Jump to content
  • Content Count

    70
  • Avg. Content Per Day

    1.56
  • Joined

  • Last visited

  • Credit

    70
  • Country

    Brazil

Community Reputation

16 Level 3

About barbudoj

  • Rank
    Membro Aspirante II
  • Birthday 02/13/1997

Personal Information

  • Sexo
    Masculino / Male
  • Location
    São Paulo - Brasil

Recent Profile Visitors

154 profile views
  1. Top de linha da Nvidia chega com nova arquitetura Ampere e impressiona com especificações GeForce RTX 3090 é a placa de vídeo top de linha da nova geração da Nvidia. Em torno de 2,5 vezes mais rápida do que a RTX 2080 Ti, a placa usa a nova arquitetura Ampere e, segundo a fabricante, tem poderio suficiente para encarar jogos em 8K a 60 fps. O modelo traz ainda reforços significativos em termos de rendimento na aceleração de Ray Tracing e na oferta de recursos exclusivos da Nvidia, como o DLSS 2.0. O preço, por sua vez, pode assustar: são US$ 1.499 (aproximadamente R$ 8.040), e o produto começa a ser vendido no próximo dia 24 de setembro. Confira a seguir mais detalhes a respeito da ficha técnica poderosa da RTX 3090 e saiba porque o lançamento da Nvidia é tão importante. GeForce RTX 3090 é a placa top de linha da nova geração da Nvidia — Foto: Reprodução/Nvidia Ficha técnica Nvidia GeForce RTX 3090: Lançamento: Setembro de 2020 Preço: US$ 1.499 (R$ 8.040) GPU: GA102 com 10.496 núcleos CUDA, 82 núcleos RT e 328 núcleos Tensor Velocidades: 1.400 MHz em clock base, turbo de até 1.700 MHz Memória RAM: 24 GB de GDDR6X a 19,5 Gb/s Interface de memória: 384 bits Largura de banda: 936 GB/s TBP: 350 Watts, requer fonte de 750 Watts Especificações A GeForce RTX 3090 é a top de linha da nova família de placas da Nvidia, trazendo números que impressionam. No interior do processador gráfico há 10.496 núcleos CUDA de processamento, por exemplo. São esses que realizam o trabalho pesado da placa de vídeo e, quanto mais estiverem disponíveis, melhor: a GPU vai conseguir realizar mais trabalho ao mesmo tempo. As velocidades em que esse processador trabalha também impressionam. Segundo a Nvidia, a RTX 3090 de referência terá clocks de 1,4 GHz e que podem subir até 1,7 GHz com o turbo acionado. Outro item interessante é a memória, com 24 GB de RAM dedicada, em padrão GDDR6X, mais recente. Além disso, a interface utilizada é de 384 bits, ou seja, tem uma boa largura para mais transferir dados em menos tempo. A Nvidia fala em velocidades em torno de 936 GB/s entre os componentes. RTX 3090 chama atenção pela ficha técnica poderosa; novo design das placas Ampere também é destaque — Foto: Divulgação/Nvidia Outros números da top de linha também subiram em relação à geração anterior. O número de Tensor cores, os núcleos de inteligência artificial usados no DLSS – tecnologia revolucionária da Nvidia – subiu para 328. Esse recurso reconstrói uma imagem de menor resolução em alta a partir de inteligência artificial. Jogos que exploram a tecnologia podem rodar em Full HD internamente, mas visualizar o conteúdo em 4K – o que deve ficar mais fácil para a GPU com os núcleos específicos. Já o Ray Tracing também vai reforçado, com 82 núcleos RT. Com o poderio da placa em si e a possibilidade do DLSS 2.0, a RTX 3090 deve ter capacidade para rodar games em alta, mesmo mantendo uma boa resolução e fps elevado. Desempenho Placa aprimora o suporte ao DLSS 2.0 e Ray Tracing — Foto: Divulgação/Nvidia Todos os números anteriores indicam uma placa de vídeo poderosa. Segundo