Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'notícia'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Notices, News and Rules
    • How does the forum work? (Portuguese)
    • How does the forum work?
    • How does the forum work? (Spanish)
    • File manager
    • News
    • Disassembling of Notebooks, Smartphones and etc ...
  • Electronics
    • Eletrônica em Geral
    • TV Receivers
    • Arduino
    • Treinamento Eletrônica
    • Ferramentas para eletrônica
    • Projetos, Montagens e Mecatrônica
    • TVs de PLASMA, LCD, LED e CRT
    • Vídeo Games
    • Aparelhos de Som, GPS, Gadgets e Tecnologia
    • Celulares, Smartfones e Câmeras fotográficas
    • Tablet, Ipad
    • Fontes & No-Breakes
    • Eletrônica Automotiva
  • Computing
    • Notebook's
    • Motherboards, PCs, All in One & Cia
    • Recuperação de Arquivos e Mídias
    • Monitores e Projetores
    • Impressoras e Copiadoras
    • Redes e Internet
  • Software
    • Webmaster
    • Linux - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Windows - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Mac OS - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Segurança antivírus
  • Diversos
    • Trocas, Vendas e Promoções
    • Jogos
    • ELetrotreco
    • Apresentações
    • Assuntos Diversos
    • Sugestões para Melhoria
    • Filmes, séries, animes e músicas
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Samsung washing machine panel repairópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Error codes E8
  • Repair of large household appliances, white goods's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Hello !

Categories

  • All in One - Wiring Diagrams
  • All in One - Bios
    • AOC
    • Asus
    • Miscellaneous
    • Dell
    • Lenovo
    • LG
    • Positivo
    • HP & Compaq
  • Handbooks generally
    • Arduino
    • Apple MacBook
    • Various
    • Datasheets
    • Electronics
    • Electrical and Industrial Electronics
    • Fonts & Nobreaks
    • Computing
    • Printers
    • Linux
    • Monitors
    • Network, Routers and Modems
    • Software
    • Satellite Receivers Cable
    • Tablets, Cell Phones and GPS
    • Plasma, LCD, Led and CRT TVs
    • Vídeo Games
  • Apple MacBook
    • Applications
    • Bios
    • Schemas
  • Desktop - BIOS
    • Asus
    • DFI
    • Dell
    • ECS
    • Foxconn
    • Gigabyte
    • HP e Compaq
    • Intel
    • Megaware
    • MSI
    • Others
    • PCWare
    • Positivo
    • Phitronics
  • Desktop - Schemas
    • ABIT
    • Asus
    • Biostar
    • Miscellaneous
    • ECS
    • Foxconn
    • Getway
    • GIGABYTE
    • Intel
    • MSI
  • Hard Disk (HD) - BIOS
    • Corsair
    • Hitachi
    • Kingston
    • Maxtor
    • Sandisk
    • Seagate
    • Samsung
    • Toshiba
    • Western Digital
  • Consumer electronics in General
    • Audio
    • Miscellaneous
    • Home appliances
    • Electronic equipment
    • Firmwares
    • Projectors
    • Video & Image
    • Diversos
  • Automotive Electronics
  • Fonts & Nobreaks
  • Printers
  • Inverters
  • Monitors - Schematics
  • Monitors - Bios
  • Manuals - Notebook & Desktop
  • Notebook - BIOS
  • Notebook - Drivers
  • Notebook - Schematics
  • Video Cards
  • Programs & Softwares
  • Satellite Receivers, Cable, DVR and HDVR
  • Routers and Modems - Bios
  • Tablets, Cell Phones and GPS
  • TV - Schemas and Manuals
  • TV - Software & Flash
  • Vídeo Games
  • Montagens, projetos e afins
  • cicero's Downloads

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.

Product Groups

  • VIP Subscriptions
  • Free Downloads
  • Access to resolved cases
  • Secret Areas of the EBR
  • Life Subscriptions
  • Promotions

Calendars

There are no results to display.

