Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'anos'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Notices, News and Rules
    • How does the forum work? (Portuguese)
    • How does the forum work?
    • How does the forum work? (Spanish)
    • File manager
    • News
    • Disassembling of Notebooks, Smartphones and etc ...
  • Electronics
    • Eletrônica em Geral
    • TV Receivers
    • Arduino
    • Treinamento Eletrônica
    • Ferramentas para eletrônica
    • Projetos, Montagens e Mecatrônica
    • TVs de PLASMA, LCD, LED e CRT
    • Vídeo Games
    • Aparelhos de Som, GPS, Gadgets e Tecnologia
    • Celulares, Smartfones e Câmeras fotográficas
    • Tablet, Ipad
    • Fontes & No-Breakes
    • Eletrônica Automotiva
  • Computing
    • Notebook's
    • Motherboards, PCs, All in One & Cia
    • Recuperação de Arquivos e Mídias
    • Monitores e Projetores
    • Impressoras e Copiadoras
    • Redes e Internet
  • Software
    • Webmaster
    • Linux - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Windows - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Mac OS - Aplicativos e Sistemas Operacionais
    • Segurança antivírus
  • Diversos
    • Trocas, Vendas e Promoções
    • Jogos
    • ELetrotreco
    • Apresentações
    • Assuntos Diversos
    • Sugestões para Melhoria
    • Filmes, séries, animes e músicas
  • Clube do 3D's Qual impressora comprar em 2020
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • cicero's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Samsung washing machine panel repairópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Error codes E8
  • Repair of large household appliances, white goods's Tópicos
  • Repair of large household appliances, white goods's Hello !
  • Repair of large household appliances, white goods's Tópicos
  • Lives H3Eletrônica's Tópicos
  • Lives H3Eletrônica's Lojinha do H3

Categories

  • All in One - Wiring Diagrams
  • All in One - Bios
    • AOC
    • Asus
    • Miscellaneous
    • Dell
    • Lenovo
    • LG
    • Positivo
    • HP & Compaq
  • Handbooks generally
    • Arduino
    • Apple MacBook
    • Various
    • Datasheets
    • Electronics
    • Electrical and Industrial Electronics
    • Fonts & Nobreaks
    • Computing
    • Printers
    • Linux
    • Monitors
    • Network, Routers and Modems
    • Software
    • Satellite Receivers Cable
    • Tablets, Cell Phones and GPS
    • Plasma, LCD, Led and CRT TVs
    • Vídeo Games
  • Apple MacBook
    • Applications
    • Bios
    • Schemas
  • Desktop - BIOS
    • Asus
    • DFI
    • Dell
    • ECS
    • Foxconn
    • Gigabyte
    • HP e Compaq
    • Intel
    • Megaware
    • MSI
    • Others
    • PCWare
    • Positivo
    • Phitronics
  • Desktop - Schemas
    • ABIT
    • Asus
    • Biostar
    • Miscellaneous
    • ECS
    • Foxconn
    • Getway
    • GIGABYTE
    • Intel
    • MSI
  • Hard Disk (HD) - BIOS
    • Corsair
    • Hitachi
    • Kingston
    • Maxtor
    • Sandisk
    • Seagate
    • Samsung
    • Toshiba
    • Western Digital
  • Consumer electronics in General
    • Audio
    • Miscellaneous
    • Home appliances
    • Electronic equipment
    • Firmwares
    • Projectors
    • Video & Image
    • Diversos
  • Automotive Electronics
  • Fonts & Nobreaks
  • Printers
  • Inverters
  • Monitors - Schematics
  • Monitors - Bios
  • Manuals - Notebook & Desktop
  • Notebook - BIOS
  • Notebook - Drivers
  • Notebook - Schematics
  • Video Cards
  • Programs & Softwares
  • Satellite Receivers, Cable, DVR and HDVR
  • Routers and Modems - Bios
  • Tablets, Cell Phones and GPS
  • TV - Schemas and Manuals
  • TV - Software & Flash
  • Vídeo Games
  • Montagens, projetos e afins
  • cicero's Downloads
  • Repair of large household appliances, white goods's Downloads

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.