a Nvidia, a RTX 3090 deve entregar uma performance computacional bruta de 35 teraflops (TFLOPS), ou seja, 2,5 vezes mais performance em relação à RTX 2080 Ti, top de linha anterior da Nvidia. A nova placa também chega com desempenho 150% maior, algo interessante para rodar games com DLSS ativado. Já os ganhos de VRAM também são grandes, e a fabricante promete performance 52% superior em relação à opção premium anterior. As melhorias podem ser vistas ainda no Ray Tracing, que ganha com o número maior de núcleos RT: são 69 TFLOPS contra 34 TFLOPS na opção de arquitetura Turing. Consumo Segundo a Nvidia, seu PC precisa de fonte de 750 Watts para dar conta da RTX 3090 — Foto: Reprodução/Nvidia O custo de um hardware de alta capacidade e tantos componentes especializados está no consumo elétrico. A Nvidia aponta que para usar a RTX 3090 com segurança um computador deve contar com fonte de energia de 750 Watts. Em termos de consumo de energia, a Nvidia define o chamado TBP (sigla, em inglês, para “Energia Total da Placa”) em 350 Watts. Esse valor não é diretamente relacionado com o quanto a placa vai criar de despesa na sua conta de luz, já que o consumo é medido ao longo do tempo. Além disso, esse máximo reflete o pior cenário possível, ou seja, ter a placa sob um regime de alta demanda por um período prolongado de tempo. Tipos de uso A GeForce RTX 3090 é a placa gráfica mais poderosa do mundo na atualidade e seu principal cenário de uso é o gamer. O hardware de ponta da Nvidia deve funcionar como referência para quem deseja extrair o máximo dos grandes lançamentos de agora, assim como os títulos que chegarão nos próximos anos. A GPU deve ser suficiente para jogar em 4K sem problemas, além de encarar gráficos de realidade virtual ou até chegar aos 8K a 60 fps, pelo que promete a Nvidia. Além do uso em games, a placa se apresenta ainda como uma ferramenta poderosa nas mãos de profissionais de áreas de criação e de computação intensiva. Editores de vídeo, de imagens, quem faz modelagem em 3D, entre outros profissionais, podem tirar proveito do hardware poderoso da RTX top de linha para acelerar fluxos de trabalho e ganhar em produtividade. Placa da Nvidia é opção gamer para quem quer ter o melhor da tecnologia na atualidade, como ray tracing (RTX) e gráficos em 8K — Foto: Divulgação/Nvidia Outro cenário em que a RTX 3090 pode se sobressair é em aplicações de Inteligência Artificial. Equipada com hardware específico – os chamados Tensor cores – a placa conta ainda com a mesma arquitetura CUDA em que grande parte das ferramentas de processamento de IA são construídas na última década. Preço e concorrentes Ainda sem data e preço de lançamento no Brasil, a GeForce RTX 3090 estreia com preço sugerido de US$ 1.499 a unidade, valor que se traduz em R$ 8.040 na cotação atual. A placa chega ao mercado internacional no dia 24 de setembro. Em termos de concorrentes, é preciso considerar que a RTX 3090 não tem rival direta no mercado. As alternativas mais próximas são suas irmãs de arquitetura Ampere, como as RTX 3070 e RTX 3080. Outras alternativas são as RTX 2080 Ti, que podem inclusive ficar mais baratas nos próximos meses em virtude da nova geração. No Brasil, as opções mais em conta partem dos R$ 9.299 no momento. Já as RTX 2080 Super, um pouco abaixo em preço e hardware, aparece por cerca de R$ 6 mil no varejo nacional. Fonte: https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/09/tudo-sobre-rtx-3090-conheca-a-placa-da-nvidia-que-roda-jogos-em-ate-8k.ghtml
