Jump to content

elias.girardi

Members
  • Content Count

    572
  • Avg. Content Per Day

    1.54
  • Joined

  • Last visited

  • Credit

    1744
  • Country

    Brazil

Everything posted by elias.girardi

  1. O Windows 10 oferece aos seus usuários a opção de iniciar determinados softwares junto com o sistema operacional quando você liga o PC. Embora o recurso possa parecer bastante interessante, é possível que esta prática acabe gastando processamento para iniciar programas que não são utilizados com tanta frequência, deixando a máquina lenta desnecessariamente. Porém, se é do seu interesse impedir que os programas iniciem junto com o Windows 10, saiba que este procedimento pode ser realizado de maneira rápida e prática através do Gerenciador de Tarefas. Confira abaixo o passo a passo! Como impedir que programas iniciem com o Windows 10 Passo 1: clique com o botão direito do mouse sobre a “Barra de Tarefas” do Windows 10 e selecione “Gerenciador de Tarefas”. Outra opção é utilizar o atalho “Ctrl + Alt + Del” e selecionar “Gerenciador de Tarefas”. Clique com o botão direito do mouse sobre a Barra de Tarefas e selecione "Gerenciador de Tarefas" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: em seguida, acesse a aba “Inicializar” no menu superior. Em seguida, acesse a aba "Inicializar" no menu superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: localize e selecione quais programas estão sendo iniciados junto com o sistema, mas que não sejam estritamente necessários. Para este exemplo, selecionamos o “Spotify”. Localize quais programas você quer impedir de iniciar junto com o Windows 10 (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: em seguida, clique em “Desabilitar”. Caso você queira ativar um programa para ser iniciado junto com o sistema operacional, basta apenas clicar em “Habilitar”. Em seguida, clique em "Desabilitar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode impedir que programas iniciem com o Windows 10. Fonte: https://br.yahoo.com/finance/news/como-impedir-que-programas-iniciem-235000266.html
  2. Imagem: Divulgação/Lansweeper Lançada na metade de julho, a última grande atualização de segurança do Windows 10 protegeu os usuários contra o temido PrintNightmare e 117 brechas que colocam em risco a defesa do sistema. No entanto, nem tudo ocorreu conforme o planejado pela Microsoft, e suas correções acabaram fazendo com que muitas impressoras deixassem de funcionar corretamente como consequência. Ciente do ocorrido, a empresa lançou nesta terça-feira (27) o pacote de atualização KB5005394, destinado a corrigir o problema causado pela atualização. Segundo a companhia, a solução deve assegurar que impressoras, scanners e outros dispositivos multifuncionais voltarão a operar normalmente. Anteriormente, a Microsoft orientou os usuários afetados a instalar drivers e firmwares mais recentes dos aparelhos afetados e a consultar as fabricantes caso eles continuassem sem funcionar corretamente. Para instalar manualmente a atualização — disponível neste link — é preciso ter ao menos o update de maio do Windows 10 (KLB5003243) presente em seu sistema. Segundo a Microsoft, a atualização já está disponível através do Windows Update para aqueles que desejam realizar o processo de forma automatizada. No entanto, a opção não exista para clientes corporativos, que vão ter que recorrer ao Catálogo do Windows Update para baixá-la no momento. Vale notar que a atualização é opcional e só deve ser realmente aplicada por aqueles que viram suas impressoras deixando de funcionar após instalar as versões mais recentes do Windows 10. Segundo a Microsoft, um número baixo de usuários foi afetado pela questão, que afeta somente dispositivos que usam a autenticação smart card. Fonte: https://br.yahoo.com/finance/news/windows-10-ganha-atualização-para-002000802.html
  3. @Ivan Olimpio Ferreira Bom dia. Para deixar o fórum mais organizado temos algumas regras. Favor edite o seu primeiro post deste tópico e altere o título, ele deve ser do seguinte formato: Marca / modelo - Defeito apresentado Descreva todos os testes que já realizou e faça a sua solicitação. Boa sorte!
