Jump to content

Blogs

Our community blogs

  1. Oláááááá!!!!!  amigos do fórum tudo bem com vocês?


    Entrou mas um equipamento para reparo e o problema dela liga e não da vídeo.
    Para diagnosticar esse defeito foi utilizado o método do( ME )que explico no vídeo.
    Após diagnosticar o defeito reballing no chipset e o processo de solda BGA com a Honton R490.

     

     

     

    Créditos:

    Sobre  o processo de diagnostico ( ME ) todo o créditos são para o técnico @edsonninja que foi o pioneiro nesse método e ao @infosquad que mostrou esse método em vídeo.

     

     

    Espero que gostem!!!!!!!!

  2. Hoje, Wang Teng, diretor de produto da Xiaomi Company, mostrou algumas fotos internas do Xiaomi Mi 9.

    Vamos dar uma olhada na estrutura interna da fuselagem deste conjunto de fotos.

     

    Depois de remover a tampa traseira, você pode ver a bobina de carregamento sem fio e o módulo NFC.

    No entanto, esta enorme bobina de carregamento sem fio também ocupa um espaço considerável dentro da fuselagem.

    Xiaomi-9-teardown-1.jpg

     

    Em seguida, a bobina de carregamento sem fio foi removida e a bateria foi vista. 

    A partir da informação sobre a bateria, sabemos que a bateria do Xiaomi Mi 9 é fabricada pela Sunwoda.

    Xiaomi-9-teardown-2.jpg

     

    Esta é a bobina de carregamento sem fio de 20w e o módulo NFC.

    Xiaomi-9-teardown-3.jpg

     

    Nesta etapa, o quadro do meio foi removido. 

    A parte superior tem pasta térmica, o módulo de identificação de impressão digital pode ser visto na parte inferior, e o lado direito tem um motor de eixo Z de tamanho grande.

    Xiaomi-9-teardown-4.jpg

     

    Esta é a parte de trás da placa-mãe do Xiaomi Mi 9, distribuída principalmente com alguns chips de RF e de energia. 

    Wang Teng disse que esta parte dos chips fez o tratamento impermeável P2i

    Os dados publicamente disponíveis mostram que o P2i é revestido com uma camada de nano-polímero. Este filme é anexado à superfície do produto. Mesmo que o líquido entre no dispositivo, isso não afetará os componentes.

    Xiaomi-9-teardown-5.jpg

     

    Esta é a frente da placa-mãe. A frente da placa-mãe é distribuída com o Snapdragon 855, a memória e o slot para cartão SIM.

    Xiaomi-9-teardown-6.jpg

     

    Este é o módulo da câmera traseira, que contém três câmeras, e você pode ver que o IMX586 de 48 megapixels é muito grande. Seu tamanho de pixel é 0,8um, FOV 79 °, F / 1,75, lente 6P, suporte 4-em-1 para atingir 1200MP + 1,6um pixels grandes.

    Xiaomi-9-teardown-7.jpg

     

    Este é o alto-falante com um número de 1217, você pode ver que é muito grande.

    Xiaomi-9-teardown-8.jpg

    Xiaomi-9-teardown-9.jpg

     

    fonte: myfixguide.com

     

  3. Para que  usar transistor como diodo ? Vou explicar, moramos em um país que prefere consumir ao em vez de  criar tecnologia, com isso perdemos muito, principalmente na área de eletrônica.

     

    Um dos sinais disto é o desaparecimento das lojas do ramo na rua Santa Efigênia em São Paulo, um reduto dos componentes elétricos e eletrônicos que hoje se resume apenas a celulares, videogames e receptores de satélite pirata.

     

    Em um país onde todos querem levar vantagem é fácil encontrar componentes remarcados ou mesmo com defeito de fabricação, só quem é técnico sabe o sofrimento.

     

    Como usar Transistor como Diodo

    Com toda essa dificuldade, temos que suprir os problemas de conseguir  reparar os eletrônicos, como na maioria das vezes não dá para esperar chegar dos correios um componente para ser trocado ou testado,  a solução é improvisar.

    Uma dica que muitas pessoas não sabem é que é possível utilizarmos transistores como diodo, mesmo os transistores queimados desde que a junção base-emissor esteja em bom estado.

