Jump to content

zazulak

Friend EletrônicaBR
  • Content Count

    4,978
  • Avg. Content Per Day

    1.91
  • Joined

  • Last visited

  • Credit

    13223
  • Country

    Brazil

Everything posted by zazulak

  1. Os optos não.. os integrados. Tem um de 20 patas lá no secundário que aparentemente é o supervisor, e no primário tem um de 16 e um de 8 pinos que são os controladores da fonte principal e do PFc, respectivamente.
  2. Acho que falei bobagem.. os dois fets não ficam no mesmo dissipador, cada um tem o seu próprio dissipador. Veja os componentes ligados ao gate dele: R21, R22, Q7, D7, R81, etc.. Vi que as trilhas da linha de acionamento desse fet foram raspadas.. tinha algum indício de fuga ou curto ali? Para trabalhar com fontes, mais cedo ou mais tarde vai precisar de um. Não precisa ser um top de linha. Eu mesmo uso um analógico de 15MHz que tem quase a minha idade (eu nasci em 1981, ele foi fabricado em 1985). Para trabalhar com fontes, um desses aqui já dá conta do recado: Se acha por 200 e poucos pilas no Mercadolivre.
  3. Arrumo sim. Sobre se dá pra substituir pela 7752, não tenho certeza. Elas são fisicamente bem parecidas, mas teria que conferir se os conectores de saída são todos iguais.
  4. Dá sim. Embora o limite de corrente do 5R190 seja um pouco maior, ele não é usado no limite, e o RDSOn dos dois é igual. Os fets do retificador síncrono estão ok? E, esse fet que queimou é o que tem o dreno ligado ao positivo do capacitor principal, ou que que tem o source aterrado através de um resistor? O ideal é testar primeiro sem eles, vendo o sinal de gate com o osciloscópio, e só colocar depois de confirmar que o sinal está ok. Ligue sem esse fet, e sem o companheiro dele (que fica no mesmo dissipador), e veja se ao menos o PFC está funcionando.
  5. Trocou os caps do primário? Como tem 5 optos aí, tem que identificar qual deles é o de acionamento. Acredito que seja um daqueles dois lá no canto. O outro deve ser de feedback da fonte stand-by. Qual é o nome dos integrados usados aí? A foto está meio desfocada.. o único que deu pra identificar foi o UCC27424, que faz parte do retificador síncrono.
  6. Nos que peguei ele levava uns minutos para se desligar totalmente. Mas a placa era a 640-0253. O esquema é praticamente igual a da 0684, mas talvez haja alguma diferença na programação do microcontrolador. Tenho visto que os APC by Microsol têm um comportamento parecido.. alguns ficam inclusive fazendo um zumbido por uns minutos após serem desligados. Descompilei o firmware do BZ1500 e estou tentando entender o porquê desse comportamento, e talvez modificar para que ele se desligue instantaneamente.
  7. Buenas, Corsair é uma caixinha de surpresas.. essa versão da RM750 eu ainda não tinha visto. As duas versões que conheço são fabricadas pela CWT (facilmente identificável pelos transformadores verdes) ou HEC (que a fonte principal é ressonante, portanto não possui o indutor no secundário). Regrinha de ouro pra fontes: Quando pegar um fet em curto, não saia trocando e ligando.. tem 99,99% de chance de queimar de novo. Essa fonte usa um circuito double-forward, mais ou menos assim: Os fets são acionados simultaneamente. O sinal para acionar eles passa por um transformador (que fica naquela plaquinha montada em pé sobre a principal). Teste todo mundo ligado a esse transformador (resistores e transistores, basicamente). Veja também os dois diodos (geralmente se usa os HER207 nessa posição) ligados ao dreno e source dos dois fets. Quando o espaço permite, costumo trocar esses diodos por uns mais fortes (MUR460).
  8. Ele mesmo. Pinos 3 e 4 (o lado que fica virado para o secundário). Se após jumpear você aterrar o PSON e a fonte ligar, já confirma que PFC e circuito chaveador estão OK, e o defeito é só no ac detect.
  9. Firmware APC BZ-1500 (código fonte) Visualizar Arquivo Código fonte do firmware do APC (Microsol) BZ-1500, parcialmente comentado. Uploader zazulak Enviado 09-04-2021 Categoria Nobreaks APC  
  10. 1 download