  2. A NVIDIA supostamente fez uma oferta bilionária para adquirir a fabricante de chips ARM da Softbank, mas nem todo mundo está feliz com o negócio. Um dos cofundadores da companhia de semicondutores, Hermann Hauser, disse que o negócio seria prejudicial e destruiria a empresa britânica. De acordo com Hauser, o objetivo da NVIDIA com a aquisição é levar a ARM para seu guarda-chuva de divisões, que também inclui a linha GeForce. Com isso, a empresa poderia limitar o licenciamento dos núcleos Cortex e dominar o mercado. Hermann Hauser, cofundador da ARM “Uma das premissas fundamentais do modelo de negócios da ARM é que ela pode vender para todos", disse o executivo. "A única graça salvadora da Softbank é que ela não é uma empresa de chips e manteve a neutralidade da ARM. Limitando a concorrência A aquisição também colocaria a NVIDIA na liderança do mercado de celulares, além de tirar a coroa da Intel como maior fabricante de CPUs. Graças ao seu programa de licenciamento, a ARM está presente em cerca de 95% dos smartphones vendidos atualmente. Jensen Huang, CEO da Nvidia, durante apresentação das GPUs RTX 30 De acordo com Hauser, a NVIDIA poderia limitar a distribuição das tecnologias ARM e obrigar concorrentes a criarem novas arquiteturas. Esse processo poderia levar anos e prejudicar o desenvolvimento do mercado de tecnologia, principalmente smartphones. O executivo espera que o governo britânico faça uma intervenção e ajude a ARM a se tornar uma empresa independente. A companhia tem sede em Cambridge atualmente, mas a aquisição pela NVIDIA levaria as tecnologias da firma para os Estados Unidos. Segundo o cofundador da ARM, o governo do Reino Unido recentemente injetou dinheiro na OneWeb, o que serve como esperança de que a fabricante de chips pode receber subsídios para abrir seu capital na bolsa de valores. "Não se trata de dinheiro", disse Hauser, "é a declaração de estratégia industrial que o governo pode fazer". Fonte: https://www.tecmundo.com.br/mercado/177312-cofundador-arm-diz-nvidia-quer-destruir-empresa.htm
  3. Entendi, obrigado por responder minha dúvida
  4. A Intel anunciou hoje (13), durante um evento online, a arquitetura de placas de vídeo Intel Xe HPG, que será utilizada em placas de vídeo da empresa para o segmento gamer. Os primeiros produtos com a tecnologia chegarão em 2021 e trarão Ray Tracing e memórias GDDR6, garantindo potência para disputar no mercado dominado por Nvidia e AMD. As GPUs Xe estrearão no mercado ainda este ano, mas apenas com modelos de baixo consumo integrados em processadores Intel Tiger Lake. De acordo com Raja Koduri, comandante da divisão de gráficos da Intel, os modelos HPG estarão disponíveis no ano que vem e trarão potência extra para jogos, além de eficiência e escalabilidade. Placas de vídeo Intel Xe HPG terão Ray Tracing As placas de vídeo feitas com Intel HPG deixarão de lado as memórias HBM e utilizarão GDDR6 para garantir uma melhor relação de preço e desempenho. A empresa também garantiu a presença de hardware dedicado para Ray Tracing, mas não deu detalhes sobre como será a implementação da tecnologia. O suporte para Ray Tracing é o principal indicativo de que a Intel está pronta para bater de frente contra os principais nomes no mercado de GPUs. A Nvidia já possui produtos com a tecnologia no mercado e em breve lançará sua próxima geração de placas RTX. Já a AMD está preparando a arquitetura RDNA2, que também chegará com suporte