 x 2 para 40 Gbps e Ger 2 x 2 para 20 Gbps. A expectativa é de que a nomenclatura seja mais clara e intuitiva no início de 2020. A promessa é de “indicar claramente os níveis de desempenho para o consumidor geral”, diz o USB-IF — lembrando que a entidade já tem o USB 3.2, que causa certa confusão com sua geração 1, 2 e 2 x 2. Compatibilidade com USB 2.0 e Thunderbolt 3 O USB4 funciona a partir do USB 2.0. Isso significa que, se você tiver um disco rígido externo USB 2.0 para backup, ainda poderá conectá-lo a uma porta USB4, embora o limite de velocidade seja o do USB 2.0. Para isso, você vai precisar de um adaptador para ir de USB tipo A (padrão USB) para USB tipo C. Os cabos USB tipo C atuais não devem ser o suficiente para o USB4. Eles ainda suportam as velocidades mais antigas, por isso devem ser trocados, embora os conectores permaneçam iguais. Sobre o Thunderbolt 3, a Intel cedeu o protocolo do Thunderbolt, mas não os direitos de uso do nome. Por isso, qualquer fabricante que quiser anunciar portas USB4 compatíveis com Thunderbolt 3 vai precisar da certificação da dona da marca. Compartilhamento dinâmico e alimentação de energia Um dos recursos mais interessantes do USB4 é sua capacidade de otimizar, de forma inteligente, o compartilhamento da banda de dados. Por exemplo, se você utilizar um dispositivo de armazenamento externo e uma tela ao mesmo tempo, essa tecnologia mantém as taxas de quadros altas para o display enquanto fornece apenas o suficiente para transferir as informações. Todos os dispositivos USB4 incluem a tecnologia USB Power Delivery (USB PD), que pode fornecer até 100 watts. A recarga é inteligente, pois a novidade pode detectar uma taxa média, que não seja nem tão rápida ou muito devagar, para que o aparelho receba o necessário para ficar com sua bateria completa. Quando chega? O USB4, com o mesmo conector Tipo C do USB 3, promete dar um passo adiante para tornar o padrão mais universal, pois, convenhamos, todas as versões e diferentes cabos e entradas confundem os usuários até hoje. A nova tecnologia deve ser implementada aos poucos na próxima geração de dispositivos, com a possibilidade de chegada entre julho e dezembro de 2020 — no mais tardar, no início de 2021. Fonte
  6. não sei oque ha ja tentei de quse tudo mais meu computador sempre liga só, fiz as configurações de energia olhei na bios se não tava programado, mas não tinha nada problema pode ser na bios?
  7. Para poder definir a compatibilidade dos nossos backups de BIOS é vital que comecemos a tomar nota de todos os detalhes possíveis ! Exemplo: Placa e revisão: ACLU2 - Revisão 1.0 Processador: SR1EK / Core I3-4005U - Verifique no Google se o código realmente é o de referencia do CPU. UMA - DISCRETE : Algumas placas podem ter o mesmo modelo e ser vendidas em 2 versões : Com GPU dedicado ou com GPU integrado Modelo completo do aparelho: Lenovo G50-70 - Model 20351 REVISÃO: MUITO IMPORTANTE ! Alguns processadores da Intel estão tendo problemas que são solucionados com atualizações e não reprogramando ! Detalhes adicionais: Foi testada ? Foi editada ? É Clean ME ? É um clássico backup de maquina funcionando ? Você estava de bom humor quando fez o backup ? (Dependendo das crenças de cada um, isso pode ser importante ?) "Ahhh Cristian, mas por que essa frescura toda ?" Sente o DRAMA ! Em algumas placas podemos ver que o fabricante especifica compatibilidade inclusive com processadores de gerações diferentes Agora trabalhando com MCP (Multi Chip Package), quando trocamos o CPU também estamos trocando o PCH, portanto a placa consegue ser compatível com uma quantidade muito grande de processadores. No entanto o Firmware da placa não precisa suportar todos esses CPUs porque apenas 1 vai fazer parte daquela placa e digamos que....."não se troca jamais". E porque não baixar do site do fabricante ? Os arquivos do fabricante precisam ser descompactados e editados e nem todos tem esses conhecimentos. Sem contar que requer muito mais tempo por conta do técnico e tempo é dinheiro ! Vale lembrar também que quando o fabricante começa a utilizar algum método novo na compactação dos arquivos, pode passar um bom tempo até que tenhamos uma ferramenta que possa descompacta-lo. Nem falemos dos equipamentos de marcas nacionais , aonde se você encontrar um driver que sirva na pagina já pode se considerar uma pessoa de sorte ! Como faco para identificar o modelo do CPU ? Procure um código como este e jogue no google, se o resultado for um modelo de CPU.... pronto ! Arrumei o arquivo em outro canto e só tem o modelo da placa no nome. Como identifico esses detalhes que estão faltando ? Bom.... jeito fácil, fácil não tem ! O mais importante agora é que nós possamos compreender a importância de organizar nossos backups de maneira eficiente para não ficar dependendo da sorte. E vale lembrar que agora é mais importante do que nunca o seu comentário depois de ter baixado um arquivo ! Especifique os detalhes da placa na qual você testou o arquivo e deixe o feedback. Esta informação pode ser útil para você mesmo no futuro ! Ajude a fazer deste um novo padrão de organização para que possamos entrar no servidor de arquivos e abrir aquele sorriso quando acharmos a nossa BIOS, sabendo que o Churrasco do FDS ta garantido !!!!