    Podemos usar tanto os transistores de silício quanto os de germânio, a sua corrente típica não deve passar de 50 mA.

     

    Transistor-como-Diodo.png

     

    Como usar Transistor como Diodo

    Abaixo um exemplo utilizando um transistor TIP42.

     

    PINAGEM-TIP42.gif

     

    PINAGEM E DATASHEET DO TIP42

     

    TRANSISTOR-DIODO.gif

     

    Como usar Transistor tip42 como Diodo

    O TIP42 é um transistor PNP, utilizado para comutação que também é muito empregado em de potência para áudio.

     

    fonte: blog.novaeletronica.com.br

  4. Olá pessoal. ;D 

    Acredito que boa parte de vocês já tenha visto os vídeos do @infosquad batendo na mesa, e provando por A + B que o método de análise de consumo das placas de note difundido pelos chineses, consumo estático após ligado, já não é, ou talvez nunca tenha sido a maneira mais eficiente de realizar este tipo de análise, mas para quem não viu, deixo os vídeos abaixo.

     

     

     

    Nosso amigo Cristian, Latino Americano, pensou brilhantemente, e elaborou uma metodologia singular, aonde ao invés de avaliarmos o consumo estático da carga antes e após ligar, podemos acompanhar a sequência de start das placas em tempo real, passo a passo, habilitação de fontes secundárias, resets, e tudo o mais, em função do consumo da placa em cada etapa da habilitação.

     

    Este grande feito por si só já merecia uma publicação aqui para repassar a dica, mas felizmente eu fui capaz de dar a minha humilde contribuição ao novo método, visto que o Cristian estava tendo problemas com os ruídos ao efetuar a leitura com o osciloscópio, acontecia que os ruídos gerados pelas fontes chaveadas das placas acabava aparecendo na tela do osciloscópio misturados ao que de fato queremos ver que é a variação do consumo exercido pela placa.

    Depois de praticar com este novo método por algum tempo seremos capazes inclusive de em alguns casos dar diagnóstico e orçamento antes mesmo de abrir a máquina. Promissor né? ;D 

    É nestas horas que dá orgulho de ter nascido na America do Sul, este é o método mais revolucionário de análise dos últimos anos e foi produzido por um dos nossos, não foi importado nem da Índia, nem da China, nem da Russia.  

     

    Power ZeO, como foi batizado pelo @Alberto Rosa que além de batizar também já montou um protótipo pra ele, é um circuito muito simples que desenvolvi com a finalidade de eliminar os ruídos e amplificar a queda de tensão sobre um shunt para que possamos vela nitidamente na tela do osciloscópio durante a sequência de start das placas.

     

    Abaixo deixo o esquema e uma pequena explicação para quem possivelmente não tenha entendido o funcionamento apesar da simplicidade, e no fim da página um link para download do esquema, do desenho da pcb e da serigrafia em pdf.  

     

    O projeto é 100% grátis para uso não comercial. 

     

    Figura 1

    Power ZeO V3.0 by Neo.png

    Para utilizar o aparelho ligas tua fonte de bancada regulada em 19.5V até +VIN e -VIN, ligas o plugue BNC do aparelho OSC+ e OSC-  em um dos canais do teu osciloscópio, e ligas a alimentação para a placa em teste em OUT+ e OUT-.

    RSHUNT que interrompe a trilha negativa de alimentação da carga, na prática forma um divisor resistivo somado à resistência ofertada pela placa em teste.

    Sempre que houver consumo na saída haverá uma queda de tensão sobre ele que será proporcional a corrente consumida pela placa.

    C4 e C3 que foram escolhidos empiricamente, tem por função eliminar os ruídos provenientes das fontes chaveadas da fonte em teste.

    U1:A Amplifica 10 vezes ou 100 vezes a queda de tensão sobre o RSHUNT de acordo com a posição da chave de seleção X100 e X10 ( três contatos e duas posições) que comuta entre R1 e R2.

    R3 é o divisor da equação de ganho ((R1 / R3) + 1 = Ganho. Ex: ((99k / 1k) + 1) = 100X.