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Facebook Profile


Twitter username


Sexo


Website URL


Location


Personal text


About Me

Found 680 results

  1. Atendendo a solicitação de inúmeros usuários e com o objetivo de ajudar a manter o fórum em funcionamento, decidimos implementar Assinaturas Vip, assim podemos contar com a ajuda dos membros para pagar nossos servidores e realizar melhorias em nosso fórum. Lembrando que o atual sistema de créditos e joinhas do fórum nada mudou. Quem tem tempo e gosta de participar tem total acesso a todo o conteúdo do fórum gratuitamente. Vantagens de ser um membro VIP incluem: -> Acesso em todos os arquivos postados, Esquemas, Bios, Tutoriais e Etc... (O maior e mais atualizado da Internet.) -> Acesso em todas as áreas fechadas do fórum, Resolvidos, Firmware Raros, Perfis BGA, Distribuidores de eletrônica e informática e etc... -> Exclusivo distintivo que aparecerá abaixo de seu nome nas postagens no Fórum. -> Seu nome aparecerá em vermelho na lista de usuários on-line, identificando-o como um membro VIP. -> Futuras vantagens em breve serão anunciadas... Atualmente disponibilizamos 3 tipos de assinaturas que podem atender ao que você precisa: VIP 60 VIP Pro Super VIP Duração de 2 meses Duração de 6 meses Duração de 12 meses 3 downloads por dia* 5 downloads por dia* 10 downloads por dia* Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas Acesso ilimitado em todas as áreas R$ 99,90 ou 2x 49,95 sem juros R$ 199,90 ou 2x 99,95 sem juros R$ 299,90 ou 6x 49,99 sem juros Para pagamento por Paypal US$ (Internacional). Clique aqui! Atenção: - Para facilitar a ativação de sua assinatura, favor utilizar o mesmo e-mail cadastrado no fórum no Pagseguro. Se não for possível me envie uma MP (Mensagem Pessoal) informando qual foi o e-mail utilizado no Pagseguro. - Assinaturas VIP podem demorar até 48h para serem confirmadas. (Aprovação de boletos pode demorar até 3 dias) - Usuários de assinaturas VIP não estão isentos das regras gerais do fórum. -> Clique aqui e leia as regras com atenção. * Atingindo limite de download diário é necessário aguardar 24h.
  2. 110 V ou 220 V? Por que regiões do Brasil têm padrões de tensão diferentes? Há algumas semanas, parti da capital de São Paulo, onde moro, para ir ao casamento de um amigo em Florianópolis, Santa Catarina. Para a surpresa das meninas (e dos amigos cabeludos), descobrimos em cima da hora que a tensão padrão em Santa Catarina é 220 V e o secador que levamos era 110 V. Muita gente (como nós) acaba caindo nessa — achar que todas as regiões do país possuem um mesmo padrão de voltagem, o que não é verdade. Mas, afinal, por que não existe um padrão único de tensão no Brasil? E o que pode acontecer quando usamos um aparelho eletroeletrônico feito para funcionar com 110 V, mas ligado no 220 V — e vice-versa? Atenção: Sabemos que em linguagem técnica, o uso de termos como “voltagem” ou “amperagem” não é muito bem visto, sendo tratados de maneira mais correta como “tensão” e “corrente”. Porém, como a linguagem popular compreende voltagem como tensão e amperagem como corrente normalmente, vamos usar todos esses termos, afinal, o importante é se fazer entender por todos. Vamos começar pelo básico Geralmente, os padrões de tensão de praticamente todos os lugares do mundo dividem-se em 110 V e 220 V, falando mais grosseiramente. De maneira bem generalizada, o continente americano inteiro usa mais 110 V, enquanto que Europa, África e Ásia optam em sua maioria por 220 V. Mas qual é a diferença entre os dois tipos na prática? O consumo doméstico de energia elétrica é medido em kilowatts/hora, visto que a grandeza de potência é medida em watts Para entender isso, precisamos saber que o fluxo de eletricidade pode ser compreendido de duas maneiras: pela tensão e pela corrente. Tensão, ou voltagem, medida em volts, é a “pressão” ou “impulso” com o qual a eletricidade passa pelos fios. Corrente, ou amperagem, medida em amperes, é o fluxo da eletricidade passando por um condutor. Quando a gente liga uma lâmpada, um chuveiro ou qualquer outro dispositivo em uma tomada, ele usa a eletricidade para funcionar. Esse consumo doméstico de energia elétrica é medido em kilowatts/hora, visto que a grandeza de potência é medida em watts e depende dos dois valores já mencionadas — de tensão e corrente. Tá confuso, me dá um exemplo? Para entender mais fácil, vamos pensar nessa situação: se você ligar uma lâmpada com potência de 300 watts em sua casa em 110 V, uma corrente de 2,72 amperes vai passar pelos fios. Se você ligar essa mesma lâmpada no 220 V, a corrente vai ser de 1,36 amperes, ou seja, consideravelmente menor. Isso significa que você vai precisar de fios condutores mais grossos para usar essa lâmpada no 110 V e mais finos no 220 V. Instalações prediais elétricas que usam como padrão 220 V vão ter menos corrente passando pelos fios, permitindo que eles possam ser mais finos Mas o que isso significa? Podemos dizer que instalações prediais elétricas que usam como padrão 220 V vão ter menos corrente passando pelos fios, permitindo que eles possam ser mais finos e, por consequência, são mais baratos. Esse é um dos motivos pelos quais aparelhos com bastante potência, como chuveiro e secador de cabelo, geralmente funcionam em 220 V — se funcionassem em 110 V, eles precisariam de correntes maiores e os fios teriam que ser mais grossos para não pegar fogo com o atrito. Então, por que tem lugar que usa um ou outro? Existem dois motivos principais para algumas regiões usarem a tensão padrão de 110 V ou 220 V: o primeiro é a origem das empresas que instalaram as redes elétricas no Brasil quando essa tecnologia chegou aqui na virada do século XIX para o XX. Dependendo de onde essas companhias eram, acabavam trazendo seu padrão para cá — geralmente as empresas americanas e canadenses optavam por 110 V e as europeias por 220 V. O segundo motivo envolve um desequilíbrio entre prioridades — segurança e economia. As redes de 220 V são mais econômicas por exigirem condutores mais finos, o que gasta menos material, geralmente o cobre. O consumo também é levemente menor nas redes de 220 V, nada que faça diferença para o usuário final, mas para as fornecedoras pode até ser uma questão a se levar em conta. Já no quesito segurança, a preferência vai para as redes de 110 V, que oferecem um risco menor para quem, sem querer, acabar tomando um choque — porém, é muito mais fácil botar fogo em uma casa usando o 110 V, que geralmente funciona com uma corrente maior, gera mais atrito nos fios e se eles não forem espessos o suficiente, podem esquentar mais do que deveriam e entrar em combustão. Como já deu para ver, os prós e contras são bastante equilibrados. Quando nós ligamos um aparelho que funciona com 110 V em uma rede de 220 V, as chances do dispositivo ser danificado são altíssimas Só mais uma coisa para não ficar nenhuma dúvida: a gente mencionou no texto todo a voltagem de 110 V, quando na realidade o correto aqui no Brasil é 127 V. Isso acontece porque o padrão de tensão do país anteriormente era de exatos 110 V, mas com o tempo ele foi sendo adaptado e houve um consenso entre as concessionárias para que 127 V fosse o padrão, pois esse valor é — explicando bem superficialmente — uma média da variação natural que existe quando medimos uma corrente alternada. Ok, mas tem problema ligar um aparelho de uma tensão em outra? Depende. Quando nós ligamos um aparelho que funciona com 110 V em uma rede de 220 V, as chances do dispositivo ser danificado são altíssimas. Geralmente, nesses casos, o aparelho vai torrar com a tensão mais alta e aí já era — é torcer para haver algum sistema de segurança para não ter que jogar o dispositivo fora. Já quando a gente liga um aparelho que usa 220 V na rede de 110 V, o problema é bem menor: via de regra, ele simplesmente não vai funcionar direito, pois está sendo alimentado só com a metade da tensão que deveria receber. Uma furadeira, por exemplo, não vai ter a rotação desejada ou um aparelho de som pode funcionar com o volume bem mais baixo. Nesses casos, o risco de acontecer algum dano ao dispositivo é quase nulo, mas não para se aproveitar de todo seu potencial. Tabela com as tensoes mais comum por região. source