  8. Como há uma grande dificuldade em desmontar e montar novos equipamentos eletrônicos, criamos uma nova área com tutoriais sobre o assunto. Onde você terá mais habilidades com esses equipamentos, além de otimizar seu tempo de trabalho. Exemplo de alguns sites gringos com este tipo de conteúdo: http://www.insidemylaptop.com/ https://www.ifixit.com/Guide https://www.laptopmain.com/page/4/ Como já acontece com a área de notícias que é recompensada com muitos joinhas, A área de desmontagens vai seguir a mesma metodologia. Clique aqui para acessar nova área...
  9. Reinventando o computador: computação inspirada no cérebro para uma era pós-Lei de Moore À medida que a Lei de Moore chega ao fim com um limite para o número de transistores que cabem em um chip, um paradigma de computação neuromórfica inspirada no cérebro abre caminho com novas direções em hardware, algoritmos, arquiteturas e materiais de computação. WASHINGTON, DC, 15 de janeiro de 2020 - Desde a invenção do transistor em 1947, o desenvolvimento da computação viu uma duplicação consistente do número de transistores que podem caber em um chip. Mas essa tendência, conhecida como Lei de Moore, pode atingir seu limite, pois os componentes de tamanho submolecular encontram problemas com o ruído térmico, impossibilitando ainda mais o dimensionamento. Em seu artigo publicado esta semana na Applied Physics Reviews , da AIP Publishing, os autores Jack Kendall, da Rain Neuromorphics, e Suhas Kumar, da Hewlett Packard Labs, apresentam um exame completo do cenário da computação, concentrando-se nas funções operacionais necessárias para avançar o cérebro computação neuromórfica inspirada. O caminho proposto inclui arquiteturas híbridas compostas de arquiteturas digitais, juntamente com um ressurgimento de arquiteturas analógicas, possibilitadas pelos memristores, que são resistores com memória que podem processar informações diretamente onde estão armazenadas. "O futuro da computação não será colocar mais componentes em um chip, mas repensar a arquitetura do processador desde o início para simular como um cérebro processa informações com eficiência", disse Kumar. "Começaram a surgir soluções que replicam o sistema de processamento natural de um cérebro, mas tanto os espaços de pesquisa quanto os de mercado estão abertos", acrescentou Kendall. Os computadores precisam ser reinventados. Como os autores apontam, "Os computadores de ponta atualmente processam aproximadamente tantas instruções por segundo quanto um cérebro de inseto" e eles não têm a capacidade de escalar efetivamente. Por outro lado, o cérebro humano é cerca de um milhão de vezes maior em escala e pode realizar cálculos de maior complexidade devido a características como plasticidade e escarsidade. Reinventar a computação para emular melhor as arquiteturas neurais no cérebro é a chave para resolver problemas dinâmicos não-lineares, e os autores prevêem que a computação neuromórfica será disseminada no início desta década. O avanço das primitivas da computação, como não linearidade, causalidade e escarsidade, em novas arquiteturas, como redes neurais profundas, trará uma nova onda de computação que pode lidar com problemas de otimização com restrições muito difíceis, como previsão do tempo e seqüenciamento de genes. Os autores oferecem uma visão geral dos materiais, dispositivos, arquiteturas e instrumentação que devem avançar para que a computação neuromórfica amadureça. Eles emitem um plano de ação para descobrir novos materiais funcionais para desenvolver novos dispositivos de computação. O artigo "Os blocos de construção de um computador inspirado no cérebro" é de autoria de Jack D. Kendall e Suhas Kumar. O artigo foi publicado na revista Applied Physics Reviews em 14 de janeiro de 2020 fonte : https://www.eurekalert.org/pub_releases/2020-01/aiop-rtc011520.php#
  10. 6 erros que as equipes de Suporte Técnico/Help desk cometem Embora o serviço de suporte técnico de TI nas organizações consuma, em média, apenas 9% do centro de custos atual de todo o departamento de TI, ele é responsável por grande parte da percepção de valor por parte do usuário com o setor. Estima-se que 85% dessa percepção do usuário com os serviços de TI são originadas pelo serviço de helpdesk, logo, isso mostra o quão importante é transmitir um bom serviço para o cliente e que pequenas mudanças nessa área poderá impactar a experiência do usuário positivamente ao utilizar serviços informacionais. Veja abaixo 6 erros cometidos pelas equipes de suporte e atue para ajustá-los! 1- Corrigir a falha e não a causa Como já dizia Confúcio: “Não corrigir falhas é o mesmo que cometer novos erros”. Uma máquina que sempre dá defeito, uma impressora que nunca imprime ou um access point que sempre trava podem consumir horas e horas de trabalho e técnicos diferentes em um período curto, e seus efeitos são inúmeros. Além de aumentar a fila de atendimento, a percepção de valor do cliente com o serviço cairá e o custo para uma solução definitiva provavelmente sairá menos custosa que todas as horas que seriam empregadas para resolver o problema de forma repetida. Muitas das vezes pode ser difícil identificar causas raízes de falhas recorrentes de sistemas ou hardware, para isso existem ferramentas que nos auxiliam a encontrar a real causa como, por exemplo, diagrama de Ishikawa, técnica dos 5 porquês, teste de hipóteses e soluções conjuntas. 2- Aceitar gambiarras Não é raro acharmos aquela gambiarra provisória que está intacta no mesmo lugar há mais de 5 anos. Muitas das vezes as gambiarras são usadas por falta de qualificação, não cumprimento das normas e falta de verba/tempo necessária(o) para aplicar a correção adequada. Gambiarras podem trazer danos irreparáveis à segurança da informação, equipamentos e até a integridade física das pessoas. 