  4. @moacir rodrigues Acredito que não seja necessário fazer nada, apenas substituir a placa velha pela placa nova.
  5. @Mailson de Jesus Santos Abra um novo tópico para o seu problema que alguém vai te ajudar com certeza!
  6. @Hardax Boa tarde, por favor edite o seu primeiro post deste tópico e marque o prefixo como resolvido. Parabéns pelo conserto!
  7. Com estes 10 créditos que já tem, pode comprar o Download I e baixar o arquivo que precisa.
  8. @bulk777 Boa tarde, estou vendo que estás empenhado em resolver o seu problema, vou te ajudar com um joinha. Mas não esqueça que o conceito aqui no fórum é o de ajuda mútua, se ajudar os outros conseguirá mais recompensas e poderá baixar os arquivos que necessitar.
  9. Hubble consertado A NASA anunciou o retorno do Telescópio Espacial Hubble ao status operacional, com o reinício da coleta de dados científicos. Serão as primeiras observações desde que o computador do telescópio apresentou problemas, no último dia 13 de junho, que colocaram os instrumentos em um modo de segurança e suspendeu as operações científicas. A equipe realizou um verdadeiro trabalho de detetive em busca da causa do problema do computador, que aparentemente estava no módulo de energia, que não estava conseguindo fornecer uma tensão estável. Depois de inúmeras tentativas de usar diferentes módulos de reserva, na última quinta-feira, 15 de julho, o problema foi resolvido depois que a equipe passou todo o sistema para os módulos de backup. O telescópio espacial já havia tido um problema semelhante antes. Depois de passar para o sistema de reserva, todo o equipamento foi substituído em uma missão do ônibus espacial no ano seguinte. Esta agora não é uma opção, uma vez que a NASA não possui naves capazes de consertar o Hubble desde a aposentadoria dos ônibus espaciais. Ainda assim, a NASA afirma que o Hubble ainda vai durar muitos anos e continuará fazendo observações inovadoras, trabalhando em conjunto com outros observatórios espaciais, incluindo o Telescópio Espacial James Webb, que deverá ser lançado até o final deste ano. Ícone da astronomia Lançado em 1990, o Hubble observa o Universo há mais de 31 anos, já tendo feito mais de 1,5 milhão de fotos - já são mais de 18.000 artigos científicos publicados com seus dados. O Hubble contribuiu para algumas das descobertas mais significativas da astronomia recente, incluindo a expansão acelerada do Universo, a evolução das galáxias e os primeiros estudos atmosféricos de planetas além do nosso Sistema Solar. "O Hubble é um ícone, que tem nos dado uma visão incrível do cosmos nas últimas três décadas," disse Bill Nelson, administrador da NASA. "Estou orgulhoso da equipe do Hubble, dos membros atuais a ex-pesquisadores do Hubble, que intervieram para oferecer seu apoio e experiência. Graças à sua dedicação e trabalho atencioso, o Hubble continuará a construir em seu legado de 31 anos, ampliando nossos horizontes com sua visão do Universo." Depois de anos de bons serviços, mais três missões de manutenção e uma ameaça de abandono, a NASA fez uma atualização tecnológica mais radical, o que tornou o Hubble 90 vezes mais poderoso do que o projeto original. Mas a última missão de manutenção do Hubble foi realizada em 2009, durante uma visita do ônibus espacial Atlantis. Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=telescopio-hubble-volta-funcionar&id=010175210719
  10. @Alessandro Freire Boa tarde, verifica o flat da cabeça, mas acredito que teu problema esteja mesmo no CI.
  11. Amigos, consegui o componente acima e troquei, porém não surtiu efeito, a impressora permaneceu sem ligar. Como esta era a minha última chance e não deu certo, o cliente recolheu a impressora. Grato pela ajuda!
  12. Então ela só atola o papel quando configurado papel pesado? Já experimentou trocar o toner?
  13. @Von Held Bom dia. Direto pelo painel da impressora não é possível atualizar?