  3. Robô faz drinks complexos sozinho e pode ser montado em sua casa Quem gosta de drinks mais elaborados sabe que não é nada fácil fazê-los – por isso precisamos de um barman realmente bom – e geralmente eles não são nada baratos. Porém, como já vivemos em uma realidade onde robôs já estão fazendo de tudo, até realizando cerimônias fúnebres em templos budistas japoneses, por que não criar uma máquina para misturar nossas bebidas favoritas na medida certa sem a gente nem precisar dar gorjeta? Em menos de um minuto você tem um drink completo preparado sem a necessidade de mãos humanas Conheça o Barbot, um robô cujo sistema tem como base as placas Arduino Mega 2560 e o Genuino Mega 2560, dois microcontroladores muito acessíveis. Com mais algumas partes montadas, a plataforma é muito simples de usar: basta você posicionar o copo certo (com gelo, caso o drink peça algumas pedrinhas) e selecionar o que você quer beber pelo aplicativo. Como é possível ver nos vídeos, uma esteira conduz o copo até as bebidas específicas que compõem o drink e a máquina deposita a quantidade necessária do líquido no recipiente. Em menos de um minuto você tem um drink completo preparado sem a necessidade de mãos humanas. Quem se interessou e quer ter o seu próprio Barbot pode acessar o código aberto publicado pelo criador Lukas Šidlauskas no GitHub. Acessando também o Hackster.io, você pode montar o Barbot na sua casa e viver feliz para sempre com seus próprios drinks feitos por um robô. A desvantagem? Diferentemente de bartenders humanos, o Barbot não vai ouvir sua lamúrias quando você estiver bêbado e na fossa. Pelo menos por enquanto. source
  4. Huawei: confira a nota oficial sobre impedimentos de MicroSD e WiFi A Huawei acaba de emitir um comunicado oficial acerca das suspensões que sofreu em algumas organizações e alianças industriais nos últimos dias, decorrentes das sansões do presidente norte-americano Donald Trump. A empresa ficou proibida que continuar usando padrões internacionais como micro SD e WiFi, tecnologias colaborativas criadas abertamente para facilitar a integração de equipamentos. Já colaborou com mais de 60 mil propostas para essas organizações Segundo o comunicado da empresa, essas proibições não devem afetar consumidores que possuem produtos das marcas Huawei ou Honor. A fabricante também ressaltou que participa de mais de 400 alianças padronizadoras e já colaborou com mais de 60 mil propostas para essas organizações. Outro ponto importante levantado pela companhia chinesa é de que, apesar das sanções norte-americanas, a sua suspensão nessas organizações é completamente ilegal. Confira o comunicado na íntegra: Recentemente, uma série de normas e organizações do setor suspenderam temporariamente alguns aspectos de sua contribuição com a Huawei, em resposta à pressão política atual. Estamos decepcionados por essas decisões, mas as mesmas não terão nenhum efeito em nossas operações diárias. Continuaremos fornecendo aos nossos consumidores produtos e serviços de máxima qualidade. A Huawei é um membro ativo de mais de 400 normas e organizações do setor, alianças da indústria e comunidades de código aberto, nos quais servimos em mais de 400 posições-chave. Contribuímos de forma proativa nesses grupos, e ao longo dos anos apresentamos mais de 60.000 propostas. Atualmente, nosso trabalho com a maioria das organizações normativas continua como de costume. No futuro, continuaremos fazendo a nossa parte ao trabalhar com padrões e organizações do setor com o objetivo de construir um ecossistema industrial robusto para todos. Padrões abertos e globalmente unificados promovem sinergia ao longo da cadeia de valor Os padrões representam a sabedoria que coletivamente obtivemos de todas as inovações em ciência e tecnologia. Padrões abertos e globalmente unificados promovem sinergia ao longo da cadeia de valor, ajudando a todos a fornecer aos seus clientes produtos e serviços não apenas mais avançados, mas de qualidade muito superior. Isso é o que ajudou a sociedade da informação a crescer tão forte desde o início. Em sua maioria, todas as organizações normativas, as comunidades de código aberto e as alianças da indústria aderem aos princípios de transparência, abertura, justiça e não discriminação. Esses princípios são a base do desenvolvimento saudável e sustentável da indústria de TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação). A Huawei não violou os artigos de associação de nenhuma destas organizações, ainda assim, um pequeno grupo decidiu suspender sua colaboração sem nenhuma base legal. Suas ações vão contra os princípios que dizem sustentar e rompem sua credibilidade como organizações internacionais Suas ações vão contra os mesmos princípios que dizem sustentar, e rompem sua credibilidade como organizações internacionais. Por fim, decisões como essa resultam em padrões fragmentados, incluindo a fragmentação dos padrões de informação e comunicação, e servirão somente para aumentar os custos e riscos para todos ao longo da cadeia de valor. Acreditamos que essas ações não representam as crenças da indústria. Apesar de contratempos como esse, estamos confiantes que a indústria de TIC desfrutará de um desenvolvimento sustentável e a longo prazo. Source
  5. boa tarde a todos estou a procura de uma bios do positivo stilo xc7660 alguém pode me ajuda meu problema é senha na bios bloqueando o notebook por completo lucas da loop informatica
  6. Estão aparecendo em nossa comunidade vários técnicos especialistas em lavar e assar placas e chipsets, usando esta técnica como solução para todos os problemas. Com isso estão tirando a seriedade do fórum. Estas técnicas podem até funcionar por um curto período de tempo, só que o problema sempre volta. Acredito que isto está acontecendo por causa destes vídeos do Youtube ou estes professores que só querem dinheiro ensinado estas porcarias. O pior é que estes churrasqueiros e lavadores acabam inutilizando as placas e inviabilizando qualquer tipo de reparo posterior. Alguns exemplos de usuários que estão fazendo este tipo de serviço porco: https://eletronicabr.com/forums/topic/37852-alguem-tem-algum-tutorial-ou-maneira-de-testar-bga-ponte-norte-e-sul https://eletronicabr.com/forums/topic/38338-placas-que-ligam-e-não-dão-video https://eletronicabr.com/forums/topic/8887-reballing-em-forno-caseiro-placa-de-vídeo-ou-note-mito-ou-verdade https://eletronicabr.com/forums/topic/1538-utilização-de-forno-elétrico https://eletronicabr.com/forums/topic/20736-conserto-de-notebook-rapido-para-novatos https://eletronicabr.com/forums/topic/1538-utilização-de-forno-elétrico https://eletronicabr.com/forums/topic/37564-lavar-ou-não-lavar-uma-placa-mãe-eis-a-questão Se utilizarem a busca do fórum vão encontrar mais um monte. Gostaria lançar a campanha: Fora Churrasqueiros e Lavadores de placas