    U1:B em configuração de buffer, apenas isola o circuito amplificador, da saída que vai para o osciloscópio, e C2 é um filtro para ajudar na estabilidade desta tensão de saída.  

     

    Figura 2

    WhatsApp Image 2019-02-14 at 15.06.16.jpeg

     

    Por que as duas escalas? 

    Amplificando 100x podemos usar uma escala de tensão maior no osciloscópio, e desta forma nos livramos totalmente dos ruídos, como pode ser visto na Figura2, mas visto que a saída máxima de tensão do nosso circuito será sempre em média 1V abaixo da tensão que aplicamos na sua alimentação (19.5V), ficamos limitados com essa escala de X100 em até uns 1.8A de consumo, que é suficiente para boa parte das placas atuais, mas se por ventura for necessário em algum momento mais corrente do que isso, podemos usar a escala de X10 que amplifica apenas 10 x a tensão sobre o shunt, desta forma temos que usar uma escala de tensão mais baixa no osciloscópio mas ainda assim conseguimos bons detalhes, e nesta escala o limite máximo teórico seria de 18A, e apesar de que nunca iremos utilizar tanta corrente na pratica, essa divisão de escalas 10x e 100x foi pensada para facilitar o cálculo de quanta corrente está circulando na carga baseado nos gráficos da tela do osciloscópio. ;D A sugestão de corrente máxima para a pcb que foi desenhada é 10A.

    Se lemos 0.1V sobre o shunt... 0.1V divididos por 0.1R, conforme a lei de ohm, nos da uma corrente de 1A. -> 0.1V / 0.1R = 1A 

    O ganho do circuito calculamos como abaixo: 

    Escala x10   -> 0.1V x   10X = 1V

    Escala x100 -> 0.1V x 100X = 10V

     

    Então se estamos na escala de X10 no Power ZeO, e temos 1A sobre o shunt, teremos 1V na sua saída para o osciloscópio, já na escala de X100 teremos 10V, e aí com base nisso podes dizer qual o consumo de corrente da placa em teste, naquele determinado pico na tela do osciloscópio de acordo com a escala de tensão selecionada nele.

    Mamão com açúcar. ;D 

     

    Para evitar quaisquer contratempos ainda que muito improváveis, é aconselhável desligar a alimentação do aparelho antes de comutar entre as escalas.

     

    Na Figura 3 abaixo podemos ver como ficava a medição sem o Power ZeO, imagem fornecida pelo Alberto, percebam a quantidade absurda de ruídos que ocultavam aquilo que realmente queremos ver.

     

    WhatsApp Image 2019-02-12 at 14.19.37.jpeg

    Aqui abaixo duas fotos da minha montagem inicial em protoboard V 1.0, e depois já montado em placa perfurada V 3.0:

     

    WhatsApp Image 2019-02-13 at 15.21.25.jpeg

    Reparem na minha chave de seleção de escala vintage, usando um jumper ;D 

    IMG_20190214_145753988.jpg

     

    Abaixo a versão do Alberto, a placa eu não sei como ficou pois ele não me mostrou, mas olha o capricho na caixinha... Reparem na gravura na etiqueta. ;D 

     

    WhatsApp Image 2019-02-15 at 13.23.32.jpeg

    Por hora era tudo que eu tinha pra falar sobre o projeto, espero que vocês montem o aparelhinho também, uma boa base de dados com gráficos de consumo de várias placas pode vir a ser muito útil no futuro para vocês mesmos quando mexendo em outras máquinas idênticas ou até para outros colegas. 

     

    Meu agradecimento especial ao @infosquad por divulgar esta metodologia que julgo será muito útil a toda a comunidade técnica, e ao @Alberto Rosa por ser o primeiro Beta Tester, ele montou o dele antes mesmo de eu decidir confeccionar um desenho de pcb, enquanto no projeto ainda constava um LM324 cujo 2 op amps estavam sobrando. ;D 

     

    Como prometido aqui está o link para download dos arquivos que auxiliam na montagem.

  5. 18356429-Hombre-joven-barbudo-fingiendo-

     

     

    Calma ! Nao é bem assim !