Product Groups

  • VIP Subscriptions
  • Free Downloads
  • Access to resolved cases
  • Secret Areas of the EBR
  • Life Subscriptions
  • Promotions

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Facebook Profile


Twitter username


Sexo


Website URL


Location


Personal text


About Me

Found 14 results

  1. Em pleno século 21, é quase que impossível um indivíduo ligado em tecnologia nunca ter ouvido falar e jamais ter sequer utilizado o Windows pelo menos uma vez. O sistema operacional da Microsoft, que completa 35 anos nesta sexta (20), está presente em todos os aspectos da nossa vida, seja trabalho, escola, em casa e em estabelecimentos que frequentamos. Apesar de ocupar posição de liderança no mercado nos desktops, a companhia deu início a uma nova era com o lançamento do Windows 10, que mudou a maneira como o software é distribuído, além de colocá-lo em par com as novas tecnologias e tendências do mercado — conectividade, mobilidade, nuvem, integração. Mas, para chegar até aqui, foi um longo caminho, iniciado em 1985, com o Windows 1.0. De lá para cá muita coisa (mesmo) mudou, e preparamos uma coletânea descrevendo essas três décadas e meia de transição. Windows 1.0 O Windows 1.0 foi onde tudo começou, lançado em 1985. Até sua chegada, os sistemas operacionais funcionavam apenas em modo texto e este foi o primeiro a oferecer uma interface gráfica em cima do modo texto (MS-DOS) de maneira que qualquer pessoa pudesse interagir com o sistema sem precisar digitar comandos no terminal. Para os padrões de hoje ele pode parecer feio, simples e antiquado, mas saiba que foi extremamente importante por introduzir ao mundo conceitos que hoje são completamente normais como menus que caem ao serem clicados, a utilização de uma seta para apontar e clicar em elementos, barras de rolagem e as janelas. O nome Windows significa janelas e, curiosamente, foi escolhido de última hora. O nome original era "Interface Manager" ou "Gerenciador de Interfaces", mas escolheu-se (sabiamente) o que já conhecemos porque soava melhor. Quer rir um pouco? Então veja o Steve Ballmer, ex-CEO da empresa, tentando vender o Windows 1.0. Windows 2.0 Se você reparar bem, as janelas da interface do Windows 1.0 não se sobrepunham. O Windows 2.0 chegou em 1987 trazendo essa funcionalidade, o que provocou um processo por parte da Apple alegando que a Microsoft havia copiado o sistema da empresa da Maçã - a Apple perdeu a briga. Capaz de rodar sem um disco rígido, o 2.0 se tornou mais popular do que o antecessor. Windows 3.0 Foi com o Windows 3 que o sistema realmente começou a decolar e ganhar espaço. Lançado em 1990, ele veio com uma interface reformulada, delineando o padrão visual que convivemos por muitos anos até a chegada do Windows 8. Além do visual renovado, ele trouxe diversas melhorias como suporte a drives de CD e placas de som, além de vir pré-instalado em discos rígidos, ocupando "monstruosos" 5 MB. Além disso, o Windows 3.0 introduziu softwares importantes como o Bloco de Notas, um editor de texto e o clássico Paciência. Windows 95 Lançado em 1995, o sistema foi um marco na história da Microsoft, do próprio Windows e, quem sabe, até da humanidade. A interface gráfica, mais refinada do que nunca, praticamente não mudou visualmente até a chegada do Windows XP e em comportamento até o Windows 8 em 2012. Nesta versão, a Microsoft introduziu o Windows Explorer e a barra de tarefas, presentes até os dias de hoje e que não devem desaparecer tão cedo. Importante notar o Internet Explorer na captura de tela. No entanto, ele não vinha instalado por padrão, mas era possível adquiri-lo em um pacote de atualização chamado Plus. Windows 98 O Windows 98 foi lançado em 1998, como o nome sugere, e trouxe vários avanços em relação ao 95, apesar de não ter sofrido mudanças visuais significativas. Importante mencionar o suporte a dispositivos USB e múltiplos monitores e a chegada do Internet Explorar já instalado por padrão - foi aí quando começou a derrocada do Netscape. No ano seguinte, a Microsoft lançou o Windows 98 Second Edition (SE), que corrigiu vários bugs da versão anterior. Windows ME Na virada do milênio a Microsoft introduziu o