  7. Quanto devem ganhar os profissionais de TI em 2020? Posições de Cientista de Dados, CTO e Analista de segurança estarão em alta, diz Robert Half. Consultoria também projeta salários para o ano que vem Gerente de TI Generalista, Desenvolvedor, Cientista de Dados, Chief Technology Officer (CTO) e Analista de Segurança da Informação estão entre os profissionais de tecnologia que ganharão mais destaque em 2020, segundo a 12ª edição do Guia Salarial da Robert Half. Para os profissionais que almejam preencher tais posições, a Robert Half recomenda desenvolver as habilidades mais demandadas pelo setor: domínio do idioma inglês, agilidade, foco em resultado, visão estratégica, boa comunicação, além dos skills técnicos. A consultoria também ressalta a importância de desenvolver as chamadas soft skills. “Para serem valorizados, os profissionais devem seguir investindo em suas habilidades técnicas, mas é essencial desenvolver também suas habilidades comportamentais. Além disso, independentemente da área de atuação, manter-se atualizado quanto às tendências em tecnologia será primordial para conseguir incremento no salário”, destaca Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half no Brasil. O que priorizar em 2020? A consultoria aponta que o ano de 2020 vai trazer boas oportunidades para aqueles que valorizam e praticam o planejamento, seja na carreira, na estruturação da equipe ou nos negócios. O estudo, entretanto, indica que devem ser raros os grandes saltos salariais, já que 2020 será um ano de retomada lenta da economia. Já para os empregadores, é importante saber que os candidatos e colaboradores buscam mais do que o salário. “Hoje os profissionais valorizam a possibilidade de crescimento dentro das organizações, além do pacote de benefícios, cultura organizacional e propósitos da empresa”, completa Mantovani. “Em 2020, as organizações devem encarar o recrutamento como uma estratégia do negócio, já que o grande desafio será encontrar e atrair talentos”. Nova metodologia Para sua edição de 2020, o Guia Salarial da Robert Half apresenta nova metodologia. As tabelas salariais - que antes traziam as remunerações mínimas e máximas para cada posição -, foram substituídas por quatro faixas salariais, determinadas pelo nível de qualificação e experiência do candidato, bem como pela complexidade de seu cargo ou indústria e setor de atuação. “A visão salarial mais fragmentada para todas as funções facilita a consulta para o profissional, permitindo identificar em qual faixa ele se encontra e, a partir disso, analisar quais pontos ele precisa evoluir para se aproximar da próxima faixa, seja por acúmulo de experiência, obtenção de certificados ou domínio de idiomas, por exemplo”, esclarece Mantovani. “Já para os contratantes, as tabelas também vão auxiliar na tomada de decisão”, completa. Como explica a Robert Half, os salários são divididos em percentis, representados por 25º/ 50º/ 75º/ 95º, sendo que 50º não significa, necessariamente, a mediana do salário para determinado cargo. Os critérios para determinar em que faixa o perfil se encontra podem variar em torno da experiência na função, tempo no segmento, porte da empresa, características setoriais, demanda e disponibilidade pelo perfil no mercado, habilidades e certificações extras, por exemplo. Quanto devem ganhar os profissionais em TI em 2020? Segundo a Robert Half, estas são as perspectivas médias salariais para os profissionais de tecnologia previstas para o ano que vem: Chief Technology Officer (CTO) - 24.700/ 32.000/ 41.350/ 50.300 Cientista de Dados - 13.100/ 17.000/ 21.950/ 26.700 Gerente de TI Generalista - 15.450/ 20.000/ 25.850/ 31.450 Desenvolvedor full stack sênior - 8.100/ 10.500/ 13.550/ 16.500 Analista de Segurança da Informação Sênior - 7.750/ 10.000/ 12.950/ 15.750. Fonte
  8. O que a TI nos reserva para 2020? Corrida não deve ser pela tecnologia mais recente, mas sim pela que realmente contribui para uma melhoria real das operações Nos últimos anos as mudanças tecnológicas aceleraram de maneira exponencial. Tanto em nossa vida pessoal quanto nas empresas, parecia que nunca poderíamos ter a "tecnologia mais recente" porque novos produtos e atualizações surgem quase que imediatamente. Mas, em 2020, confirmaremos que a corrida não deve ser pela tecnologia mais recente, mas sim pela que realmente contribui para uma melhoria real das operações comerciais e garanta uma melhor experiência do trabalho para as pessoas, o que resultará em maior produtividade, melhor atendimento ao cliente e um maior compromisso com a empresa. Tudo isso, claro, sem descuidar da segurança dos dados. Acredito que, em 2020, veremos: Fim da moda da ‘Transformação Digital’ Nos últimos anos as empresas começaram a incorporar novas tecnologias com o desejo de “transformar”. No entanto, muitos acabaram com processos mais complexos e sem conseguir ver mudanças reais em seus negócios. O fim da moda chegou. Em 2020, veremos claramente a transição da transformação digital para a transformação humana, onde as tecnologias implementadas devem se concentrar no aprimoramento do trabalho das pessoas, na simplificação dos fluxos de trabalho e no aumento da produtividade. Inteligência artificial, machine learning e assistentes virtuais na área de trabalho Essas tecnologias serão essenciais para criar um espaço de trabalho centrado nas pessoas. Isso permitirá alcançar o desejado equilíbrio entre as demandas dos usuários e as necessidades das equipes de TI. As empresas podem oferecer áreas de trabalho personalizadas, unificadas e integradas que ajudam os colaboradores a serem mais produtivos. A IA e o machine learning ajudarão a automatizar tarefas repetitivas, mas, acima de tudo, ajudarão a entender e a aprender como cada funcionário deseja trabalhar, como é o seu comportamento em termos de segurança e a monitorar como o espaço de trabalho funciona. Os assistentes virtuais, por sua vez, nos ajudarão a encontrar mais rapidamente as informações e aplicativos que precisamos para trabalhar, “devolvendo” o tempo que perdemos hoje. Eles também obterão um conhecimento completo de como trabalhamos e do que gostamos – o que é essencial para nos ajudar a acelerar os fluxos de trabalho e automatizar tarefas simples. Nuvem híbrida: a escolhida Neste ano, finalmente deveremos admitir que a nuvem híbrida é a modalidade predominante do futuro. Passamos anos discutindo se a nuvem deveria ser privada, pública ou híbrida, mas a verdade é que, no final das contas, o modelo que realmente funciona nas empresas é o híbrido. Nem todas as nuvens híbridas requerem conectividade de rede de baixo nível ou VPN entre vários pontos e, mesmo toda vez que uma empresa adquire um novo aplicativo SaaS, ela adiciona outra nuvem ao seu ambiente. Em resumo: o mundo, por definição, pertence à nuvem híbrida. ‘Tudo como serviço’ Na América Latina vimos um aumento na adoção de tecnologias SaaS, mas também muitas aplicações ainda estão sendo desenvolvidos por equipes internas e de uma maneira muito diferente: são aplicações de microsserviços. Claramente esses tipos de aplicações requerem novas abordagens para desenvolvimentos e operações. Grandes fornecedores de nuvem estão lentamente entrando no data center corporativo com a promessa de oferecer "tudo como serviço" para o novo mundo em que estamos rapidamente entrando. Em 2020 continuaremos a dar passos na América Latina para a construção do Futuro do Trabalho. As tecnologias que oferecem flexibilidade serão as escolhidas e as empresas que as adotarem criarão maneiras mais inteligentes de trabalhar e, consequentemente, liberarão a inovação para seus colaboradores. Fonte
  9. Microsoft Edge baseado no Chromium começa a ser distribuído Ontem (15), a Microsoft finalmente começará a distribuir a versão final do Microsoft Edge baseada no Chromium. A nova versão substituirá o navegador atual e trará várias características similares às do Google Chrome. Na tentativa de repaginar o navegador nativo do Windows 10, a Microsoft decidiu refazê-lo aos moldes do Google Chrome — literalmente. O Chromium é o código-fonte de navegadores como Opera, Vivaldi e o próprio Chrome, cuja utilização viabiliza a compatibilidade com extensões do navegador da Google que podem ser baixados diretamente da Chrome Web Store e outros recursos bastante aguardados, como sincronização de histórico e de extensões entre dispositivos. Captura de tela do Beta do Microsoft Edge em Chromium. (Fonte: Arstechnica/Reprodução) A atualização deve chegar gradativamente às máquinas com Windows 10. Atualmente, o Microsoft Edge tem apenas 2,13% de domínio no mercado de navegadores — fatia menor que a do finado Internet Explorer —, segundo informações do StatCounter. Se você está aguardando ansiosamente pela atualização, fique de olho no Windows Update, localizado na seção "Atualização e Segurança" do menu de configurações do sistema operacional. https://www.baixaki.com.br/download/microsoft-edge-com-base-no-google-chrome.htm Fonte : https://www.tecmundo.com.br/software/149325-novo-edge-baseado-chromium-comeca-distribuido.htm Gostou da Matéria da um