para a funcionalidade. Raja Koduri, antigo chefe da AMD Radeon e atual comandante da divisão de gráficos da Intel Outro detalhe revelado pela Intel é que as GPUs Xe HPG não serão fabricadas pela companhia. A produção ficará por conta de uma empresa "externa" que não teve seu nome revelado. Ao que tudo indica, a firma responsável pelos componentes será a TSMC, gigante taiwanesa que atende a AMD e já possui arquiteturas em 7 e 5 nanômetros. A Intel ainda não forneceu detalhes aprofundados sobre o hardware de suas placas de vídeo para games e não mencionou uma janela de lançamento para os produtos da linha gamer Xe HPG. Porém, considerando que as novas gerações de GPUs Nvidia e AMD estão saindo do forno, a empresa terá trabalho para ganhar espaço no mercado de placas de vídeo em 2021. Fonte: https://www.tecmundo.com.br/produto/156193-gpus-intel-xe-chegam-2021-brigar-nvidia-amd.htm
  5. Nesta quinta-feira (13), a Acer anunciou o lançamento dos novos notebooks gamers Acer Nitro 5 no Brasil. As novidades foram apresentadas em parceria com a AMD, fabricante dos chips Ryzen que equipam os computadores portáteis. Com fabricação nacional, o Nitro 5 chega com tela de 15,6" Full HD IPS com taxa de atualização de 60Hz. O modelo foi lançado em três versões equipadas com processadores AMD Ryzen 5 3550H e Ryzen 7 3750H, placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 1650 com memória dedicada de 4GB e 8GB de memória RAM. Outro diferencial entre os modelos é o armazenamento. Enquanto o modelo AN515-43-R9K7 possui 1TB HDD + 256GB SSD, o AN515-43-R59W tem 1TB HDD + 128GB SSD. Além disso, a primeira opção vem com sistema operacional Endless OS e o segundo modelo é equipado com Windows 10. Já o Nitro 5 com processador móvel AMD Ryzen 7 tem 1TB HDD + 128GB SSD de armazenamento. A promessa de todas as versões é de uma bateria que dure até sete horas. A linha gamer Acer Aspire Nitro 5 tem preço inicial sugerido de R$ 5.299 e já está disponível na Acer Store e nas lojas físicas e online dos principais varejistas de todo o Brasil. Fonte: https://www.tecmundo.com.br/produto/156200-acer-anuncia-novos-notebooks-gamers-nitro-5-brasil.htm
  6. to procurando formas pra achar esse mosfet espefícico, mas ta difícil mesmo '-'
  7. esse seu mosfet não tem mais nada escrito?, alguma sequencia de letra, algum simbolo, tem só isso? 9422gm 917736
  8. tenta a primeira fileira, se não achar, tenta a segunda fileira de números, se não for; coloca as duas fileiras juntas na sequencia
  9. digita isso olha se encontra:, pelo oq vi na foto: 4914BSBTA
  10. BIOS DA ASUS P5G41T-M LX2/BR Visualizar Arquivo P5G41T-M-LX2-BR-ASUS-0407.ROM Versão: 0407 Data: 2011/03/09 P5G41T-M LX2/BR BIOS 0407 Improve DRAM's Compatibility. Uploader barbudoj Enviado 13-08-2020 Categoria Asus  
  11. 2 downloads

    P5G41T-M-LX2-BR-ASUS-0407.ROM Versão: 0407 Data: 2011/03/09 P5G41T-M LX2/BR BIOS 0407 Improve DRAM's Compatibility.
  12. Visualizar Arquivo Bios Gigabyte Z490 AORUS XTREME WATERFORCE (rev. 1.x) mb_bios_z490-aorus-xtreme-waterforce_f6.zip Bios da Gigabyte Z490 AORUS XTREME WATERFORCE (rev. 1.x) Versão: F6 Data: 2‎020/06/30 Descrição: 1. 3D Gaming Performance Optimized 2. Improve graphic card compatibility 3. Improve 3DMark Performance under certain graphics card models. (Windows Power Plan = High Performance) Obs: Foi tirado do site oficial da Gigabyte Uploader barbudoj Enviado 13-08-2020 Categoria Gigabyte  

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...