Windows Millenium Edition (ME). O software foi meio que um fiasco para a empresa e 1 ano depois foi substituído pelo Windows XP. O ME oferecia um boot mais rápido do que os anteriores, mas isso fazia com que programas mais antigos baseados em MS-DOS não funcionassem mais. O Windows ME era voltado para usuários domésticos e o Windows 2000 era a versão para negócios. Windows XP Sim, isso que você acabou de ver era uma propaganda da Microsoft com Steve Ballmer tentando vender o Windows XP. Lançado em outubro de 2001, o sistema fez história e ainda é um dos mais utilizados no mundo, atrás apenas do Windows 7 e Windows 8, e isso somente porque a empresa descontinuou o suporte técnico a essa versão recentemente. Sua característica mais marcante, à primeira vista, foi o visual caprichado, com cores vivas, a montanha verde com céu azulado, a barra de tarefas azul e os demais elementos que marcaram uma nova era no design do sistema. Além disso, unido aos avanços de hardware e softwares de terceiros, tornou-se uma versão extremamente confiável para as mais variadas atividades e, hoje, 14 anos após seu lançamento, ainda temos milhões de estabelecimentos rodando o XP em seus computadores. Windows Vista Lançado em 2007, o Windows Vista foi um dos maiores fiascos da empresa. Apesar de ter um visual bastante refinado, com transparências e efeitos especiais em 3D, o sistema não decolou por causa de inúmeros atrasos e problemas técnicos. Além disso, ele não oferecia nenhuma vantagem significativa sobre o Windows XP, que ainda era muito bom e confiável. Windows 7 Após o fracasso do Windows Vista, a empresa lançou o Windows 7, que veio para salvar a pátria. Depois do XP, o 7 foi o sistema da "zona de conforto" dos usuários, já que oferecia um visual bem agradável e desempenho e confiabilidade nos mesmos níveis do Windows XP. Com o encerramento do suporte à versão antiga, o Windows 7 passou a ser o sistema operacional mais utilizado do mundo e atualmente conta com pouco mais de 60% de participação no mercado. Windows 8 Tudo ia bem com o Windows 7, mas, em 2012, a Microsoft colocou os pés pelas mãos em uma aposta que não deu muito certo: eliminou o Menu Iniciar e empurrou goela abaixo dos usuários os "Live Tiles", quadrados vivos que continham programas e exibiam informações relevantes em tempo real, em uma interface voltada para dispositivos com tela sensível ao toque. O problema é que quase ninguém possui uma tela do tipo e a maioria já está acostumada a trabalhar bem com os bons e velhos teclado e mouse. Além disso, a falta do Menu Iniciar deixou muita gente perdida, o que contribuiu para a alta taxa de adoção do Windows 7. Resultado: o Windows 8 foi um fiasco. Windows 10 O Windows 10 chegou como a promessa da Microsoft para introduzir aos usuários o sistema operacional do futuro. Com ele, a empresa não apenas resolveu os problemas do Windows 8, mas criou uma nova rotina de atualizações e distribuições. Apresentado para ser o "Windows defintiivo", essa versão ganha novidades semestralmente e vem se tornando cada vez mais robusta. Fonte: https://canaltech.com.br/windows/do-windows-10-ao-windows-10-veja-como-o-sistema-mudou-nestes-30-anos-45911/
  2. Equipamento ficou submerso na costa de Orkney, na Escócia, para testar sua eficiência energética nas profundezas do oceano; dos 855 servidores que funcionavam, apenas oito apresentaram defeitos. A Microsoft recuperou um data center que estava submerso há dois anos no fundo do oceano na costa de Orkney, na Escócia. O equipamento, desenvolvido para utilizar a baixa temperatura das águas profundas como sistema de refrigeração, foi removido para que sua eficiência energética pudesse ser testada. A iniciativa faz parte do Projeto Natick, e tem testado pequenos clusters de computação em nuvem localizados embaixo d’água para saber se a ideia é economicamente viável. Surpreendentemente, os primeiros resultados mostraram que os servidores armazenados no cilindro tiveram bem menos problemas do que os que ficam em data centers convencionais. “A taxa de falhas na água é um oitavo do que vemos em superfície”, informou o coordenador do Projeto Natick, Ben Cutler. Dos 855 servidores que funcionavam no