  10. Não é difícil conseguir joinhas. Basta participar ativamente do fórum, ajudando os colegas ou compartilhando dicas. Cada joinha recebido equivale a 10 Créditos. = 10 Créditos Aqui estão 5 dicas para ganhar muitos joinhas: 1-) Fique antenado nas últimas postagens no fórum e ajude a galera! Clique no menu superior “Atividades”. 2-) Não tenha medo/vergonha de sugerir algum teste por mais simples que possa ser, se ele não foi citado anteriormente nos testes feitos, pode ter passado desapercebido pelo autor do tópico e outros usuários. 3-) Sempre que possível crie tópicos com tutoriais e dicas, são sempre bem vindos. 4-) Crie tópicos de notícias! Tópicos bem feitos podem ser divulgados na página inicial do fórum e ganham muitos joinhas. Clique Aqui para mais informações. 5-) Uploads bios e esquemas geram muitos joinhas. Clique Aqui para mais informações. Notas: -> Naturalmente, para quem está começando agora, não é possível fazer downloads. Mas até pra isso tem solução. Abra um novo tópico na área correta, e receberá toda a ajuda que precisa. Se precisar de um arquivo, os próprios colegas que estarão ajudando no seu tópico poderão fornecer meios para obter este arquivo, de acordo com as regras do fórum. Se estiver nesta situação por favor leia este tópico: Preciso de um Arquivo mas não tenho Créditos... -> Evite pedir joinhas nos tópicos. Eles virão normalmente, de forma proporcional a ajuda que oferecer. Quem merece joinhas? Clique Aqui!
  11. 6 erros que as equipes de Suporte Técnico/Help desk cometem Embora o serviço de suporte técnico de TI nas organizações consuma, em média, apenas 9% do centro de custos atual de todo o departamento de TI, ele é responsável por grande parte da percepção de valor por parte do usuário com o setor. Estima-se que 85% dessa percepção do usuário com os serviços de TI são originadas pelo serviço de helpdesk, logo, isso mostra o quão importante é transmitir um bom serviço para o cliente e que pequenas mudanças nessa área poderá impactar a experiência do usuário positivamente ao utilizar serviços informacionais. Veja abaixo 6 erros cometidos pelas equipes de suporte e atue para ajustá-los! 1- Corrigir a falha e não a causa Como já dizia Confúcio: “Não corrigir falhas é o mesmo que cometer novos erros”. Uma máquina que sempre dá defeito, uma impressora que nunca imprime ou um access point que sempre trava podem consumir horas e horas de trabalho e técnicos diferentes em um período curto, e seus efeitos são inúmeros. Além de aumentar a fila de atendimento, a percepção de valor do cliente com o serviço cairá e o custo para uma solução definitiva provavelmente sairá menos custosa que todas as horas que seriam empregadas para resolver o problema de forma repetida. Muitas das vezes pode ser difícil identificar causas raízes de falhas recorrentes de sistemas ou hardware, para isso existem ferramentas que nos auxiliam a encontrar a real causa como, por exemplo, diagrama de Ishikawa, técnica dos 5 porquês, teste de hipóteses e soluções conjuntas. 2- Aceitar gambiarras Não é raro acharmos aquela gambiarra provisória que está intacta no mesmo lugar há mais de 5 anos. Muitas das vezes as gambiarras são usadas por falta de qualificação, não cumprimento das normas e falta de verba/tempo necessária(o) para aplicar a correção adequada. Gambiarras podem trazer danos irreparáveis à segurança da informação, equipamentos e até a integridade física das pessoas. 3- Pensar que cumprir a SLA já é o bastante Recentemente um artigo excelente aqui no PTI explicou muito bem esse ponto (Tudo que você precisa saber sobre o que é XLA). É muito comum em ambientes de TI com maior controle, onde existe uma SLA bem formalizada e de conhecimento de todos os clientes e técnicos, julgar que atende-las é o bastante. Não adianta o cliente ser atendido a tempo e com a qualidade acordada se outros itens não estiverem satisfazendo. Imagine um restaurante com uma comida incrível, com excelentes pratos, tudo impecável, com exceção de um detalhe: você vê uma pequena barata num cantinho… Toda a sua experiência muda! Olhar apenas analiticamente o SLA pode ser enganoso, devemos olhar toda a experiência do usuário durante o serviço e em todas as etapas e identificar para onde a percepção de valor está sendo canalizada. 4- Priorizar demandas de maneira inadequada Determinar criticidade de incidentes vária de acordo com as organizações. A TI deve sempre determinar prioridade de atendimento de acordo com a visão de negócio da empresa. Para isso, devemos responder algumas perguntas chaves: ===> Quais são as áreas, atividades, funções e/ou cargos que não podem ficar sem os serviços de TI de forma alguma? ===> Para o caso específico de sua organização, o que configura um incidente como crítico: queda/indisponibilidade de serviço? ===> Afeta alguma área crítica? ===> Afeta a algum usuário/cargo específico? Se um cliente interno solicitasse a troca de um cartucho de impressora, qual grau de prioridade daria ao chamado aberto? Se sua resposta foi depende, você está certo. Um problema simples como esse pode causar sérios prejuízos, e se essa impressora ficasse em um guichê de liberação de frota de uma empresa de um grande centro de distribuição? Imagine a situação desse chamado ser considerada de prioridade normal ou baixa com SLA de 12 horas. 5- Não se atentar a métricas Apesar de falarmos no item 3 sobre isso, as métricas são importantes ferramentas para a gestão do departamento de TI da organização e, além disso, é uma excelente forma de mensurar um pouco do trabalho de cada técnico a fim de uma autopercepção que condiz com a realidade. Ela poderá fazer com que você reconheça seus pontos fortes e fracos e também permitirá uma reação mais ágil conforme seus indicadores mudem. 6- Falta de base de conhecimento Os técnicos não devem perder tempo solucionando casos que já foram previamente solucionados por outro técnico. Tenha uma base de conhecimento própria para seus técnicos, documente os possíveis incidentes para que quando o problema venha a se repetir sua resolução seja incisiva, restabelecendo o serviço o mais rápido possível, minimizando assim o impacto negativo sobre o negócio. Há diversas bases de conhecimento prontas na internet, porém, elas dificilmente terão o mesmo efeito de uma solução caseira. Lembre-se que cada organização tem incidentes diferentes. Ter uma rica base de conhecimento é muito importante para o dia a dia do atendimento, ela entrega maior agilidade ao técnico com sua resolução incisiva restabelecendo o serviço da maneira mais rápida possível minimizando assim o impacto negativo sobre o negócio. Ela pode ser elaborada de diversas maneiras, seja em uma página restrita na web, planilhas, papel ou diretamente no seu software de help desk. Instrua seus técnicos a participarem desse processo de alimentação e que consultem ou alterem quando necessário. Para manter a equipe de suporte relevante e entregando valor ao cliente devemos sempre compreender seu funcionamento e buscar melhores experiências ao usuário. Fonte
  12. Esperamos que gostem deste novo projeto. Contamos com a participação de vocês nos comentários para continuar realizando mais reuniões que possam ser de ajuda para os colegas do fórum. Nesta live estivemos falando sobre: -Porque comprar um osciloscópio ? -Qual osciloscópio comprar ? Analógico X Digital - Características básicas -Experiencias sobre o uso do osciloscópio na manutenção de notebook, macbook e celulares. -Lendas urbanas sobre o osciloscópio -Osciloscópio como ferramenta de estudo e de trabalho. Deixem suas dúvidas, opiniões e comentários. Na próxima live vamos tentar responder ao vivo, as duvidas que forem mencionadas neste tópico !
  13. Ronaldomcz