3- Pensar que cumprir a SLA já é o bastante Recentemente um artigo excelente aqui no PTI explicou muito bem esse ponto (Tudo que você precisa saber sobre o que é XLA). É muito comum em ambientes de TI com maior controle, onde existe uma SLA bem formalizada e de conhecimento de todos os clientes e técnicos, julgar que atende-las é o bastante. Não adianta o cliente ser atendido a tempo e com a qualidade acordada se outros itens não estiverem satisfazendo. Imagine um restaurante com uma comida incrível, com excelentes pratos, tudo impecável, com exceção de um detalhe: você vê uma pequena barata num cantinho… Toda a sua experiência muda! Olhar apenas analiticamente o SLA pode ser enganoso, devemos olhar toda a experiência do usuário durante o serviço e em todas as etapas e identificar para onde a percepção de valor está sendo canalizada. 4- Priorizar demandas de maneira inadequada Determinar criticidade de incidentes vária de acordo com as organizações. A TI deve sempre determinar prioridade de atendimento de acordo com a visão de negócio da empresa. Para isso, devemos responder algumas perguntas chaves: ===> Quais são as áreas, atividades, funções e/ou cargos que não podem ficar sem os serviços de TI de forma alguma? ===> Para o caso específico de sua organização, o que configura um incidente como crítico: queda/indisponibilidade de serviço? ===> Afeta alguma área crítica? ===> Afeta a algum usuário/cargo específico? Se um cliente interno solicitasse a troca de um cartucho de impressora, qual grau de prioridade daria ao chamado aberto? Se sua resposta foi depende, você está certo. Um problema simples como esse pode causar sérios prejuízos, e se essa impressora ficasse em um guichê de liberação de frota de uma empresa de um grande centro de distribuição? Imagine a situação desse chamado ser considerada de prioridade normal ou baixa com SLA de 12 horas. 5- Não se atentar a métricas Apesar de falarmos no item 3 sobre isso, as métricas são importantes ferramentas para a gestão do departamento de TI da organização e, além disso, é uma excelente forma de mensurar um pouco do trabalho de cada técnico a fim de uma autopercepção que condiz com a realidade. Ela poderá fazer com que você reconheça seus pontos fortes e fracos e também permitirá uma reação mais ágil conforme seus indicadores mudem. 6- Falta de base de conhecimento Os técnicos não devem perder tempo solucionando casos que já foram previamente solucionados por outro técnico. Tenha uma base de conhecimento própria para seus técnicos, documente os possíveis incidentes para que quando o problema venha a se repetir sua resolução seja incisiva, restabelecendo o serviço o mais rápido possível, minimizando assim o impacto negativo sobre o negócio. Há diversas bases de conhecimento prontas na internet, porém, elas dificilmente terão o mesmo efeito de uma solução caseira. Lembre-se que cada organização tem incidentes diferentes. Ter uma rica base de conhecimento é muito importante para o dia a dia do atendimento, ela entrega maior agilidade ao técnico com sua resolução incisiva restabelecendo o serviço da maneira mais rápida possível minimizando assim o impacto negativo sobre o negócio. Ela pode ser elaborada de diversas maneiras, seja em uma página restrita na web, planilhas, papel ou diretamente no seu software de help desk. Instrua seus técnicos a participarem desse processo de alimentação e que consultem ou alterem quando necessário. Para manter a equipe de suporte relevante e entregando valor ao cliente devemos sempre compreender seu funcionamento e buscar melhores experiências ao usuário. Fonte
  11. Atendendo a solicitação de inúmeros usuários e com o objetivo de ajudar a manter o fórum em funcionamento, decidimos implementar Assinaturas Vip, assim podemos contar com a ajuda dos membros para pagar nossos servidores e realizar melhorias em nosso fórum. Lembrando que o atual sistema de créditos e joinhas do fórum nada mudou. Quem tem tempo e gosta de participar tem total acesso a todo o conteúdo do fórum gratuitamente. Vantagens de ser um membro VIP incluem: -> Acesso em todos os arquivos postados, Esquemas, Bios, Tutoriais e Etc... (O maior e mais atualizado da Internet.) -> Acesso em todas as áreas fechadas do fórum, Resolvidos, Firmware Raros, Perfis BGA, Distribuidores de eletrônica e informática e etc... -> Exclusivo distintivo que aparecerá abaixo de seu nome nas postagens no Fórum. -> Seu nome aparecerá em vermelho na lista de usuários on-line, identificando-o como um membro VIP. -> Futuras vantagens em breve serão anunciadas... Atualmente disponibilizamos 3 tipos de assinaturas que podem atender ao que você precisa: VIP 60 VIP Pro Super VIP Duração de 2 meses Duração de 6 meses Duração de 12 meses 3 downloads por dia* 5 downloads por dia* 10 downloads por dia* Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas R$ 99,90 ou 2x 49,95 sem juros R$ 199,90 ou 2x 99,95 sem juros R$ 299,90 ou 6x 49,99 sem juros Para pagamento por Paypal US$ (Internacional). Clique aqui! Atenção: - Para facilitar a ativação de sua assinatura, favor utilizar o mesmo e-mail cadastrado no fórum no Pagseguro. Se não for possível me envie uma MP (Mensagem Pessoal) informando qual foi o e-mail utilizado no Pagseguro. - Assinaturas VIP podem demorar até 48h para serem confirmadas. (Aprovação de boletos pode demorar até 3 dias) - Usuários de assinaturas VIP não estão isentos das regras gerais do fórum. -> Clique aqui e leia as regras com atenção. * Atingindo limite de download diário é necessário aguardar 24h.
