Jump to content

serviço apple

Members
  • Content Count

    16
  • Avg. Content Per Day

    0.05
  • Joined

  • Last visited

  • Credit

    31
  • Country

    Brazil

Community Reputation

13 Level 2

About serviço apple

  • Rank
    Membro Aspirante I

Personal Information

  • Location
    PARNAMIRIM/RN/BRASIL

Recent Profile Visitors

168 profile views
  1. A desativação da RAM integrada do laptop V5-572G é testada e aprovada e a solução também é compartilhada no site pela primeira vez. ASPIRE V5-572G MODELO NO: ZRK DA0ZQKMB8E0 REV E ZQK
  2. Neste artigo, mostraremos como converter o MacBook Pro a1286 2011 - 820-2915 Dis em UMA aplicando algumas alterações simples. Tudo o que você precisa fazer é remover o chip gráfico e conectar o fio exatamente como mostrado nas figuras.
  3. samsung 305e4a-bd1br placa ba41-01817a boardview compativel Visualizar Arquivo samsung 305e4a-bd1br placa ba41-01817a Uploader serviço apple Enviado 08-07-2020 Categoria Samsung  
  4. Apple começa a vender Mac Pro no Brasil; preço pode chegar a R$ 438 mil Desktop poderoso da Apple tem opções de hardware com até quatro GPUs, processador de 28 núcleos e 1,5 TB de RAM O novo Mac Pro já está disponível para comprar no Brasil. O produto, lançado no Brasil em dezembro de 2019, está à venda no site da Apple desde a última quarta-feira (19). A nova workstation da marca chega com ficha técnica empolgante e preços que podem bater a casa dos R$ 438 mil reais na configuração mais robusta. Com as melhores especificações possíveis, o computador traz processador Intel Xeon W de 28 núcleos, duas Radeon Pro Vega II Duo da AMD e 1,5 TB de memória RAM. Voltado para o público profissional, o desktop da Apple também conta com pacotes mais "modestos". Um exemplo é a opção de entrada do produto, que oferece chip Xeon de oito núcleos, 32 GB de RAM e Radeon Pro 580X. Ainda assim, seu valor é bastante alto para os padrões brasileiros: o modelo está à venda por R$ 55.999 na loja da maçã. Novo iMac da Apple pode ter vidro curvo e ser mais leve A opção mais cara do modelo traz duas placas Radeon Pro Vega II Duo de 32 GB de VRAM, que carregam outras duas GPUs cada. Portanto, é como se o Mac Pro de quase meio milhão de reais contasse com quatro placas de vídeo no total. Outro detalhe interessante é o armazenamento, que pode chegar a até 8 TB de capacidade em SSD. O alto poder de processamento gráfico, somado à placa Afterburnner inclusa no pacote, ao processador de 28 núcleos e aos 1,5 TB de memória, tornam o computador uma ferramenta poderosa para profissionais de criação. Portanto, seu uso é indicado em áreas como desenvolvimento de jogos e realidade virtual, computação gráfica, edição de vídeo em 8K ou mais, entre outras. Além disso, a tendência é que apareçam versões ainda mais caras da máquina, uma vez que a Apple ainda não liberou a Radeon Pro W5700X como opção de GPU. Com as vendas iniciadas, é possível consultar o site oficial da Apple para ter ideia de quanto a empresa cobra por determinados componentes. Um upgrade para o máximo de 1,5 TB de memória RAM, por exemplo, custa R$ 200 mil – vale lembrar que esse total só é suportado pelos processadores Xeon mais caros, o que acaba tendo impacto no valor. Para sair do chip de oito núcleos da opção mais "barata" e ir ao top de linha, de 28 núcleos, são R$ 56 mil a mais. Outro salto no preço está ligado à mudança da placa Radeon Pro 580X para o combo de Vegas II Duo, que representa um aumento de R$ 86.400 no valor final. A inclusão da placa aceleradora Apple Afterburnner também tem um preço: R$ 16.000 a mais, valor suficiente para comprar um MacBook pro novo. Além da ficha técnica, o Mac Pro também se destaca porque assume um perfil mais modular. Como é destinado ao uso em ambientes profissionais, o computador permite fácil acesso às peças de hardware e, ao contrário de outros Macs, facilita a vida na hora de trocar de processador, memória, SSDs e mesmo placas de vídeo. O contraste é bem grande em relação a MacBooks e iMacs, que contam com componentes soldados e restringem muito a capacidade de troca, upgrades e manutenção das máquinas. https://www.youtube.com/watch?v=TsDdZwfVbNY https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/02/apple-comeca-a-vender-mac-pro-no-brasil-preco-pode-chegar-a-r-438-mil.ghtml
  5. Intel Core i5 8265U é bom? Saiba tudo sobre o processador para notebooks Processador de quatro núcleos é bastante comum em notebooks à venda no Brasil e promete ser suficiente para diferentes tipos de uso Core i5 8265U é um processador Intel encontrado em diversos notebooks à venda no Brasil. O quad-core de oitava geração aparece em modelos intermediários de marcas como Samsung, Dell, Acer, Asus, Lenovo, Vaio, entre outras. Com velocidades de até 3,9 GHz, o modelo promete ser ideal para o dia a dia e pode ser encontrado inclusive em laptops com preços abaixo dos R$ 3 mil. Confira a seguir mais informações a respeito da CPU da Intel e saiba se vale a pena comprar um notebooks equipado com o componente. Especificações O Core i5 8265U é um processador da linha U da Intel, direcionada especificamente para notebooks e ultrabooks. Parte da oitava