    notícia reset

    reset L355...
  14. Startup está procurando alguém de aparência "gentil e amigável" para ceder sua aparência a máquina cuidadora de idosos. Você venderia seu rosto por meio milhão de reais? Uma startup com base em Londres chamada Geomiq está à procura de desapegados que não se importem em ter suas feições replicadas no design de um robô. A empresa deseja pagar 125 mil libras, aproximadamente R$ 666 mil, para quem topar a proposta. De acordo com o site da Geomiq, a empresa está procurando alguém de aparência "gentil e amigável" para emprestar sua aparência ao robô. "Isso fará com que o rosto da pessoa selecionada seja reproduzido em potencialmente milhares de versões dos robôs em todo o mundo." A ideia é que o robô funcione como um "amigo virtual" para pessoas idosas. Segundo a empresa, o projeto está em desenvolvimento há cinco anos e deve entrar em prdoução em 2020. E aí galera, alguém se interessaria?
  15. Samsung apresenta o Ballie, um simpático robô em forma de bolinha Ele parece um novo droide do universo de Star Wars, mas é na verdade um produto da divisão de bem-estar e inteligência artificial da Samsung. Trata-se do Ballie, um robô rolável em forma de bolinha apresentado pela sul-coreana durante a conferência da empresa na CES 2020. De acordo com a companhia, o Ballie tem capacidades de IA que permite a ele ser um assistente de atividades físicas, além de uma interface móvel que "busca soluções para a necessidade das pessoas de mudar de hábitos". A Samsung garante que todos os dados coletados pelo robô ficam guardados somente nele, garantindo a privacidade do usuário. O Ballie foi descrito como algo que "compreende e apoia você, e reage às suas necessidades para estar sempre ativamente disposto a ajudar ao redor da casa". A empresa até liberou um divertido vídeo que mostra um pouco do seu funcionamento — e da interação até com moradores caninos de uma residência. O robô ainda pode ser usado para ajudar pessoas idosas a se conectarem com outros dispositivos inteligentes da casa e usarem serviços de emergência, por exemplo. Na demonstração feita no palco, o Ballie usava a câmera própria para detectar o "dono" e seguir ele a todo momento. Ele ainda tem um microfone que permite ao robô responder a comandos de voz, mas nem mesmo a Samsung parece ter imaginado todas as possibilidades de uso do aparelho. Por enquanto, ele é apenas um conceito e teste de tecnologia e não há previsão para um lançamento comercial.
  16. Boa tarde Preciso da Bios da seguinte Placa Mãe PositivoPOS-PIQ75CX
  17. MicroLED vs. OLED: Qual tecnologia possui o futuro dos displays de TV? Rich Shibley / Tendências digitais O MicroLED era pouco mais do que a última palavra da moda em tecnologia há alguns anos, mas hoje está pronto para ser a próxima grande novidade nas TVs. Não queremos dizer isso figurativamente - o MicroLED é a tecnologia por trás dos maiores monitores baseados em painel do mundo, como esse monstro de 292 polegadas da Samsung e um gigante ainda maior de 17 pés da Sony . Mas depois que você supera a enorme enormidade de telas que o MicroLED torna possível, fica claro que não se trata apenas de criar TVs monstruosas a 1%. Este é um tiro no arco do OLED, e poderia muito bem ser um assassino de OLED a longo prazo. Abaixo, abordaremos os detalhes do MicroLED e discutiremos por que poderia ser a tecnologia de TV do futuro. Em teoria, o MicroLED deve oferecer pretos perfeitos, cores excelentes e visualização fora de ângulo quase perfeita. Para entender por que o MicroLED é tão importante, precisamos de uma rápida revisão sobre como as TVs modernas funcionam: Atualmente, o que chamamos de TVs LED são realmente painéis LCD com um monte de luzes LED atrás deles . As telas de LCD não podem produzir sua própria luz; portanto, é necessário acender uma luz atrás delas para tirar uma foto. A razão pela qual as TVs OLED recebem ótimas críticas é que os painéis OLED são o que chamamos de tecnologia de "exibição emissiva". Cada pixel em uma tela OLED produz sua própria luz - sem necessidade de luz de fundo. As vantagens de uma tela emissiva como o OLED são níveis de preto perfeitos, cores excelentes e visualização fora de ângulo quase perfeita - em poucas palavras, o OLED é excelente em tudo o que as TVs de LCD / LED não são. A desvantagem dos painéis OLED? Como são feitos com compostos orgânicos, são caros, com brilho um pouco limitado e podem sofrer queimaduras nos cenários de visualização mais excruciantes. Eles também são muito difíceis de fabricar em tamanhos grandes. Até o momento, o LG K9 OLED de 88 polegadas e 8 polegadas é o maior de todos os tempos. Os benefícios do MicroLED O interessante do MicroLED é que ele também é uma tela emissiva, mas, diferentemente do OLED, ele não depende de compostos orgânicos para produzir luz. Em teoria, os monitores MicroLED devem oferecer pretos perfeitos, cores excelentes e visualização fora de ângulo quase perfeita, assim como o OLED, mas também devem ser ainda mais brilhantes, muito finos, imunes à queima e, a longo prazo , mais barato de fabricar que o OLED. Como pequenos painéis MicroLED podem ser combinados em telas maiores, também não há limite - do ponto de vista da fabricação - no tamanho da tela. O custo ainda desempenhará um papel, no entanto. Além de prometer desempenho estelar de imagem, as TVs MicroLED são baseadas em um sistema modular, permitindo que os usuários personalizem o tamanho de sua tela, com o potencial de aumentá-la no futuro. Dito isto, enquanto a tecnologia modular é anunciada como "sem costura", enquanto os monitores melhoram imensamente, até agora em nossa experiência ainda há costuras se você olhar atentamente. Quando podemos obtê-lo? A Samsung está vendendo The Wall Luxury , uma TV MicroLED que pode ser expandida de uma tela de 2K e 73 polegadas até uma unidade de 8K e 292 polegadas para quem tiver dinheiro para comprá-la (a Samsung não discute o preço de Wall Luxury com a imprensa). O Crystal LED da Sony é sua versão do MicroLED, e agora também está disponível para aqueles com os US $ 5 milhões necessários para comprar a maior edição de 16K . Mas, como sempre foi o caso de novas inovações, a tecnologia nessas TVs deve chegar a modelos menores e mais baratos nos próximos anos. fonte
  18. Cortes mostrando detalhes da irrupção de uma explosão não confinada. [Imagem: Poludnenko et al. - 10.1126/science.aau7365] Explosões abertas e explosões fechadas Explosões termonucleares descomunais no espaço e pequenas explosões químicas na Terra se comportam basicamente da mesma maneira. É o que garantem Alexei Poludnenko e uma equipe de várias universidades dos EUA, que demonstraram isso em uma teoria unificada dos processos de turbulência que geram tanto as explosões confinadas como as não confinadas. Tipicamente, para formar uma detonação, a queima do combustível deve ocorrer em um ambiente confinado com paredes ou obstáculos, que limitam as ondas de pressão liberadas pela queima. À medida que a pressão aumenta, formam-se ondas de choque, que podem crescer em força até o ponto em que podem comprimir a mistura reagente, acendendo-a inteira de uma vez só e produzindo uma frente supersônica autossustentável. As estrelas não têm paredes ou obstáculos, o que tornava difícil de entender as detonações devastadoras que marcam, por exemplo, as supernovas. Usando experimentos e simulações numéricas realizadas em supercomputadores, a equipe conseguiu pela primeira vez demonstrar como funciona esse processo de formação da detonação em ambientes abertos - e ele é basicamente similar ao das explosões confinadas. Os resultados ajudam a decifrar melhor a natureza das supernovas do tipo Ia, as explosões termonucleares das anãs brancas, que funcionam como uma ferramenta importante para medir vastas distâncias cósmicas. Os resultados da teoria explicam os dados coletados das supernovas, como no caso da SN 2014J, monitorada durante vários anos. [Imagem: NASA] Como funciona uma explosão As explosões podem envolver dois tipos diferentes de ondas de combustão, as deflagrações e as detonações, que viajam em diferentes velocidades e através de diferentes mecanismos. No entanto, em explosões não confinadas, como nas supernovas e em explosões químicas, uma chama que se move a velocidade subsônica (deflagração) evolui espontaneamente para uma chama provocada por um choque supersônico (detonação), com uma produção de energia muito maior. Embora essa transição de deflagração para detonação seja facilmente observada experimentalmente, os mecanismos por trás do fenômeno não eram claros. Poludnenko desenvolveu então um modelo para simular numericamente e descrever a transição deflagração-detonação, e o modelo foi capaz de reproduzir com sucesso os dados gerados em experimentos de laboratório. Em seguida, a equipe usou o modelo para prever uma transição deflagração-detonação em uma supernova do tipo Ia, mostrando que os resultados da simulação são igualmente consistentes com as observações. A equipe precisou construir um aparelho especial para gerar a turbulência necessária para disparar as explosões não confinadas. [Imagem: Poludnenko et al. - 10.1126/science.aau7365] Como uma explosão explode De acordo com a teoria, se pegarmos uma mistura reativa, que queima e libera energia, e a agitar para criar uma turbulência intensa, isso pode resultar em uma instabilidade catastrófica, aumentando rapidamente a pressão no sistema, produzindo fortes choques e provocando uma detonação. Assim, a chave para estudar qualquer tipo de explosão consiste em aplicar a quantidade certa de turbulência e misturá-la a uma chama não confinada até que ela se torne autossustentada. Nesse ponto, a chama começa a queimar a energia ingerida, levando a uma explosão tipo supernova, espalhando-se a velocidades equivalentes a Mach 5. As aplicações da nova teoria podem incluir viagens aéreas e espaciais mais rápidas e melhorias na geração de energia, diz a equipe, incluindo reações que geram zero emissões, à medida que todos os produtos usados na combustão puderem ser convertidos em energia. Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=como-acontece-uma-explosao&id=010170191126#.Xg-Qg9JKjIU