  12. FGV, HARVARD, SENAI, UDEMY liberam cursos gratuitos para você fazer estando em quarentena. Pessoal, vejam só, não fique somente vendo TV e Series, mas estude, prepare-se para o melhor, confira estes cursos online gratuitos para fazer estando em isolamento domiciliar que muitos estão fazendo. A FGV liberou 55 cursos gratuitos na área de Administração, Negócios, Carreira e Direito, HARVARD, SENAI, liberaram cursos em diversas áreas e a Udemy também liberou mais de 40 cursos na área de desenvolvimento de software e inteligência artificial. Vale a pena conferir os cursos disponíveis, tem nas mais diversas áreas! FVG: https://estagioonline.com/cursos/coronavirus-55-cursos-online-gratuitos-da-fgv-para-fazer-durante-a-quarentena?ref=eo SENAI: https://engenhariae.com.br/editorial/colunas/senai-libera-12-cursos-online-gratuitos-e-com-certificados SENAI: https://estagioonline.com/cursos/coronavirus-cursos-online-gratuitos-do-senai-para-fazer-durante-a-quarentena?ref=insta Udemy: https://engenhariae.com.br/editorial/colunas/udemy-libera-40-cursos-gratuitamente-por-conta-da-quarentena-contra-coronavirus HARVARD: https://estagioonline.com/cursos/coronavirus-100-cursos-online-gratuitos-de-harvard-para-fazer-durante-a-quarentena?ref=insta https://news.microsoft.com/pt-br/nosso-compromisso-com-os-clientes-durante-o-covid-19/?ocid=AID2400944_TWITTER_oo_spl100001168383688 https://www.ev.org.br/Cursos https://cursos.faber-castell.com.br/combos/combo-numero-emcasacomfabercastell?utm_source=instabio&utm_campaign=faberemcasa&utm_content=link&fbclid=IwAR0hb53sRi84svqnHAkJPVmCGCje54kyMAnpVpVklBW2biA4DZMw3QYKh30 Fonte
  13. E COM GRANDE PRAZER QUE ESCREVO MINHAS PRIMEIRAS PALAVRAS NESSE FORUM.TALVEZ NAO SEJA O LUGAR CORRETO MAS PECO DESCULPAS.FIQUEI PASMO AO LER ALGUMAS INFORMACOES DO FORUM E VI QUE TENHO MT APRENDER AQUI.APESAR DE SER TECNICO APOSENTADO MAS COM GRANDE VONTADE DE VOLTAR A TRABALHAR E ESSA FERRAMENTA ME DEU MUITA FORCA.OBG ATODOS OS COLABORADORES E VAMOS EM FRENTE
  14. Como todos já sabem, muitas cidades e alguns estados estão proibindo a abertura dos estabelecimentos comerciais que não sejam considerados essenciais, no intuito de diminuir o contágio e não sobrecarregar o sistema de saúde, além, claro, diminuir os casos de óbito decorrente dessa contaminação, principalmente nos nossos idosos e outros de saúde frágil. O quê muitos não sabem é o que são esses serviços essenciais, abaixo deixo um link para a Lei 13.979 de 06 de fevereiro de 2020. Uma atenção especial ao Art 3º, parágrafo XXIII. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/Decreto/D10282.htm Vale lembrar que os cuidados e orientações dos responsáveis pela saúde devem ser seguidas com o máximo rigor, a coisa é séria. Devemos nos cuidar e proteger nossos familiares, principalmente os idosos. Abraços a todos.
  15. Atendendo a solicitação de inúmeros usuários e com o objetivo de ajudar a manter o fórum em funcionamento, decidimos implementar Assinaturas Vip, assim podemos contar com a ajuda dos membros para pagar nossos servidores e realizar melhorias em nosso fórum. Lembrando que o atual sistema de créditos e joinhas do fórum nada mudou. Quem tem tempo e gosta de participar tem total acesso a todo o conteúdo do fórum gratuitamente. Vantagens de ser um membro VIP incluem: -> Acesso em todos os arquivos postados, Esquemas, Bios, Tutoriais e Etc... (O maior e mais atualizado da Internet.) -> Acesso em todas as áreas fechadas do fórum, Resolvidos, Firmware Raros, Perfis BGA, Distribuidores de eletrônica e informática e etc... -> Exclusivo distintivo que aparecerá abaixo de seu nome nas postagens no Fórum. -> Seu nome aparecerá em vermelho na lista de usuários on-line, identificando-o como um membro VIP. -> Futuras vantagens em breve serão anunciadas... Atualmente disponibilizamos 3 tipos de assinaturas que podem atender ao que você precisa: VIP 60 VIP Pro Super VIP Duração de 2 meses Duração de 6 meses Duração de 12 meses 3 downloads por dia 5 downloads por dia 10 downloads por dia Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas R$ 99,90 ou 2x 49,95 sem juros R$ 199,90 ou 2x 99,95 sem juros R$ 299,90 ou 6x 49,99 sem juros Para pagamento por Paypal US$ (Internacional). Clique aqui! Atenção: - Para facilitar a ativação de sua assinatura, favor utilizar o mesmo e-mail cadastrado no fórum no MercadoPago. Se não for possível me envie uma MP informando qual foi o e-mail utilizado no MercadoPago. - Assinaturas VIP podem demorar até 48h para serem confirmadas após confirmação do MercadoPago. (Aprovação de boletos pode demorar até 3 dias) - Usuários de assinaturas VIP não estão isentos das regras gerais do fórum. -> Clique aqui e leia as regras com atenção