data center, apenas oito apresentaram defeitos. “Nós acreditamos que tem a ver com essa atmosfera de nitrogênio que reduz a corrosão e é fria, e também por não ter pessoas batendo nas coisas”, completou Cutler. Segundo coordenador do projeto, data center submerso apresentou menos falhas do que os localizados na superfície. Crédito: Jonathan Banks/Microsoft Apesar de parecer uma tarefa difícil, os responsáveis pelo data center disseram que não houveram grandes complicações em manter a estrutura energizada no fundo do mar, nem mesmo com o fato de o abastecimento energético da região de Orkney ser totalmente verde, proveniente de energia eólica e solar. “Nós conseguimos funcionar muito bem no que a maioria dos data centers consideraria um grid não confiável. Esperamos poder olhar os resultados e afirmar que talvez não precisemos de tanta infraestrutura focada em energia e confiabilidade”, explicou Spencer Fowers, integrante do time técnico do projeto. Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/microsoft-recupera-data-center-que-estava-embaixo-d-agua-ha-dois-anos/106986
  3. Bateria nuclear As baterias atômicas - ou baterias nucleares - estão no horizonte há décadas, com promessas como uma bateria que não precisa ser recarregada e mesmo baterias nucleares de diamante que duram milhares de anos. Contudo, assim como a indústria nuclear, depois de vários acidentes catastróficos, vem passando por um longo vale, nunca houve muito apelo em usar baterias nucleares dentro de casa ou junto ao corpo, em aparelhos portáteis, por exemplo. Agora, uma empresa emergente dos EUA, a NDB, está chamando novamente a atenção da mídia ao buscar recursos no mercado para viabilizar suas baterias nucleares de nanodiamante. A empresa foi selecionada em um certame para auxiliar empresas emergentes a levantar fundos para o empreendimento, e agora está pedindo que as pessoas comprem suas ações ou façam doações. As letras miúdas, contudo, não escondem o fato de que os empreendedores reconhecem que "é uma tecnologia emergente, portanto, existem alguns desafios técnicos especializados que precisam ser resolvidos. Felizmente, a equipe técnica do NDB tem vários nanotecnologistas de diamante com a experiência certa para trazer a NDB à vida. Existem três marcos principais, [1] uma prova de conceito, onde mostramos que a NDB funciona, [2] o dimensionamento, que aumentará a produção do dispositivo em uma especificação comercialmente útil, o que nos permitirá [3] abrir uma fábrica para produção em massa, criando empregos e riqueza." Escudo de diamante O nome da empresa, NDB, é uma sigla para sua tecnologia, chamada NanoDiamond Battery, ou bateria de nanodiamantes. Os nanodiamantes são essenciais para restringir a radiação ao interior da bateria, mantendo-a segura. O princípio de funcionamento é conhecido como betavoltaico, utilizando um isótopo radioativo, neste caso o carbono-14. A proposta da empresa é usar o rejeito radioativo das usinas nucleares, mais precisamente, as barras de grafite que são usadas para controlar a fissão nuclear nos reatores, e que por isso se tornam altamente radioativos, virando lixo nuclear, que precisa ser armazenado virtualmente "para sempre". O grafite é carbono, cuja composição passa a ser rica no radioisótopo carbono-14 depois de seu uso no reator nuclear. O carbono-14 não é muito estável, sofrendo um decaimento beta - daí o nome betavoltaico -, liberando um elétron e um antineutrino e gerando nitrogênio. A ideia da empresa é purificar o grafite do lixo nuclear e usá-lo para, sob pressão, criar nanodiamantes de carbono-14. O diamante funciona como semicondutor, coletando os elétrons liberados no decaimento beta e transportando-o para o exterior da bateria, onde pode alimentar um circuito. Enquanto isso, nanodiamantes de carbono-12, criados no mesmo processo de pressão, funcionam como escudo contra a radiação. Os cálculos indicam que uma bateria nuclear com esta tecnologia poderá produzir 3,48 vezes mais energia do que uma pilha AA comum, mesmo sendo 53% menor. E, estima a empresa, a bateria atômica poderá lhe fornecer carga por 28.000 anos, sem precisar recarregar - desde que a bateria não vaze, claro, como tem acontecido com inúmeros supertambores desenvolvidos para guardar o lixo nuclear. Nesse caso, a falta de energia para seu aparelho será o menor dos seus problemas. fonte: inovacaotecnologica.com.br