      Estamos levando uma surra das placas, os números nao estao ao nosso favor e como esta vida é mesmo uma merda, ainda vamos bater de frente com aquele nosso colega que sempre vem feliz dizendo : 

     

    "Hoje consertei 4 notebooks, 2 tablets e ainda de quebra instalei 1 windows !"

     

    Por muito tempo, este tipo de comentário normalmente me dava vontade de me enforcar com a ponta de prova do meu osciloscopio !  Mas nem tudo o que brilha é ouro, portanto analizemos o caso.


    Nestes anos conheci técnicos do mundo todo e a imensa maioria do que conseguem realizar uma grande quantidade de consertos por dia tem 2 grandes segredos.

    1 - Ter um grande fluxo de trabalho  -  Ao menos algumas dezenas de equipamentos por SEMANA !
    2 - Se concentrar no mais fácil.

     

      Normalmente esse nosso amigo tem como trabalho mais demorado da sua assistencia o servico de BGA, muitos inclusive nem fazem reballing e partem direto para a troca dos chips. Unindo uma grande quantidade de trabalho (jacks, dobradicas, BIOS, conectores e botoes de tablets e celulares, etc) com um filtro potente que serve para deixar de lado uma boa quantidade de maquinas, o nosso amigo também esta levando uma surra !  Se ele ganha mais do que voce é porque ele tem uma quantidade de servicos bem maior.

     

    Portanto.......

    Solucao 1:  Ter um grande fluxo de trabalho !

    Ter um grande fluxo de trabalho é o melhor que pode nos acontecer ! Com isso poderiamos investir muito mais tempo em consertos simples e no final das 8 horas de trabalho teriamos muito servico adiantado e um bom dinheiro para receber.

    Mas este tipo de organizacao também ocasiona uma grande quantidade de maquinas que nao sao consertadas.  Afinal, pra que perder tempo com aquela porcaria se posso fazer 5 bobeirinhas nesse tempo e ganhar o dobro ?  Que se dane !

    "Zé !!! Passa orcamento de troca de placa pra muie !"


     

    Citar

     

    Se voce conseguir gerar um grande fluxo de trabalho, pode parar de ler por aqui ! Certamente voce pode se dar ao luxo de viver bem realizando servicos faceis e ganhando bastante bem para isso. Homem vs maquina nao é para voce ! 

    Caso voce ame a eletronica e queira dedicar parte do seu tempo a consertar os pepinos (SEM NECESIDADE DISSO), continue lendo, porém jamais vai sentir a pressao que quem esta do outro lado sente.

     

     


    E o que acontece com aquela tonelada de maquinas com orcamento rejeitado  ?  Vai parar na mao daqueles que nao conseguem receber algumas dezenas de maquinas por semana, ou seja NOS !  A grande maioria se encontra nessa faixa e normalmente nos sentimos assim,  tipo... Os otários da eletronica !

     

    É... porque normalmente é assim !  Quem tem muito fluxo dispensa os pepinos, dai o cliente que poderia ter vindo com a gente primeiro, vai no nosso "colega" e depois quando sente que a pemba tá entrando, pega o equipamento, leva para a nossa assistencia e comeca com aquela porra daquele roteiro de sempre.....

     

    " Ve de dar uma prioridade nesse equipamento que eu uso para trabalhar e tenho urgencia !"

    "E nada de troca de placa ! Que se for pra trocar placa vou amanha e compro um novo em 1.529 parcelas sem juros ! "
    " E ve ai direitinho quanto que fica, porque em outra assistencia já me falaram que consertam a troco de 2 bananadas e uma playboy dos 90, só nao deixei lá porque o cara demorava uma semana ! "


    uO3-q-XFMAlNzvI34jHDoBbzRiyUdRZS55Pbyd5y

     

     

    Mas fazer o que ? A vida as vezes é uma porra mesmo !

     

    Se nao temos o maldito fluxo de equipamentos, obviamente nao podemos nos dar o luxo de filtrar os nossos maravilhosos clientes como o que acabou de chegar com o relato acima. O tempo é curto e as placas estao nos metendo a porrada, vamos tentar achar outra solucao !

  • Board Life Information

    02/28/2017 10:09 PM
    Date of forum creation
    2 years, 4 months, 16 days, 1 hour and 36 minutes
    Forum exists

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...