  16. Acelerador de partículas é construído dentro de um chip Redação do Site Inovação Tecnológica - 08/01/2020 Imagem 1: Acelerador de partículas em um Chip _1 Esta imagem, ampliada 25.000 vezes, mostra uma seção do acelerador em um chip. A versão funcional terá 1.000 seções iguais a esta, o que permitirá acelerar os elétrons a 94% da velocidade da luz. [Imagem: Neil Sapra] Acelerador em um chip A miniaturização dos aceleradores de partículas atingiu a casa dos centímetros no ano passado. Agora, acaba de ser criado um acelerador que cabe inteiro dentro de um chip. Embora ainda não alcance a energia gerada nos aceleradores tradicionais - que podem medir quilômetros de extensão ou diâmetro - o chip usa um laser infravermelho para gerar, numa distância menor do que o diâmetro de um fio de cabelo, uma energia que até agora só havia sido obtida com micro-ondas em distâncias na faixa dos metros. O acelerador em um chip é apenas um protótipo, mas as técnicas de projeto e fabricação podem ser ampliadas para fornecer feixes de partículas acelerados o suficiente para realizar experimentos de ponta em química, ciência dos materiais e biologia que não exijam o poder de um acelerador gigantesco, sem contar com a possibilidade de portabilidade. "Os maiores aceleradores são como telescópios poderosos. Existem poucos no mundo e os cientistas precisam vir a lugares como o SLAC [National Accelerator Laboratory - EUA] para usá-los. Queremos miniaturizar a tecnologia do acelerador de uma maneira que a torne uma ferramenta de pesquisa mais acessível," disse Jelena Vuckovic, coordenadora da equipe. Imagem 2: Acelerador de partículas em um Chip _2 Os mil estágios de aceleração necessários para aplicações práticas continuarão cabendo dentro de um único chip. [Imagem: Neil V. Sapra et al. - 10.1126/science.aay5734] Acelerador de partículas portátil O acelerador em um chip foi criado usando as técnicas tradicionais de litografia, as mesmas usadas para criar os componentes eletrônicos dos chips tradicionais. A diferença é que, em vez de criar transistores, a litografia foi usada para criar nanocanais no bloco de silício. Quando os nanocanais foram selados a vácuo, tornou-se possível enviar elétrons através deles, enquanto pulsos de luz infravermelha - para a qual o silício é transparente como o vidro é transparente para a luz visível - transmitidos ao longo do mesmo canal fornecem a energia necessária para acelerar os elétrons. Para testar a eficácia desses miniaceleradores, Neil Sapra e seus colegas avaliaram seu uso disparando o feixe de elétrons acelerado diretamente para um tumor in vitro e verificando que o tecido ao redor não era afetado. Quando a técnica estiver totalmente desenvolvida, isso poderá significar a virtual eliminação dos efeitos colaterais desses tratamentos - hoje os pacientes precisam usar proteções de chumbo para evitar danos aos tecidos saudáveis. Os pesquisadores querem acelerar os elétrons a 94% da velocidade da luz, ou 1 milhão de elétrons-volts (1MeV), para criar um fluxo de partículas poderoso o suficiente para fins médicos ou de pesquisa. Este chip protótipo conta com apenas um estágio de aceleração, e o fluxo de elétrons precisará passar por cerca de 1.000 desses estágios para atingir 1MeV. A equipe pretende ter esse acelerador funcional até o final deste ano, e já calculou que os mil estágios de aceleração exigirão um chip de pouco mais de dois centímetros de comprimento. Bibliografia: Artigo: On-chip integrated laser-driven particle accelerator Autores: Neil V. Sapra, Ki Youl Yang, Dries Vercruysse, Kenneth J. Leedle, Dylan S. Black, R. Joel England, Logan Su, Rahul Trivedi, Yu Miao, Olav Solgaard, Robert L. Byer, Jelena Vukovic Revista: Science Vol.: 367, Issue 6473, pp. 79-83 DOI: 10.1126/science.aay5734 Fonte: Inovação Tecnológica https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=acelerador-particulas-construido-dentro-chip&id=010115200108#.XnBE1nJKhph
  17. boa tarde amigos ultimamente tenho visto cada briga e outras bobagem no yutube temos que se unir ao inves de fica se alfinetando e rebaixando nossa classe
  18. Devido ao seu empenho, dedicação e conhecimento, passará a partir de hoje a exercer o cargo de: MODERADOR DAS ÁREAS DE Eletrônica em Geral e Identificação e Equivalência de Componentes @warezland , Seja bem vindo, parabéns e obrigado pelo trabalho... Aproveito a oportunidade para pedir a todos que desejam receber ajuda em seus tópicos e para facilitar o trabalho do novo moderador: Sigam o padrão de organização: Marca e Modelo do Aparelho + Defeito E tendo dúvidas com o sistema de créditos, upload de fotos, alteração de tópicos, etc, a leitura básica está na área de novidades, avisos e regras: Avisos e Regras
  19. C :CAPACITOR D IODE F :FUSE L :INDUCTOR PC :POWER CAPACITOR PD :POWER DIODES/DIODE PL :POWER INDUCTOR PQ :POWER TRANSISTOR PR :POWER RESISTOR PU :POWER INTEGRATED CIRCUIT Q :TRANSISTOR R :RESISTOR T : Transformers U :INTEGRATED CIRCUIT/BGA CHIP/EMBEDDED CONTROLER/BIOS IC,ETC X : Terminal strips, terminations, joins .oscilator Y : Crystal ABBREVIATION ON LAPTOP MOTHERBOARD FOR SCHEMATIC AC : Alternating current ACDRV : AC adapter to system-switch driver output ACEDET : Adaptor Current Detector ACGOOD : Valid adapter active-low detect logic open-drain output ACIN : Adaptor Current sensor Input ACN : Adapter current sense resistor ACOP : Input Over-Power Protection ACOV : Input Overvoltage Protection ACP : Adapter current sense resistor, positive input. ADP+ : Adapter Positif Suplay ADP_ID : Adapter Identity AGND :Analog Ground ALWP :ALWAYS ON POWER B+ : AC OR BAT POWER RAIL FOR POWER CIRCUIT BATT : Battery BAT+ :BAT POWER RAIL FOR POWER CIRCUIT BAT_DRV :Bat Fet Gate Driver BAT_V Battery Voltage BOM :BILL OF