  4. Conheci através de um amigo. Sou técnico em elétrica e eletrônica atuando à mais de 45 anos na área
  5. Bom dia me chamo Raphael, estou no ramo da eletrônica a mais de 5 anos moro em Quixadá no Ceará
  6. Olá, me chamo júlio, moro no interior do Ceará e desde criança sou "apaixonado" por eletrônica. Meu objetivo é sempre conhecer mais e mais o mundo da tecnologia, principalmente a nanotecnologia onde coloco a maior parte do meu foco. Não me considero um especialista no que faço nem muito menos sou melhor que niguém, justamente por causa disso eu bosco aprimorar meus conhecimentos e invisto em ferramentas que facilitam meu trabalho. Um abraço a todos e espero ser muito útil no que for possível 😉
  7. Ola pessoal sou novo no forum !!! Desde ja agradeco a todos pela ajuda !!! Conheci o eletronicas pela internet Sou amador Manutencao de impressoras sou muito curioso porem iniciante
  8. Como especifiquei acima, sou formado em ciências da computação, funcionário público municipal, área de tecnologia e saúde, tenho hobby em eletrônica, tenho vizinhos que as vezes não tem dinheiro para pagar um técnico então, eu faço conforme é possível, tvs apontamento de antenas, configurações, sem cobrar um centavo porém, é muito justo a outros que cobrem afinal, estudamos para isso, conhecimento custa bastante. EletrônicaBR tem um vasto conteúdo, ótima base para interessados na área.
  9. boa noite sou adriano,de santa maria da boa vista-pe, estudo a dois anos e migrei para assistençia em celulares
  10. ola sou alex técnico de informatica a 10 anos, e a pouco tempo entrei na area de manutenção de hardware, espero aprender muito no forum, obg
  11. 5 passos para alavancar sua carreira de TI neste e nos próximos anos As profissões do futuro vem deixando cada vez mais pessoas de cabelo em pé, isso porque muitos dos empregos “clássicos” podem deixar de existir em alguns anos. O que todos vêm se perguntando no meio de tantas mudanças é: como se preparar para a nova era de empregos, que está mais próxima do que se imagina? Para entender melhor o que o futuro reserva para os profissionais de TI, precisamos fazer uma breve análise das transformações que aconteceram neste mercado nos últimos anos. As principais mudanças que impactaram os profissionais de TI são frutos da conhecida indústria 4.0, as soluções que se tornaram fundamentais para trazer mais tranquilidade para os profissionais e empresas são: - Big Data e Data Analytics - Inteligência Artificial - Internet das Coisas - Machine Learning É importante ressaltar que as soluções que vem sendo base para a transformação digital dos negócios se adaptarem a Sociedade 5.0, tem como principal objetivo simplificar a vida do humano, de forma que as tecnologias atuem a seu favor e não em busca de substituição de seu papel. O conceito de Sociedade 5.0 coloca o indivíduo como ponto central para todos os mercados, fazendo com que as soluções, existentes e emergentes da indústria 4.0, atuem para melhorar a qualidade de vida de todos. Quais serão as principais carreiras do futuro em TI? DevOps A função de um DevOps é otimizar a produtividade dos desenvolvedores e a confiabilidade das operações, acompanhando todas as etapas do processo desde o início para garantir que a solução desenvolvida atenda os requisitos do cliente. Engenheiro de Inteligência Artificial O Engenheiro de Inteligência Artificial desenvolve projeções e sistemas avançados, com base em inteligência artificial, como o próprio nome já diz. Cientista de dados O Cientista de dados é o especialista analítico que tem as habilidades técnicas para resolver problemas complexos – e a curiosidade de explorar quais são os problemas que precisam ser resolvidos. Analista de BI Com a alta produção de dados, surgiu não só a necessidade de processar os dados de forma sistêmica, mas também de um profissional que o analise de forma crítica e entenda como lidar com dados tão valiosos, e essa é a principal função de um Analista de BI. Arquiteto de Cloud A