  19. Este despertador inteligente estará disponível na China a partir de 14 de janeiro. A plataforma de financiamento coletivo Youpin da Xiaomi gerou um novo produto, o Qingping. Este despertador inteligente com conectividade Bluetooth estará disponível na China a partir de 14 de janeiro por 59 yuans (US$ 8). O despertador inteligente Qingping possui um design simples e sem botões físicos. Ao invés disso, o usuário pressiona o corpo emborrachado do despertador. A função Soneca pode ser ativada desta forma e ela fica ativa por 10 minutos. Pressionar o corpo do despertador duas vezes seguidas desliga o alarme. Por ter conectividade Bluetooth, o despertador pode ser conectado a um smartphone usando esta tecnologia sem fio. Depois de conectado, o despertador sincroniza o relógio automaticamente com o do aparelho. O despertador também permite que o usuário configure até 16 alarmes diferentes, oito tipos de toques e o volume do alarme. Além da função de alarme, o Qingping também oferece recursos como sensor de temperatura e sensor de umidade. Para a temperatura, ele utiliza um sensor Sensirion com precisão de ± 0,2 graus Celsius. Já a precisão do sensor de umidade é de ± 2% RH. Com estes níveis de precisão o gadget pode detectar mudanças de temperatura e umidade de forma mais eficiente. A luz de fundo tela do despertador inteligente pode ter a intensidade do seu brilho ajustada automaticamente. Por exemplo, o brilho é automaticamente reduzido para 50% das 22h às 7h. A conectividade Bluetooth também permite que o Qingping seja usado em conjunto com outros dispositivos inteligentes baseados na plataforma MiJia. Com este tipo de integração, um aquecedor elétrico pode ser ligado automaticamente quando a temperatura ficar abaixo de 20 graus Celsius, por exemplo. Fonte: https://mundoconectado.com.br/noticias/v/11652/xiaomi-qingping-e-um-despertador-inteligente-com-conectividade-bluetooth
  20. Dos temas à busca de arquivo: relembre as funções que deixaram saudades nos usuários. windows-xp-tema-clássico — Foto: Reprodução O Windows XP foi um dos sistemas operacionais mais bem-sucedidos da Microsoft e que ficou conhecido por ser "queridinho" dos usuários. Na época, ele se destacou por ter sido um dos sistemas mais bonitos, ágeis e seguros que a empresa havia criado até então. Essa versão tinha grandes diferenciais no design e ficou marcada pelo clássico papel de parede Bliss, com a foto de uma colina verde. Além disso, teve variantes de 32bits e 64 bits e uma arquitetura que não era baseada no MS-DOS, como os modelos anteriores, o que garantia maior estabilidade e velocidade. Lançado em 25 de outubro de 2001, o sistema foi encerrado em 2014, quando a fabricante terminou o suporte. A seguir, relembre seis funções de destaque do Windows XP e que ajudaram o sistema a ser um sucesso no mundo todo. 1. Temas e personalização O visual do Windows XP era uma das características que mais chamava a atenção. O sistema trouxe cores vibrantes, sombras e formas que tornavam a experiência de uso do computador bastante agradável, até mesmo com o tema padrão que tinha a barra azul. Além disso, uma de suas maiores revoluções foi a possibilidade de personalização. A partir do XP, os usuários puderam escolher entre usar tema moderno ou um clássico do Windows 95, com diversas opções de cores. Outra possibilidade era baixar e instalar novos temas para alterar cores, ícones e deixar o Windows do jeito que você quisesse. Zune: um dos temas mais conhecidos e usados do Windows XP — Foto: Reprodução/Wikipedia 2. Windows Media Player O Windows Media Player tornou muito fácil a reprodução de músicas. O programa organizava a biblioteca do usuário e reproduzia formatos de áudio como mp3. Já quem quisesse ver filmes no PC, só precisava baixar o Media Player Classic ou VLC, dois reprodutores de vídeo que rodavam diversos tipos de arquivos. O Windows XP ainda foi produzido em uma arquitetura avançada para a época e podia, não apenas ler DVDs, mas também gravá-los. Para isso, bastava apenas um programa que “queimava” os discos, como o Nero. Um dos reprodutores mais úteis e utilizados no Windows XP — Foto: TechTudo 3. Busca de Arquivos A Microsoft aprimorou a busca de arquivos ao longo das edições do Windows, mas no XP aconteceu o primeiro grande avanço da ferramenta. O sistema trouxe um recurso de busca textual que exibia uma gama de arquivos como resultado e ainda permitia a utilização de filtros fáceis. Sem dúvida, a função facilitou muito a vida dos usuários. Uma busca eficaz e com muitos filtros para facilitar a vida dos usuários — Foto: Reprodução/Edivaldo Brito 4. Conectar e desconectar dispositivos sem reiniciar o PC O Windows XP foi desenvolvido sobre a proteção do Windows NT (New Tecnology). Um dos grandes avanços dessa estrutura era a desobrigação de reiniciar o computador após desconectar dispositivos, o que criava um ótimo ambiente para quem gostava de passar músicas por pen drive ou usar fones de ouvido, por exemplo. Além disso, para quem gostava de fazer dual boot, ou seja, usar um segundo sistema operacional no pendrive ou em partições do HD, essa potência toda do Windows XP acabava ajudando. Remoção de periféricos sem necessidade de reinicialização — Foto: Reprodução/TechTudo 5. Ajuda com figurinhas animadas Um mago, um cachorro, um clipe de papel animado e outras figuras poderiam ser os guias de ajuda no Windows XP. A ferramenta clássica ficava em algum lugar do monitor para oferecer ajuda aos usuários. As figurinhas animadas se moviam, andavam e executavam ações inovadoras para os padrões da época, quase como versões primárias dos assistentes de voz que conhecemos hoje. Por isso, ficaram marcadas na memória de quem usou o sistema. O XP disponibilizava ícones que se mexiam para te ajudar nas tarefas — Foto: Reprodução/Computer Business Review 6. Teclas de atalho As teclas de atalho se tornaram bastante populares no Windows XP e muitas ainda continuaram em pleno funcionamento ao longo das versões seguintes do sistema. Se você quisesse esconder alguma coisa, por exemplo, era só apertar a tecla do Windows e a letra D, ou a letra L: uma minimizava tudo, enquanto a outra jogava o usuário para uma área de escolha. Pressione as teclas de atalho para ativar a iluminação do teclado do notebook — Foto: Barbara Mannara/TechTudo 7. Jogos - Pinball 3D O Windows XP trouxe diversos jogos que eram uma boa forma de se distrair offline. O Freecell e Paciência Spider tiveram grandes melhoras nos gráficos depois, mas o Pinball faz falta até hoje no Windows. Um dos jogos preferidos do windows XP — Foto: Reprodução/Fitzssimmons Fonte: https://www.techtudo.com.br/listas/2019/12/sete-funcoes-que-fizeram-sucesso-no-windows-xp.ghtml
