Jump to content

elias.girardi

Members
  • Content Count

    184
  • Avg. Content Per Day

    1.88
  • Joined

  • Last visited

  • Credit

    508
  • Country

    Brazil

Community Reputation

84 medal 1

Personal Information

  • Location
    Três de Maio / RS / Brasil

Recent Profile Visitors

322 profile views
  1. @Joerli Boa tarde, acho que o seu problema está na placa lógica ou no cabeçote. Teria que testar com outro cabeçote para ter a certeza. Se não me engano já tem um tópico sobre um problema parecido em outra epson tanque de tinta e o problema estava se encaminhando para ser na lógica.
  2. @CHARLES_IPUPIARA Já peguei alguns destes notebooks iguais ao seu e este sintoma era problema na bios mesmo. Sei lá, deve ser algum problema crônico deste modelo, das outras vezes eu não tinha gravador, então tive que comprar o chip da bios já gravado. Em todas as vezes que fiz isso, funcionou. Boa sorte!
  3. @marcosaurelioinformatica Que bom que resolveu. Agora precisa clicar em editar na sua primeira postagem deste tópico e alterar o prefixo dele para Resolvido. Aproveita e altera o título também pro seguinte padrão: Marca/modelo - Problema apresentado Valew!
  4. @carloshps Verificou se não tem algum componente aquecendo a ponto de queimar o dedo? Pode ser algum capacitor smd em curto...
  5. @Luiz Soares Para que alguém possa te ajudar precisa primeiro editar a sua primeira mensagem deste tópico e colocar o título no seguinte padrão: Marca e modelo do aparelho / Modelo da placa (MB) / Defeito Isso é necessário para manter a organização do fórum.
  6. O 6G exigirá células de rádio por todos os lados, o que implica em baixo consumo de energia e baixa emissão de campos eletromagnéticos. [Imagem: IPQ, KIT / Nature Photonics] 6G As futuras redes sem fio de 6ª geração (6G) consistirão em uma infinidade de pequenas células de rádio que precisarão ser conectadas por links de comunicação de banda muito larga. Ainda não sabemos exatamente como serão esses equipamentos, que irão superar a tecnologia 5G, mas a transmissão sem fio em frequências terahertz (THz) representa um caminho particularmente atrativo e flexível. Engenheiros do Instituto de Tecnologia Karlsruhe, na Alemanha, apostam nessa solução e acabaram de dar uma demonstração de que as possibilidades de um 6G THz não ficam apenas na teoria. Tobias Harter e seus colegas desenvolveram um novo conceito para receptores terahertz de baixo custo que consistem em um único diodo combinado com uma técnica de processamento de sinais dedicada. Isso representa uma "célula de rádio" minimalista, capaz de operar com um consumo de energia mínimo e baixa emissão de campos eletromagnéticos. "Em seu núcleo, o receptor consiste em um único diodo, que retifica o sinal terahertz," diz Harter. O diodo é do tipo diodo de barreira Schottky, que oferece uma grande largura de banda e é usado como um detector para recuperar a amplitude do sinal terahertz. O rádio 6G é formado por um único diodo. [Imagem: Tobias Harter et al. - 10.1038/s41566-020-0675-0 Retificação A grande dificuldade para a simplificação da tecnologia é que a decodificação correta dos dados exige o aproveitamento da fase dependente do tempo da onda terahertz, que geralmente é perdida durante a retificação. Para superar esse problema, Harter usou técnicas de processamento digital de sinais em combinação com uma classe especial de sinais de dados, para os quais a fase pode ser reconstruída a partir da amplitude por meio das chamadas relações de Kramers-Kronig - uma relação matemática entre a parte real e a parte imaginária de um sinal analítico. Em um experimento de prova de conceito, a equipe demonstrou uma transmissão recorde: uma taxa de dados de 115 Gbit/s e uma frequência portadora de 0,3 THz em uma distância de 110 metros. Fonte: https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=redes-6g-receptores-terahertz&id=010150201026#.X5cx5PlKgdU
  7. @SuporteJonnes Acabei de fazer uma coisa que incrivelmente resolveu o problema! Entrei na bios e fiz um reset pros padrões de fábrica, depois configurei em tipo de sistema operacional para others (a outra opção era windows 10 64 bits) e depois marquei UEFI. Lembrando que no momento tenho windows 8.1 instalado. Ao iniciar o windows o processador começou a trabalhar com toda a potência, 100%. Normalzinho. Vou testar melhor, mas acredito ter resolvido o problema. Obrigado!
  8. @pcw Boa tarde, pode ser algum problema de fusor. Já desmontou para conferir? Essa impressora já foi muito usada? Pode ter algum componente gasto pelo uso...
  9. Que bom, não esqueça de alterar o prefixo no seu primeiro tópico para resolvido! Abraços!
  10. @SuporteJonnes Este sensor de temperatura deve ficar dentro do processador eu suponho... Vou tentar fazer um reflow no processador para ver se ajuda, não tenho as ferramentas nem a prática para fazer reballing ainda. Quais mosfets vc se refere?
  11. @gibua Não creio que vá dar problema, deixa sem e testa bem por um dia inteiro pelo menos!
  12. @gibua Bateria morta dá esses sintomas mesmo, mas se ela pegar uma carguinha já começa a carregar normalmente. Depois que atingir 100% desconecta o carregador e veja se ela tem capacidade de segurar ainda. Que bom que as coisas estão dando certo pra vc!
  13. Exato, isso não é um fusível, é um resistor de 100 ohms. Tem que dar essa medida no multímetro.
  14. Rodei o programa, desde o começo ele já mostra a mensagem de overheating no processador. O engraçado é que o processador não esquenta tanto a ponto de queimar o dedo, nem mesmo o cooler não fica girando o tempo todo ou em velocidade máxima. Abaixo as fotos.

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...