geração da Intel, o modelo conta com quatro núcleos físicos e oferece oito threads, algo que deve garantir performance bem superior aos Core i5 ou até mesmo Core i7 de sétima geração, todos dual-core. Core i5 8265U tem quatro núcleos e pode chegar a 3,9 GHz via turbo — Foto: Divulgação/Intel Em relação à velocidade, o processador trabalha com clocks entre 1,6 e 3,9 GHz com o turbo ativado. O chip traz ainda uma GPU integrada, a Intel UHD Graphics 620, com até 1.100 MHz de velocidade e suporte a até três monitores diferentes. Já no que diz respeito à memória, a CPU garante suporte a até 64 GB de RAM no padrão DDR4, oferecendo ainda 6 mB de memória cache em L3. Desempenho Core i5 8265U pode ser comparado a processador gamer de dois anos atrás — Foto: Reprodução/PassMark Como a Intel lançou processadores de nona geração para notebooks voltados especificamente para máquinas gamer, os chips de oitava geração ainda são bastante relevantes no mercado. A décima geração, vale lembrar, ganhou primeiro suas versões para laptops, com foco em performance e produtividade, mas ainda estão chegando ao mercado. O desempenho do Core i5 8265U, por sua vez, supera inclusive o Core i7 8550U, também de oitava geração. De acordo com comparativos realizados pelo site NotebookCheck, a diferença na performance fica entre 5 a 11% maior em relação à outra opção da Intel. Já resultados do CPU Mark mostram que a CPU soma 7.984 pontos, número próximo ao de componentes como o Core i7 6700HQ, modelo gamer da marca e comum em notebooks para jogos. Outro processador que fica para trás é o Ryzen 5 2500, da AMD, que é um rival direto no segmento de processadores intermediários para notebooks ultrafinos. Consumo Fabricantes podem restringir o modo de desempenho máximo do processador para melhorar a autonomia de bateria — Foto: Divulgação/Lenovo A questão do consumo é central em processadores para notebooks, e o Core i5 da Intel não escapa dessa realidade. Embora a autonomia mude de modelo a modelo, suas especificações relacionadas ao perfil térmico são as mesmas em todos os casos. Nesse sentido, a Intel explica que o chip pode trabalhar em três faixas de TDP: 25, 15 ou 10 Watts. Na mais baixa, o componente aparece com performance mínima, reduzindo sua emissão de calor e consumo. Na opção intermediária, o Core i5 8265U assume o perfil mais comum do mercado. A faixa de 25 Watts, por sua vez, pode ser liberada ou não pela fabricante do laptop, algo que vai depender da capacidade do sistema ao contornar o calor e da necessidade de economizar bateria. Notebooks i5 8265U é bem comum e aparece em modelos de várias marcas — Foto: Divulgação/Asus Como se trata de um processador com soquete BGA, soldado à placa-mãe, o Core i5 8265U aparece exclusivamente em notebooks. O processador é bastante comum no mercado, e equipa produtos de Acer, Asus, Dell, Lenovo, Samsung, entre outras marcas. Uma das alternativas mais baratas é o Acer Aspire A315-53-5100 que pode ser encontrado por cerca de R$ 1.800 no momento. Com valores um pouco mais altos, vale destacar opções como o Lenovo IdeaPad S145, Asus VivoBook, Dell Inspiron 3000 e Samsung Expert X30, todos com diferentes versões e valores girando entre R$ 2 mil e R$ 2.500. Concorrentes Modelo tem concorrentes de oitava e décima geração da Intel, além dos Ryzen 5 da AMD — Foto: Reprodução/Intel O Core i5 8265U tem alguns concorrentes diretos no mercado. Considerando apenas processadores da própria Intel, é possível compará-lo com o Core i5 8250U, seu antecessor direto, e o Core i5 10210U, modelo de décima geração que substitui o componente, mas que ainda não chegou ao mercado brasileiro. A AMD também oferece alternativas diretas, como os Ryzen 5 2500U e Ryzen 5 3500U. Esse último se destaca por conta da placa gráfica integrada, que promete ser superior e aparece em alguns produtos de marcas como Acer e Lenovo no Brasil. Custo-benefício A popularidade do Core i5 8265U e a chegada da décima geração de processadores Intel Core contribuem para preços mais competitivos, sendo possível encontrar notebooks equipados com o chip por valores que começam em aproximadamente R$ 2.500. Em relação à performance, o componente ainda se mostra uma opção de desempenho suficiente para a maioria das tarefas no dia a dia, já que apresenta quatro núcleos, oito threads e velocidades de até 3,9 GHz com o turbo acionado. Há ainda a placa gráfica integrada, o que dispensa a presença de uma GPU integrada para usos mais simples. Intel Core i5 8265U EspecificaçõesCore i5 8265U LançamentoOutubro de 2018 Velocidade1,6 a 3,9 GHz Quantidade de núcleos4 Overclocknão Hyper Threading ou SMTsim, 8 threads Memória cache6 MB (em L3) Memóriaaté 64 GB de DDR4 em dual-channel Placa de vídeo integradaIntel UHD Graphics 620 Soquetetipo BGA TDP15 Watts (25 Watts em alguns modelos) Fonte: Intel https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/02/intel-core-i5-8265u-e-bom-saiba-tudo-sobre-o-processador-para-notebooks.ghtml
  6. Visualizar Arquivo PRIME-B250M-PLUS-ASUS bios placa asus PRIME-B250M-PLUS-ASUS-1205 extraida do site e testada 100% Uploader serviço apple Enviado 03-03-2020 Categoria Asus  
  7. 0 downloads