MATERIAL MANAGEMENT BT :BUTTON BT_EN :Bloototh Enable BUZER :Connected BYP :Baypass CHGEN : Charge enable active-low logic input CIN : Input Capacitor CLK_EN :CLKOCK ENABLE CN :CONECTOR CRT :Cathode ray tube CSIN :Current Sensor input Negatif CSIP :Current Sensor input Positif DC irect current DM IM/DIM SOCKET/SOKET MEMORY/SOKET DDR DOCK OCKING SOCKET EC :Embedded Controler EC_ON :Embeded Controler Enable EMI :Elektromagnetik Interference(GANGGUAN ELEKTROMAGNETIK) EN :ENABLE ENTRIP :Enable Terminal F :FUSE FSEL : Frequency Select Input. GATE : Trigger gate GND :Ground GP :GROUND PIN GPI :General Power Input GPIO :General Power Input Output HDMI :High-Definition Multimedia Interface ID :Continuous Drain Current IDM :Pulsed Drain Current IIN : Operating Supply Current IIN(SHDN): Shutdown Supply Current IIN(STBY): Standby Supply Current IS :Continuous Source Current (Diode Conduction) IVIN :Battery Supply Current at VIN pin JP :JUMPER POINT KBC :Keyboard Controler LCDV :LCD POWER LDO :Linear Driver Output LGATE : Lower-side MOSFET gate signal LPC :Low Pin Count LVDS :Low-voltage differential signaling(SYSTEM PENSIGNALAN) MBAT :MAIN BATTERY NB :North Bridge ODD :OUTPUT DISC DRIVE PCI :Peripheral Component Interconnect PGOOD : Power good open-drain output PIR :PRODUCT IMPROVED RECORD PSI# :Current indicator input PVCC : IC power positive supply RSMRST : Resume Reset RTC :REAL TIME CLOCK SB : South bridge SHDN :Shutdown SYS_SDN :System Shutdown SPI :Serial Peripheral Interface TD eath Time THRM :THERMAL SENSOR TMDS :Transition Minimized Differential Signaling(TRANSMISI DATA TEKNOLOGY) TP :TES POINT TPAD :THERMAL PAD UVLO : Input Undervoltage Lock Out V :RAIL(POWER) V+ :Positive Voltage VADJ : Output regulation voltage VALW :ALWAYS ON POWER VALWP :VALW PAD VBAT :BATTERY POWER VCCP :power chip(ich,graphic chips) VCORE :POWER PROCESOR VDD : Control power supply VDDR :POWER DDR (VDRAM/VRAM/VMEM) VDS :VOLTAGE DRAIN SOURCE VFB : feedback inputs Power VGS :VOLTAGE GATE SOURCES VIN : Input Voltage Range VIN :ADAPTER POWER SUPLAY(vol_in) VL :Power Lock VL :voltage across the load/Tegangan beban resistor VL :Voltage Linear VLDOIN :Power supply of the VTT and VTTREF output stage (to powerMOS). VOT :Volt_out VRAM :Power Memori VREF :POWER REFERENCES/SCHEMA REFERENCE/PERMINTAAN SKEMA VS :SUITCH POWER VS+ :SUPPORT VOLTAGE POSITIF VSB :POWER SWITCH BUTTON VSS : Signal ground. VSW :POWER SWICT VTT : Memory Termination Voltage VTERM :Memory Termination Voltage VUSB :POWER USB VGA :POWER VGA (VGPX/VGPU/VCVOD) VGFX :POWER GRAPHIC CHIP VREF :VOLTAGE REFERENCES
  20. Lista de fornecedores para celulares, smartphone e peças para tablets. Peço aos colegas que deixem feedback aqui no tópico sobre estes fornecedores, se ocorreu tudo bem ou se houve algum problema com a compra. ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________ http://www.servtelcelular.com.br/ http://www.usinainfo.com.br/ http://www.telecelula.com.br/ http://www.pedcell.com.br/ http://celularpecas.com.br/ http://www.multicelular.net/ http://www.comclickshop.com.br/ http://videofoz.com.br/ http://www.cmshop.com.br/ http://www.eletronicauniversal.com.br/ http://www.bestbattery.com.br/ http://www.notebattery.com.br/ http://stockcenter.net.br/ http://www.clanshop.com.br/ http://www.ipmart.com.my/ (Malásia) http://gsmserver.com/ (possui revendedor em Brasília) http://www.gpgindustries.com/ (possui revendedor em MG) http://www.tekcell.com.br/ http://www.maranbrinfo.com.br/ http://www.parcell.com.br/ http://seguro.maxcelltelecom.com.br/ http://www.comclickshop.com.br/ http://www.powercel.com.br/v1/ http://www.cellparts.com.br/ http://www.maniacelular.com.br/ http://www.cellcenteratacado.com.br/ http://www.assistenciacuritiba.com.br/ http://www.distribuidorabrita.com.br/ http://samsungservicecell.com.br/ https://www.distribuidoramulticell.com.br/ http://www.facell.com.br/ https://foxcell.com.br/loja/ http://www.stimobile.com.br/ http://www.shop10cell.com.br/ http://www.xtcell.com.br/ http://www.volcanodistribuidoraonline.com.br/ http://www.eletroceldistribuidora.com.br/ http://www.irmaosguimaraesdistribui.com.br/ http://www.partcell.com.br/ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________
  21. Apple começa a vender Mac Pro no Brasil; preço pode chegar a R$ 438 mil Desktop poderoso da Apple tem opções de hardware com até quatro GPUs, processador de 28 núcleos e 1,5 TB de RAM O novo Mac Pro já está disponível para comprar no Brasil. O produto, lançado no Brasil em dezembro de 2019, está à venda no site da Apple desde a última quarta-feira (19). A nova workstation da marca chega com ficha técnica empolgante e preços que podem bater a casa dos R$ 438 mil reais na configuração mais robusta. Com as melhores especificações possíveis, o computador traz processador Intel Xeon W de 28 núcleos, duas Radeon Pro Vega II Duo da AMD e 1,5 TB de memória RAM. Voltado para o público profissional, o desktop da Apple também conta com pacotes mais "modestos". Um exemplo é a opção de entrada do produto, que oferece chip Xeon de oito núcleos, 32 GB de RAM e Radeon Pro 580X. Ainda assim, seu valor é bastante alto para os padrões brasileiros: o modelo está à venda por R$ 55.999 na loja da maçã. Novo iMac