    Código fonte do firmware do APC (Microsol) BZ-1500, parcialmente comentado.
  11. Buenas, essa é mais complicada, mas o circuito não é muito diferente daquelas Corsair com PFC, só tem algumas proteções a mais. Primeira coisa é trocar os eletrolíticos pequenos do lado primário.. as vezes só isso já resolve. Se não resolver, preste atenção nos optoacopladores: Todos, exceto um, tem o pino 1 virado para o lado do secundário. Esse que é ligado ao contrário é o que é usado para sinalizar para o supervisor que tem alimentação na entrada. Feche um curto entre os pinos 3 e 4 dele e tente acionar. Se a fonte ligar, o defeito é nesse circuito (ac detect). Algumas fontes usam um comparador para acionar esse opto, mas parece que nessa sua o circuito é só com transistores. Lá perto da entrada tem uma série de resistores de valor alto em série. Teste eles.. se um abrir, a fonte não liga. Se um deles der como medida um valor menor que o nominal, tire ele fora, raspe a cola embaixo dele e ponha de volta. Essa fonte tem um relé de bypass do termistor da entrada. Quando se aterra o PSON, esse relé aciona?
  12. Buenas, é justamente esse sinal overload que faz a fonte desligar (ele tem esse nome porque é o mesmo pino do processador que é usado para acender o led de sobrecarga). A amplitude dele deveria ser 5V. Veja se não tem alguém derrubando o sinal (tipo o led de sobrecarga em curto, ou o D22, que é um diodo duplo smd). Ao contrário dos SMS e Enermax, onde a fonte depende de um sinal do processador (SELO) para se manter ligada, nesse daí é o contrário.. ela fica ligada por conta própria, e só desliga quando o processador manda um sinal para desligar. O Q29 e o Q30 formam o equivalente a um SCR. Para desligar, o processador manda uma onda quadrada pela linha de overload, que é retificada pelo D22 e aciona o Q31, que aterra a base do Q30 e faz ele e o Q29 cortarem. Ah, aproveite e troque o C40/C41.. eles fazem parte da fonte de -8v, e dão bastante problema.. quando eles secam o nobreak passa a ter dificuldade pra reconhecer a rede, e as vezes passa a apresentar uns sintomas estranhos, como ficar batendo os relés do estabilizador.
  13. O HFE mínimo do BF199 é 40. Pelo local onde ele está (no meio das bobinas de FI), imagino que ele atue como amplificador de FI. Nesse estágio, o ganho não é muito importante, pois geralmente os transistores trabalham na configuração de emissor comum (com resistor entre o emissor e o terra), condição na qual o ganho não é muito importante, desde que seja acima do mínimo necessário.
  14. Buenas, teste com um BF199. Só atente para a pinagem (a posição do coletor e do emissor são invertidas em relação ao original).
  15. Eles fazem parte do circuito de monitoração de corrente das saídas. A tensão sobre eles é proporcional à corrente. A tensão sobre eles é monitorada por aquele integrado que tem no secundário, que manda a fonte desligar se passar do limite. Como a resistência é muito baixa - 1 milésimo de ohm - até um pedaço de fio pode ter uma resistência maior que eles (por isso ponho um pedaço de malha de cobre). As vezes é o próprio integrado que manda a fonte desligar por sobrecarga, mesmo sem ter sobrecarga. Teve alguns casos que tive que remover o integrado e fazer uma gambiarra pra funcionar sem ele, porque não achei ele pra comprar.
  16. Buenas, estou com uma Philips 32PFG5509, que chegou com o relato de ligar a ficar travada no logo, até que parou de ligar de vez. Testando a fonte, está ok. A saída (só tem uma) está estável e sem ripple. Se eu acionar ela sem a placa principal, o backlight acende. Na placa principal, medi a saída dos reguladores chaveados e lineares. Todos estão funcionando, exceto o U1005 (APW7303), que depende de um comando do processador para funcionar. Tentei acionar ele na marra (injetando tensão no pino 7) e apareceu tensão na saída, mas o sintoma não mudou. Estava para declarar o óbito do processador, mas vi que no conector de diagnóstico (ComPair) tem um sinal no pino TX. Aparentemente a placa está tentando dizer alguma coisa. Não vi o que é porque não estava com o meu conversor ttl-serial (a TV está na assistência do cliente). Alguém tem idéia de qual a configuração dessa porta serial das Philips (velocidade, bits de paridade, etc..), e se é possível regravar o firmware por ali? Parece ser um caso de firmware corrompido, mas como a memória é bga, não tenho como regravar. E uma placa nova para essa TV é caríssima.