    bios placa asus PRIME-B250M-PLUS-ASUS-1205 extraida do site e testada 100%
  8. Todos os produtos Region Smartphone Samsung Bootloader Relock 2019 Como desbloquear o carregador de inicialização dos smartphones Samsung de todas as regiões fabricados em 2019? Desbloquear e reiniciar o Bootloader é considerado um dos dois tópicos importantes na reparação de dispositivos Android (smartphones e tablets) de uma maneira que, se o Bootloader de um dispositivo não estiver desbloqueado, use recursos binários personalizados como Rooting, gravação de ROM de estoque, recuperação personalizada e até processos como como remover FRP e bloqueio de tela, reparar IMEI, fixar número de série e… e todos os recursos oferecidos pelo Software Boxes não serão possíveis !!! Reinicializar o Bootloader está trazendo o Bootloader de volta ao estado de fábrica. Neste artigo, quero mostrar como reiniciar todos os dispositivos internacionais e da região da China que foram produzidos em 2019 e posteriormente. Modelos como Samsung Galaxy A30, galáxia A50, galáxia A70 e…. Como você deve saber, a Samsung mudou o método de relock de seus dispositivos 2019. Antes de desbloquear o Bootloader, recomendo que você leia o seguinte: • O bloqueio da trava não recuperará sua garantia, pois o Knox já está desarmado para 0 * 1. • Este método pode não funcionar em alguns modelos, mas não custa tentar! Ao bloquear novamente o seu dispositivo usando as instruções deste artigo, seus dados serão limpos. Portanto, é melhor obter um backup dos dados pessoais / do usuário e armazená-los no seu PC ou laptop. • Recomendo que você leia primeiro este artigo completamente e comece a trancar novamente. • Caso seu dispositivo seja atualizado com ROM Personalizada, o bloqueio de Kernel Customizado, Raiz e… FRP seria ativado após a reinicialização do Bootloader e o binário personalizado poderá ser bloqueado pelo FRP. Portanto, recomendo que você atualize seu dispositivo com ROM oficial ou de estoque. • Após reiniciar o Bootloader, o RMM State Lock será ativado novamente. Mas seria desativado ao desbloquear novamente. Portanto, não há necessidade de se preocupar. • Se a senha, alfinete, padrão ou trava de impressão digital estiver ativada, desative-os. Ou seja, defina a tela de bloqueio em "Sem tela de bloqueio": Menu → Configurações → Tela de bloqueio e Segurança → Tipo de bloqueio de tela → Deslizar É hora de iniciar o processo de reinicialização do Bootloader: 1. Quando você (como na figura acima) vai para "Opções do desenvolvedor" nas configurações do seu dispositivo, (Menu → Configurações → Opções do desenvolvedor → Desbloqueio OEM), verá que "Desbloqueio OEM" está desativado. Logo abaixo, você verá que "O Bootloader já está desbloqueado". Isso significa que você não pode reiniciar o Bootloader como antes desativando a opção "Desbloquear OEM". Portanto, para bloquear novamente o Bootloader, siga as instruções. 2. DESLIGUE o seu dispositivo e pressione o botão Aumentar volume + Diminuir volume ao mesmo tempo (em alguns dispositivos é necessário pressionar o botão Bixby em vez do botão Aumentar volume) e conecte o dispositivo ao computador / laptop usando o cabo USB para que ele entre Modo de download. O Modo de Download será mostrado como na figura 1 abaixo. Nesse estágio, é necessário pressionar o volume para cima por mais tempo até que os estágios das figuras 2 e 3 apareçam na tela e solte os botões. Depois, pressione o volume para cima uma vez, desta vez para reiniciar o Bootloader. Seu dispositivo será reiniciado automaticamente e será redefinido para o estado de fábrica. 