da Apple pode ter vidro curvo e ser mais leve A opção mais cara do modelo traz duas placas Radeon Pro Vega II Duo de 32 GB de VRAM, que carregam outras duas GPUs cada. Portanto, é como se o Mac Pro de quase meio milhão de reais contasse com quatro placas de vídeo no total. Outro detalhe interessante é o armazenamento, que pode chegar a até 8 TB de capacidade em SSD. O alto poder de processamento gráfico, somado à placa Afterburnner inclusa no pacote, ao processador de 28 núcleos e aos 1,5 TB de memória, tornam o computador uma ferramenta poderosa para profissionais de criação. Portanto, seu uso é indicado em áreas como desenvolvimento de jogos e realidade virtual, computação gráfica, edição de vídeo em 8K ou mais, entre outras. Além disso, a tendência é que apareçam versões ainda mais caras da máquina, uma vez que a Apple ainda não liberou a Radeon Pro W5700X como opção de GPU. Com as vendas iniciadas, é possível consultar o site oficial da Apple para ter ideia de quanto a empresa cobra por determinados componentes. Um upgrade para o máximo de 1,5 TB de memória RAM, por exemplo, custa R$ 200 mil – vale lembrar que esse total só é suportado pelos processadores Xeon mais caros, o que acaba tendo impacto no valor. Para sair do chip de oito núcleos da opção mais "barata" e ir ao top de linha, de 28 núcleos, são R$ 56 mil a mais. Outro salto no preço está ligado à mudança da placa Radeon Pro 580X para o combo de Vegas II Duo, que representa um aumento de R$ 86.400 no valor final. A inclusão da placa aceleradora Apple Afterburnner também tem um preço: R$ 16.000 a mais, valor suficiente para comprar um MacBook pro novo. Além da ficha técnica, o Mac Pro também se destaca porque assume um perfil mais modular. Como é destinado ao uso em ambientes profissionais, o computador permite fácil acesso às peças de hardware e, ao contrário de outros Macs, facilita a vida na hora de trocar de processador, memória, SSDs e mesmo placas de vídeo. O contraste é bem grande em relação a MacBooks e iMacs, que contam com componentes soldados e restringem muito a capacidade de troca, upgrades e manutenção das máquinas. https://www.youtube.com/watch?v=TsDdZwfVbNY https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/02/apple-comeca-a-vender-mac-pro-no-brasil-preco-pode-chegar-a-r-438-mil.ghtml
  22. Intel Core i5 8265U é bom? Saiba tudo sobre o processador para notebooks Processador de quatro núcleos é bastante comum em notebooks à venda no Brasil e promete ser suficiente para diferentes tipos de uso Core i5 8265U é um processador Intel encontrado em diversos notebooks à venda no Brasil. O quad-core de oitava geração aparece em modelos intermediários de marcas como Samsung, Dell, Acer, Asus, Lenovo, Vaio, entre outras. Com velocidades de até 3,9 GHz, o modelo promete ser ideal para o dia a dia e pode ser encontrado inclusive em laptops com preços abaixo dos R$ 3 mil. Confira a seguir mais informações a respeito da CPU da Intel e saiba se vale a pena comprar um notebooks equipado com o componente. Especificações O Core i5 8265U é um processador da linha U da Intel, direcionada especificamente para notebooks e ultrabooks. Parte da oitava geração da Intel, o modelo conta com quatro núcleos físicos e oferece oito threads, algo que deve garantir performance bem superior aos Core i5 ou até mesmo Core i7 de sétima geração, todos dual-core. Core i5 8265U tem quatro núcleos e pode chegar a 3,9 GHz via turbo — Foto: Divulgação/Intel Em relação à velocidade, o processador trabalha com clocks entre 1,6 e 3,9 GHz com o turbo ativado. O chip traz ainda uma GPU integrada, a Intel UHD Graphics 620, com até 1.100 MHz de velocidade e suporte a até três monitores diferentes. Já no que diz respeito à memória, a CPU garante suporte a até 64 GB de RAM no padrão DDR4, oferecendo ainda 6 mB de memória cache em L3. Desempenho Core i5 8265U pode ser comparado a processador gamer de dois anos atrás — Foto: Reprodução/PassMark Como a Intel lançou processadores de nona geração para notebooks voltados especificamente para máquinas gamer, os chips de oitava geração ainda são bastante relevantes no mercado. A décima geração, vale lembrar, ganhou primeiro suas versões para laptops, com foco em performance e produtividade, mas ainda estão chegando ao mercado. O desempenho do Core i5 8265U, por sua vez, supera inclusive o Core i7 8550U, também de oitava geração. De acordo com comparativos realizados pelo site NotebookCheck, a diferença na performance fica entre 5 a 11% maior em relação à outra opção da Intel. Já resultados do CPU Mark mostram que a CPU soma 7.984 pontos, número próximo ao de componentes como o Core i7 6700HQ, modelo gamer da marca e comum em notebooks para jogos. Outro processador que fica para trás é o Ryzen 5 2500, da AMD, que é um rival direto no segmento de processadores intermediários para notebooks ultrafinos. Consumo Fabricantes podem restringir o modo de desempenho máximo do processador para melhorar a autonomia de bateria — Foto: Divulgação/Lenovo A questão do consumo é central em processadores para notebooks, e o Core i5 da Intel não escapa dessa realidade. Embora a autonomia mude de modelo a modelo, suas especificações relacionadas ao perfil térmico são as mesmas