principal responsabilidade do Arquiteto de Cloud é gerenciar a infraestrutura de nuvem oferecida a clientes por um provedor, além de desenhar ambientes de TI, este profissional também define quais soluções serão utilizadas na infraestrutura. Como se preparar para as profissões do futuro? Se preparar para ser um profissional relevante no futuro vai além de conquistar um diploma ou dominar diversas técnicas que o mercado tem citado como tendências. Confira 5 passos que podem transformar sua carreira de TI no futuro: 1. Não fique na zona de conforto Se pararmos para analisar como decidíamos há 5 anos atrás sobre qual profissão seguir, vamos notar que, muitos de nós eram influenciados por quais profissões eram consideradas bem sucedidas naquele tempo baseado em salário e cargo de influência. Para nossa sorte, cada vez menos pessoas seguem estes tipos de critérios para tomar uma decisão que não precisa ser permanente. Por isso, na hora de avaliar sua carreira de TI hoje não tenha medo de olhar para opções que você considere radicais, não ter medo de enfrentar novos desafios é uma qualidade que todo recrutador procura. 2. A inovação faz parte de você As soluções emergentes da indústria 4.0 empoderou de uma forma nunca vista o consumidor final, mas também o profissional como um todo, afinal somos todos humanos. Isso quer dizer que, o processo de inovação dos mais diversos segmentos tem uma influência direta do ser humano, afinal criamos máquinas cada vez mais para melhorar nossa qualidade de vida. Então a melhor dica aqui é: não tenha medo de ser o indivíduo conhecido no time por trazer soluções “malucas”, desde que elas tenham um propósito e resolva um problema. 3. Aprenda algo novo sempre Como já disse no passo 1, era comum vermos pessoas tomando decisões sobre qual carreira seguir de forma equivocada até pouco tempo atrás, também é fato que o tempo de aprendizado se torna mais lento conforme vamos envelhecendo, mas isso não deve ser uma desculpa ou impeditivo para que você se desafie todos os dias. Aprender algo novo de forma contínua é um dos fatores que mais vai influenciar no quão relevante sua carreira será e por quanto tempo. 4. O networking vai fazer toda a diferença em sua sua carreira Ter uma rede de relacionamentos diversificada entre segmentos e áreas em que você pode atuar, é uma das formas mais eficientes de sempre ter portas abertas ou pessoas te olhando como referência no que faz. Um forma simples de fazer isso é manter seu perfil de Linkedin atualizado e se possível escrever artigos sobre experiências que você tem tido ou desafios que conseguiu superar recentemente. 5. Priorize sua felicidade Mais importante do que conquistar o emprego ou cargo dos sonhos, é entender se o caminho que você trilhou até ele e se todo o tempo dedicado a ele, te dá espaços para fazer outras atividades que também influenciam no seu desempenho e felicidade. Já ouviu a frase: “Equilíbrio na vida é tudo”? Na sua carreira também. Fonte
  12. conheci a eletronicabr atraves de pesquisa em google, sou amador, pretendo adquirir abilidades com informatica, sou uma pessoa simples que gosto de ajudar e ser ajudada.
  13. Bons dias! Soube da existência do EletrônicaBR durante a busca no Google do manual de serviço do XT1225 da Motorola. Meu nível técnico em eletrônica é amador. Tenho mais habilidade com informática do que com eletrônica, mas, já consegui fazer muitos reparos em eletrônicos com o pouco que sei e com as ferramentas que possuo. Ainda quero aprender a ler esquemas elétricos "fluentemente". Conheço alguns símbolos de representação técnica, mas, ainda desconheço a lógica do caminho a seguir na leitura dos esquemas. Sou soteropolitano, mas, desde o início de 2018 resido em Vila Velha/ES. Sou graduado em comunicação social / publicidade e propaganda e qualificado como eletricista predial de baixa tensão. No geral, me considero um cara safo, mas, isso as vezes me atrapalha um tanto.
  14. conheci o site através do google . meu nível de eletrônica é de amador não tenho experiência , mas quero aprender . trabalho em uma grafica e por isso preciso aprender sobre tecnologia .

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...