  14. @jujacopetti Normalmente este problema é causado por sensores. O papel atola antes de entrar no fusor ou já dentro do fusor?
  15. A Xiaomi ultrapassou a Apple no cenário global e se tornou a segunda maior fabricante de celulares do mundo. A gigante chinesa já havia ultrapassado a rival californiana no mercado europeu há alguns meses e, agora, expandiu seu feito para todos os cantos do planeta. Essa é a primeira vez que a companhia está à frente da empresa chefiada por Tim Cook, que cai para o terceiro lugar. Os dados foram fornecidos pela empresa de consultoria de mercado Canalys — a mesma que divulgou, em maio, a superioridade da marca em relação à Apple na Europa — e representam os números válidos para o segundo trimestre desse ano. De acordo com os analistas da companhia, a Xiaomi agora fica atrás apenas da Samsung. Mi 11 Ultra foi um dos últimos lançamentos de celulares topo de linha da Xiaomi (Imagem: Divulgação/Xiaomi) Ainda de acordo com a Canalys, o top-5 das maiores fabricantes de celulares do mundo é finalizado pelas chinesas Oppo e Vivo, que não mudaram de posição e ainda ocupam a quarta e quinta posição, respectivamente. É importante destacar que as duas empresas não são apenas conterrâneas, mas também fazem parte do mesmo conglomerado — o Grupo BBK, que possui outras fabricantes de smartphones, como a Realme e a OnePlus. Crescimento das empresas durante o período Se mergulharmos nos dados fornecidos pela Canalys, podemos notar que um dos motivos para a Xiaomi ultrapassar a Apple foi a diferença no crescimento das duas durante o período. A norte-americana teve um aumento de apenas 1% nos últimos três meses e fechou o trimestre com uma participação de 14% no mercado. Já a rival cresceu 83% e agora detém 17% da fatia entre as maiores fabricantes de celulares no mundo. Ranking mostra as cinco maiores fabricantes de celulares do mundo (Imagem: Divulgação/Canalys) Outra possível explicação é o declínio da Huawei. A fabricante permaneceu por muito tempo no segundo posto, em disputa constante com a Samsung e, algumas vezes, até figurou no como líder no mercado. Agora, porém, após um longo período de restrições comerciais devido ao conflito com o governo dos Estados Unidos, a marca já não está nem entre os cinco maiores do mundo. É importante frisar, porém, que esses resultados são baseados na análise apenas da Canalys e, portanto, outras empresas de consultoria podem divulgar números diferentes que, consequentemente, podem levar a Xiaomi de volta ao terceiro lugar. Com isso, somente nos próximos períodos poderemos ver se a chinesa manterá o crescimento e confirmar a posição acima da fabricante dos iPhones. Fonte: https://canaltech.com.br/smartphone/xiaomi-passa-a-apple-e-se-torna-a-segunda-maior-fabricante-de-celulares-do-mundo-189995/
  16. @jubadasilva Boa tarde, teria que baixar algum programa de recuperação de dados e tentar recuperar. Utilizo aqui o Easeus Data Recovery. Mas nem sempre se consegue recuperar algo útil...
  17. Já peguei algumas Bematech MP-4200 TH e Epson TM-T88V com este mesmo problema e até agora não descobri como consertar. A única solução nestes casos era a troca da placa lógica. Aguardamos as fotos...
  18. @newtechinfo Parabéns pelo conserto. Realmente este fusível deveria medir um curto. Não estava bom com a medição da foto. E obrigado pelo feedback!
  19. @MrJapao Que bom que resolveu, poderia nos contar em qual componente estava o problema?
  20. @Maru Não notou se o chipset está esquentando a ponto de queimar o dedo? Estou com uma placa destas aqui com o mesmo sintoma que a sua, porém não tem curto nos pinos da bios. Apenas esquenta demais o chipset. Estou vendo uma placa nova pro cliente, pois não consegui descobrir o problema.
  21. Sinceramente não lembro de o meu computador ter pego vírus neste aplicativo...
  22. @MrJapao Boa tarde, se a placa não tem mais curto deve ter queimado o integrado pwm. Para fazer funcionar, só trocando ele.

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...