em todos os casos. Nesse sentido, a Intel explica que o chip pode trabalhar em três faixas de TDP: 25, 15 ou 10 Watts. Na mais baixa, o componente aparece com performance mínima, reduzindo sua emissão de calor e consumo. Na opção intermediária, o Core i5 8265U assume o perfil mais comum do mercado. A faixa de 25 Watts, por sua vez, pode ser liberada ou não pela fabricante do laptop, algo que vai depender da capacidade do sistema ao contornar o calor e da necessidade de economizar bateria. Notebooks i5 8265U é bem comum e aparece em modelos de várias marcas — Foto: Divulgação/Asus Como se trata de um processador com soquete BGA, soldado à placa-mãe, o Core i5 8265U aparece exclusivamente em notebooks. O processador é bastante comum no mercado, e equipa produtos de Acer, Asus, Dell, Lenovo, Samsung, entre outras marcas. Uma das alternativas mais baratas é o Acer Aspire A315-53-5100 que pode ser encontrado por cerca de R$ 1.800 no momento. Com valores um pouco mais altos, vale destacar opções como o Lenovo IdeaPad S145, Asus VivoBook, Dell Inspiron 3000 e Samsung Expert X30, todos com diferentes versões e valores girando entre R$ 2 mil e R$ 2.500. Concorrentes Modelo tem concorrentes de oitava e décima geração da Intel, além dos Ryzen 5 da AMD — Foto: Reprodução/Intel O Core i5 8265U tem alguns concorrentes diretos no mercado. Considerando apenas processadores da própria Intel, é possível compará-lo com o Core i5 8250U, seu antecessor direto, e o Core i5 10210U, modelo de décima geração que substitui o componente, mas que ainda não chegou ao mercado brasileiro. A AMD também oferece alternativas diretas, como os Ryzen 5 2500U e Ryzen 5 3500U. Esse último se destaca por conta da placa gráfica integrada, que promete ser superior e aparece em alguns produtos de marcas como Acer e Lenovo no Brasil. Custo-benefício A popularidade do Core i5 8265U e a chegada da décima geração de processadores Intel Core contribuem para preços mais competitivos, sendo possível encontrar notebooks equipados com o chip por valores que começam em aproximadamente R$ 2.500. Em relação à performance, o componente ainda se mostra uma opção de desempenho suficiente para a maioria das tarefas no dia a dia, já que apresenta quatro núcleos, oito threads e velocidades de até 3,9 GHz com o turbo acionado. Há ainda a placa gráfica integrada, o que dispensa a presença de uma GPU integrada para usos mais simples. Intel Core i5 8265U EspecificaçõesCore i5 8265U LançamentoOutubro de 2018 Velocidade1,6 a 3,9 GHz Quantidade de núcleos4 Overclocknão Hyper Threading ou SMTsim, 8 threads Memória cache6 MB (em L3) Memóriaaté 64 GB de DDR4 em dual-channel Placa de vídeo integradaIntel UHD Graphics 620 Soquetetipo BGA TDP15 Watts (25 Watts em alguns modelos) Fonte: Intel https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/02/intel-core-i5-8265u-e-bom-saiba-tudo-sobre-o-processador-para-notebooks.ghtml
  23. Através de suas redes sociais, o AliExpress, uma das maiores lojas virtuais do mundo, começou a alertar seus clientes sobre algo importante: encomendas vindas da China podem demorar um pouco mais para serem entregues devido ao surto de coronavírus, que vem afetando o sistema de logística de seus parceiros. O comunicado foi publicado no Facebook da empresa na última terça-feira (13). Na postagem, o AliExpress, que conta principalmente com fornecedores da China, alerta que "podem haver alguns atrasos devido ao coronavírus". Diversos clientes aproveitaram a publicação e disseram que, além da demora, os prazos de entrega foram automaticamente renovados, em vez de serem cancelados. Em uma entrevista à Reuters, a companhia disse: "Algumas entregas podem ser afetadas, mas estamos trabalhando duro para apoiar nossos vendedores neste momento difícil, minimizando qualquer inconveniente para nossos clientes". Fonte: Oficina da Net
  24. O americano Larry Tesler, criador do comando "copiar e colar" (CTRL C+CTRL V), morreu na última segunda-feira (17), aos 74 anos. A informação foi dada primeiramente pelo site especializado em tecnologia Gizmodo e o blog Apple Insider, nesta quarta (19). Formado em Ciências da Computação na Universidade de Stanford, na Califórnia, berço da indústria de tecnologia americana, Tesler começou a trabalhar na Xerox em 1973, onde criou, junto com Tim Mott, o processador Gypsy, que continha os termos “cortar,” “copiar” e “colar” ("cut", "copy" e "paste", em inglês) para edição de textos. Depois, em 1980, foi trabalhar na Apple, onde ficou até 1997 e desempenhou funções como cientista-chefe, posto que já tinha sido de Steve Wozniak, fundador da companhia junto com Steve Jobs. Depois de deixar a Apple, Tesler cofundou a Stagecast Software, focada em ferramentas que tornassem os conceitos de programação mais fácil de serem aprendidos por crianças. Em 2001, ele foi para a Amazon, onde ocupou o cargo de diretor de experiência de compra. Em 2005, se mudou para o Yahoo!, onde continuou trabalhando para melhorar a experiência dos usuários. Em 2008, passou a trabalhar na 23andMe, empresa de biotecnologia do Vale do Silício especialista em testes genéticos. Posteriormente, passou a atuar como consultor independente.

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...