  21. Lista revela as 200 piores senhas de 2019 — Foto: pond5 Sequências numéricas e de letras estão entre as palavras-chave mais vulneráveis Um grupo de pesquisadores anônimos compilou e enviou à empresa de cibersegurança NordPass uma lista com as 200 senhas mais vulneráveis da Internet em 2019. Para estabelecer o ranking, a equipe avaliou um total de 500 milhões de senhas expostas em vazamentos de dados neste ano. Como de costume, as combinações "12345" e "123456" permanecem campeãs de uso. A lista foi divulgada na última semana. Contrariando orientações básicas de segurança, grande parte dos usuários recorreu a combinações numéricas óbvias e fáceis de adivinhar para compor os códigos. As sequências "12345", "123456" e "123456789" figuram nas três primeiras posições da lista e, juntas, foram usadas por mais de 6,3 bilhões de pessoas. O termo "password" (senha, em português), que em 2018 ocupou o segundo lugar no ranking, permanece entre as piores escolhas dos usuários, mas desta vez aparece na quinta posição. A senha foi usada por mais de 830 mil internautas. Sequências horizontais de letras, como "asdf" (9º lugar) e "qwerty" (10º lugar), também foram recorrentes, assim como modalidades esportivas. "Soccer" (33º lugar), "football" (40º lugar) e "baseball" (41º lugar) estão entre os esportes mais usados como senha, conforme um estudo da Mozilla já havia apontado. Ao percorrer o ranking, é possível ver outras senhas óbvias: "iloveyou" (14º lugar), "abc123" (16º lugar) e "chocolate" (48º lugar) são apenas alguns exemplos. Segundo a NordPass, a maior parte das pessoas prefere usar senhas fracas porque é mais difícil se esforçar tentando lembrar de senhas longas e complexas. A praticidade, no entanto, tem um preço: adotar códigos como esses facilita a ação de hackers e abre brechas para golpes de credential stuffing. Por isso, é aconselhável criar senhas longas, com mais de nove ou dez caracteres e que misturem letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos especiais. Para reforçar ainda mais a segurança do código, experimente substituir letras por números. Se estiver com dificuldades para criar a combinação, experimente usar geradores online. Como saber se fui vítima de vazamentos online? Ferramentas como o Firefox Monitor e Have I Been Pwned são capazes de informar se suas credenciais estão nas mãos de criminosos a partir do cruzamento do seu endereço de e-mail com bases de dados públicas de informações roubadas. Para verificar se sua senha foi vazada, basta acessar os sites e informar o e-mail utilizado por você em contas de redes sociais, e-commerces e outros serviços. Vale lembrar também que, em sua última atualização, o Google Chrome inaugurou um recurso que alerta se sua senha já foi exposta na Internet. Top 20 piores senhas de 2019: 1. 12345 2. 123456 3. 123456789 4. test1 5. password 6. 12345678 7. zinch 8. g_czechout 9. asdf 10. qwerty 11. 1234567890 12. 1234567 13. Aa123456. 14. iloveyou 15. 1234 16. abc123 17. 111111 18. 123123 19. dubsmash 20. test Fonte: https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/12/piores-senhas-de-2019-ranking-revela-quais-palavras-voce-nao-deve-usar.ghtml
  22. Carreira no Exterior: portas abertas para profissionais de TI nos Estados Unidos Quase sempre, ao fim de um ciclo, e perto de iniciarmos um novo ano, muitas pessoas aproveitam esse período para refletir, fazer um balanço das conquistas e aprendizados, mesmo que eles tenham vindo em algum trecho mais tortuoso da trajetória. Nesse pacote de fim de ano é comum fazermos planejamentos e traçarmos as famosas metas para o novo período. Entre as muitas oportunidades profissionais no campo da Tecnologia da Informação, insere-se a possibilidade de viver no exterior, seja para trabalhar, ampliar a formação, procurar atualização em mercados mais dinâmicos, ou seja, todas as possíveis vertentes no projeto de busca pela internacionalização da carreira. Quando se fala em viver e trabalhar legalmente no exterior, o radar de grande parte dos profissionais de segmentos relacionados à área de Tecnologia, invariavelmente passa pelo projeto do sonho americano. Isso acontece por uma série de razões, entre elas: os Estados Unidos são a maior economia do mundo e maior mercado consumidor em nível global; abrigam as mais conceituadas universidades e centros de pesquisa do planeta; são berço das maiores empresas de TI surgidas nas últimas décadas, apenas para citar alguns dos muitos exemplos. Mas, muitas vezes, na pressa de se realizar esse sonho americano, alguns atropelos acabam criando barreiras para que o projeto possa ser colocado em prática. Para que isso não ocorra, e o sonho não seja queimado na largada, é necessária a consultoria correta, especializada e com experiência comprovada, um planejamento bem elaborado, detalhado e muita informação para que o American Dream se concretize. Logo no início da planificação desse projeto, uma das primeiras perguntas que normalmente surgem é: Os Estados Unidos realmente estão abertos a profissionais do exterior? A resposta é Sim! Os Estados Unidos adotam, há muitas décadas como uma política de desenvolvimento nacional, uma abertura para receber profissionais de destaque em suas áreas de atuação e com sólida formação acadêmica. Dessa forma, e após um processo legítimo de aplicação de um visto de trabalho ou de uma permissão de residência permanente, também conhecida como Green Card, é possível viver com a família e desenvolver atividades profissionais e de pesquisa de forma legal em solo americano. Ainda dentro dessa política de Estado, a América ao assimilar no país cidadãos brasileiros e de outras nacionalidades, ganha uma vantagem competitiva em sua já robusta força econômica e produtiva, agregando talentos já prontos sem a necessidade de fazer um alto investimento em formação, treinamento e qualificação dessa mão-de-obra. Além disso, outro ponto a ser destacado é que, com as taxas de natalidade em queda e o rápido envelhecimento da população economicamente ativa, a estratégia de receber profissionais qualificados do exterior é uma das ferramentas adotadas pelos Estados Unidos para evitar os efeitos negativos desse impacto demográfico, como a retração de Produto Interno Bruto (PIB) com um possível declínio nas condições sociais e na qualidade de vida de forma mais ampla. De maneira geral, os Estados Unidos estão sempre abertos a novos projetos e profissionais que agreguem conhecimento com geração de valor, de forma a contribuir com o crescimento do país. Nesse quesito, no tocante ao desenvolvimento de um projeto de expatriação para os Estados Unidos, os cidadãos brasileiros, de uma forma muito especial, agregam um conjunto de pontos positivos quando se colocam frente a frente com essa meta. Além da versatilidade e da capacidade de propor soluções para questões complexas do dia a dia do profissional de Tecnologia, nós brasileiros, por sermos resultado de uma contínua miscigenação de raças, religiões, etnias e aspectos linguísticos das mais variadas matizes, já nascemos e vivemos em um ambiente naturalmente multicultural. Isso nos torna mais adaptáveis a um novo país, com seus hábitos, costumes, tradições, desafios e oportunidades profissionais. E como estão as oportunidades de trabalho nos Estados Unidos? E por falar em oportunidades, as profissões e as múltiplas especialidades dentro do setor de Tecnologia da Informação devem seguir entre as mais demandadas, com o maior número de vagas criadas e com salários mais altos dentro do mercado de trabalho americano. Um recente relatório intitulado 2020 U.S. Emerging Jobs Report, elaborado pelo LinkedIn, e que está em sua terceira edição, aponta perspectivas altamente positivas para o setor de TI no futuro próximo. De acordo com a análise, as funções relacionadas com a área de Inteligência Artificial e Ciência de Dados devem seguir a tendência de expansão em quase todos os setores da economia: serviços, indústria, medicina, cuidados pessoais, educação, agricultura, entre outros. Por ser um setor de investimento intenso, constante e de cifras bilionárias o futuro da Indústria de Tecnologia depende, e muito, das habilidades das pessoas e do conhecimento acumulado pelos profissionais que atuam na área para seguir atraindo capital para projetos inovadores. Por essa perspectiva altamente favorável, os profissionais brasileiros com sólida bagagem em Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Sistemas, entre as muitas possibilidades dentro da área de TI, têm portas abertas para desenvolver uma carreira internacional de pleno êxito. Uma análise feita pelo site de empregos Indeed mostra que nos Estados Unidos, na área de Segurança Cibernética, o posto mais bem remunerado é o de Engenheiro de Segurança de Aplicativos, com um salário médio de US$ 128 mil ao ano. Outros cargos com salários atraentes são o de Diretor de Segurança da Informação, com um ganho médio de US$ 127 mil por ano e Engenheiro de Nuvem, com um salário médio de US$ 126 mil ao ano. Para quem deseja iniciar essa jornada, rumo à internacionalização da carreira com salários atraentes e em uma moeda forte como o dólar, é importante ressaltar que existem desde opções de vistos de não-imigrantes até opções que garantem um Green Card direto, inclusive sem a necessidade de uma oferta formal de trabalho por um empregador americano. Entre os muitos aspectos positivos nessa equação está o fato de que os Estados Unidos dependem da mão-de-obra dos imigrantes. Não se consegue abrir mão desse importante capital humano e intelectual em um momento em que o país planeja uma expansão mais forte da economia. Expansão essa que é um pilar fundamental para manter o país em posição consolidada de liderança mundial em pesquisa, desenvolvimento, criação e registro patentes das matrizes tecnológicas que pavimentarão o futuro mais promissor para as novas gerações. Fonte
  23. Placa positivo pih55bo funciona com placa onboard mas, ao colocar minha rx570 nova liga mas não dar imagem, oq pode ser? Sistema: windows 7 64bits Placa: Positivo pos-pi55bo Processador: core i3 550 3.20Ghz Memória 6gb ddr3 Bios versão: 0102 Fabricante: positivo informática SA(American megatronic)

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...