3. O dispositivo será inicializado em alguns minutos e será bloqueado novamente! Agora, se você acessar "Opções do desenvolvedor" nas configurações, verá que "Desbloqueio do OEM" está ativado e logo abaixo Aviso: ao tentar entrar no modo de download, se você enfrentar "VBMETA personalizado: sem informações de sinal" (como na figura abaixo), isso significa que, atualmente, seu dispositivo está piscando com o binário personalizado. Portanto, para recarregar seu dispositivo, você precisa atualizar a ROM oficial ou a Stock ROM no seu smartphone / tablet. boa sorte se ajudei deixa sua joinha
  9. Verificando a CPU nos dispositivos MTK antes de alterar o IC do eMMC Uma coisa que preocupa a maioria dos reparadores ao pegar e posicionar o IC do eMMC é a probabilidade de danificar a CPU devido ao calor ou a qualquer outro motivo. E é um pouco difícil saber se a CPU está saudável e funcionando ou se está danificada pelo calor e… Felizmente, na série de CPUs MTK (MediaTek), porque essas CPUs são mais fracas que suas contrapartes, é mais fácil detectar se a CPU está danificada ou não. Portanto, para verificar se a CPU está danificada ou não, você precisa obter as informações do seu dispositivo usando caixas de software (originais ou rachadas) que suportam a série de dispositivos MTK. Lembre-se de que é melhor remover o IC do eMMC da placa principal ao tentar obter informações do dispositivo. Como você pode ver na figura abaixo, removi o eMMC IC da placa principal: Agora preste atenção às informações abaixo; como você vê, o software detectou a CPU do meu dispositivo que é "MT6572". Então, posso dizer que, neste caso, a CPU está saudável e não está danificada. boa sorte se ajudeou deixa sua joinha
  10. Como corrigir o problema de Bios ME Region com software Intel TXE / ME Injector Até agora, ensinamos duas maneiras de corrigir problemas com a ME Region. Neste artigo, mostraremos outra maneira de solucionar problemas com todos os novos softwares. Bem, esse novo software é chamado de Injetor Intel TXE / ME. Trabalhar com este software é muito fácil, basta introduzir o arquivo BIOS e ME Region e você obterá um novo e limpo. easy peasy lemon squeezy Vamos avançar passo a passo: Quando você executa este software pela primeira vez, você se depara com esta mensagem: Isso significa que você deve escolher uma pasta que contenha um arquivo ou um banco de dados de diferentes versões da ME Region. (Nos artigos anteriores, descrevemos como identificar a versão da região ME usando a calculadora também os softwares ME Analyzer e UEFItool.) Bem, depois de selecionar a pasta ME Region, esta janela será exibida: Como é óbvio, como você vê, você deve clicar no botão "Abrir BIOS". se ajudei deixa sua joinha
  11. tutorial ensiando como usar imagem flash tools para limpeza da region Me da bios para processadore intel 4ª a 7ª Geração https://www.youtube.com/watch?v=jDTcNPD1W6k abaixo o link do repositorio para baixar https://www.win-raid.com/t596f39-Intel-Management-Engine-Drivers-Firmware-amp-System-Tools.html

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...