  17. FA5541 Dê uma ajeitada no título do tópico para ficar de acordo com as regras: ele deve conter a marca, o modelo o defeito. É só clicar em 'editar' na primeira mensagem e alterar o título. Veja esse tópico: https://eletronicabr.com/forums/topic/165046-fonte-cp1025-rm1-7751-esquema-parcial-dicas/ Ali explico tudo que é preciso saber sobre a fonte da CP1025.
  18. Abra um tópico, de preferência na área de fontes e nobreaks (nada pessoal, mas o pessoal que entende de videogame geralmente não entende muito de fonte, e vice versa, ehe), e ponha umas fotos da placa.
  19. Buenas, não conheço as fontes de Xbox pelo modelo, porque muitas vezes os clientes me mandam só a pĺaca para reparo. Nessa daí, a maioria dos casos de desligar sozinha é causado pelos dois eletrolíticos pequenos perto do transformador da fonte stand-by, e o que filtra os 5V. Costumo trocar os dois direto. Como você disse que já trocou, experimente ressoldar o shunt resistivo que tem na linha de 12V (aquele resistor de 0,001 ohm). Solda fria nele faz a fonte desligar sozinha sob carga, e como a resistência é muito baixa, até a qualidade da solda que você usar influencia. Em algumas eu removo ele e coloco um pedaço de malha de cobre no lugar.
  20. Colocar o modelo da placa no título é mais para notebook e nobreak, que são equipamentos que um mesmo modelo pode sair de fábrica com mais de um modelo de placa. As L4160 todas usam a mesma placa (que é a mesma da ET2750).
  21. Abra um novo tópico aqui na área de fontes e nobreaks, e se possível anexe uma foto da placa. Existe mais de uma versão do Back Ups 600.
  22. Buenas, estava acompanhando esse tópico, e agora resolvi me manifestar. O que ele postou não são esquemas das centralinas em si. São esquemas de ligação e roteiros de diagnóstico. Esses esquemas estão rodando pela internet há anos, e se não me engano foram extraídos de uma versão antiga do software Simplo. Esquema elétrico de central, até se acha alguma coisa na web, mas não são muito úteis para o reparo. Alguns esquemas são até fáceis de achar, como o da jurássica Bosch Le-Jetronic (totalmente analógica, usada nos Gol GTI, Kadett GSI, alguns Monza e os primeiros Santana injetados). Procurando em alguns fóruns gringos, também tem algo sobre as Motronic 3.1 (BMW 325, Marea, Peugeot 106, etc..), inclusive arquivos de eprom. De um modo geral, o circuito interno de uma central é simples: Tem um processador (podendo ou nao ter memória de programa externa, dependendo da central), circuitos de entrada (ADCs para sinais analógicos, triggers para sinais pulsados, etc), e drivers de saída (acionadores do atuador de marcha lenta, bobina, bicos, válvula EGR, canister..). E a maioria dos defeitos já dá pra sacar na base do olhômetro, ou com uma análise rápida. Algumas centrais, como as Magnetti Marelli - que eu odeio do fundo do coração, mas não recuso porque dão $$ - dão muito problema de corrosão em trilhas, o tipo de coisa que um esquema pouco ajuda. Outros defeitos são só de software, como firmware corrompido, perda do código da chave codificada, etc.. o tipo de coisa que um esquema também não ajuda muito. Até comecei a levantar o esquema da central do meu carro (Daihatsu Cuore, central Denso, também usada em outros da linha japonesa como Toyota e Mazda), mas não vi nada de interessante, e larguei de mão. Tem um chipão que recebe os sinais de entrada, e aciona um monte de transistores que comandam os atuadores. A maioria dos defeitos dela são nos atuadores de saída, e no circuito que trata o sinal do sensor de rotação... o tipo de defeito que só acontece por alguma influência externa (curto no chicote, alarme mal instalado, bateria ligada invertida, etc..). Resumindo, esquema de ECU é muito legal a título de curiosidade (ou se você for projetar uma..), mas não tem muita utilidade prática. O esquema de ligação é muito mais útil.
  23. Buenas, dá pra montar uma estufa de cura pra cola UV usando uma daquelas lâmpadas germicidas, tipo essas: É o mesmo tipo de lâmpada que antigamente era usada em apagadores de eprom. Só precisa de um reator.
  24. Buenas, o carregador dele é assim: Você está testando com uma bateria boa? Se medir sem bateria, a tensão fica alterada mesmo.

SOBRE O ELETRÔNICABR

EletrônicaBR é o melhor fórum técnico online, temos o maior e mais atualizado acervo de Esquemas, Bios e Firmwares da internet. Através de nosso sistema de créditos, usuários participativos têm acesso totalmente gratuito. Os melhores técnicos do mundo estão aqui!
Técnico sem o EletrônicaBR não é um técnico completo! Leia Mais...
×
×
  • Create New...